domingo, 31 de maio de 2015

Marabá na Feira do Livro de Belém


Marabá na Feira do Livro de Belém, blem, blem, blem... rsrsrs Mais de 20 escritores representando esta terra, poética por natureza!! Salve Tocaiunas!! Salve AESSP!! Salve o escritor de Marabá!!

Concurso Público IFPR

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ – IFPR
Faça já a sua inscrição para Concurso Público que oferece 143 vagas para o cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico em diversas áreas, entre elas: Administração, Agronomia, Arte, Biologia, Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia, Farmácia, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Massoterapia, Matemática, Meio Ambiente, Pedagogia, Psicologia, Química, Saúde Bucal, Sociologia.
Mais informações e inscrições -> http://www.cetroconcursos.org.br/site/…

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Se falta água, chame o Exercíto

EXÉRCITO SIMULA OCUPAR A SABESP EM CASO DE CRISE SOCIAL
Operação militar feita sem aviso prévio acrescenta componente dramático à falta d’água na maior metrópole do país. Comunicado do exército fala em “preservação da ordem pública”
Por María Martín, no El País Brasil
O Exército brasileiro ocupou na manhã desta quarta-feira (27) as dependências da Sabesp, no bairro de Pinheiros, na zona Oeste de São Paulo. Cerca de 70 militares armados estudam o perímetro e o interior do recinto "para uma eventual necessidade de ocupação, em caso de crise", segundo o comunicado interno enviado pela companhia aos seus funcionários. O conceito de "crise" não foi esclarecido pela Sabesp, mas funcionários explicaram a este jornal que é conhecido e comentado o temor por possíveis revoltas populares ou tentativas de invasão no local, se a crise hídrica que enfrenta São Paulo se agravar ainda neste ano. O Exército considera esta operação no contexto de segurança nacional e qualifica a sede da Sabesp como "área estratégica".

terça-feira, 26 de maio de 2015

VII SICTI 2015

E-mail
IFPA Campus Conceição do Araguaia

A realização do  VII Seminário de Iniciação Científica, Tecnológica e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (SICTI) é um marco para o desenvolvimento e consolidação da pesquisa com foco na inovação tecnológica no âmbito do Sistema Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Trata-se de evento ímpar, o qual congrega a comunidade profissional e acadêmica atuante em nível regional nas suas diversas áreas, promovendo a socialização do conhecimento e a interação entre todos os que têm interesse na área da Educação Profissional e Tecnológica.
O evento receberá contribuições científicas, tecnológicas e de inovação envolvendo os temas desenvolvidos pelo conjunto das Instituições de Ensino Tecnológico do Estado, principalmente as que compõem o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), o qual é composto por 18 campi, sediados estrategicamente em municípios do Estado do Pará, os quais têm o compromisso de apresentarem os resultados dos trabalhos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica, Tecnológica e Inovação (PIBICTI) do IFPA., bem como dos órgãos de fomento do Estado e do País. Tais contribuições são nas áreas de: educação tecnológica, meio ambiente, desenvolvimento de software, comércio exterior, mineração, materiais, automação industrial, agricultura, petróleo e gás, saúde, turismo e hospitalidade, teleinformática, entre outros. O  SICTI tem periodicidade anual, sendo o primeiro realizado no Campus Belém, o segundo no Campus Castanhal, o terceiro no Campus Tucuruí, o quarto no Campus Marabá Industrial, o quinto no Campus Belém,o sexto no Campus Bragança e o sétimo realizar-se-á no município de Conceição de Araguaia sendo sediado pelo IFPA Campus Conceição do Araguaia.
O evento conta com o apoio dos IFs, Centros Federais de Educação Tecnológica - CEFETs, Escolas Técnicas Federais - ETFs e Escolas Agrícolas - EAFs do Estado do Pará, os quais estão empenhados em difundi-lo, bem como disponibilizando pesquisadores para o comitê científico e contribuindo com ações para êxito deste evento.
As áreas de conhecimento, objeto de pesquisas nas Instituições envolvidas, serão abordadas e agrupadas de forma a acomodar as tendências atuais e futuras de divulgação e exploração dos conhecimentos, pelos meios acadêmicos, científicos e produtivos, no âmbito do Sistema de Educação Profissional e Tecnológica do Estado do Pará. Para atingir os objetivos propostos no evento, foi constituído o Comitê Científico, formado por professores, pesquisadores e profissionais especialistas das diversas áreas. Esse Comitê desenvolverá um rigoroso processo de avaliação e seleção dos trabalhos, visando garantir a qualidade das contribuições técnicas a serem apresentadas.
O seminário envolve sessões plenárias, proferidas por especialistas renomados, mini-cursos, mesas-redondas e sessões técnicas com apresentações orais e/ou painéis, relacionadas às áreas temáticas do mesmo.
O VII SICTI propõe como tema central do evento: "Os desafios da Ciência, Tecnologia e Inovação na Amazônia" e será realizado no período de 23 a 25/09/2015 no IFPA Campus Conceição do Araguaia. Fonte: Site do IFPA

Pauta da Greve dos Servidores Tec Administrativos das Ifes

 Índice de 27,3% no piso da tabela considerando as perdas de janeiro de 2011 a julho de 2016;
- Aprimoramento da Carreira com correção das distorções, levando em consideração a racionalização, piso e step, o reposicionamento dos aposentados e concurso público via RJU para todas as classes.
- Turnos contínuos com redução da jornada de trabalho para 30 horas, sem ponto eletrônico e sem redução salário;
- Revogação da Lei da EBSERH e FUNPRESP, e concurso público via RJU para os hospitais universitários;
- Democratização das Instituições, tendo como referência o Projeto Universidade Cidadã para os Trabalhadores.
- Creches nas Universidades;
- Nenhum ataque aos ganhos administrativos e judiciais da categoria – pagamento imediato
- Cobrar do governo a efetivação da Política Nacional de Capacitação;
- Educação tem de ser prioridade – suspensão imediata dos cortes nas Instituições de Ensino e recomposição do orçamento;
- Demais itens da última pauta mantidos– art. 30, ON 15 e 16, insalubridade,...

Parauapebas: Policia Federal investiga prefeitura

Policiais ao comando do Ministério Público retiraram documentos da Prefeitura de Parauapebas para investigações de irregularidades e várias fraudes.
Mais informações no Portal www.pebinhadeacucar.com.br

domingo, 24 de maio de 2015

PSOL CRESCE COM O EMPENHO DA MILITÂNCIA


De outubro de 2014 até abril deste ano, o PSOL saltou de 91.326 para 104.845 filiados, tendo um crescimento de 14,80%. Isso coloca o partido no terceiro lugar entre as legendas que mais cresceram após as eleições de outubro do ano passado, ficando atrás somente dos dois partidos mais novos, no caso o Solidariedade e o Pros. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e mostram que o partido saiu mais forte do último processo eleitoral.
Leia, em nosso site, mais informações sobre o crescimento do PSOL:http://bit.ly/1BeXFlf

Programação do CBA 2015: Em Belém!

UNEFAB e DISOP Belga realizam formação sobre histórias digitais no Maranhão

* Damião Soledade

A União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil (UNEFAB) em parceria com o Instituto de Cooperação para o Desenvolvimento Social (DISOP ONG Belga), e com apoio da União das Associações das Escolas Famílias Agrícolas do Maranhão (UAEFAMA) realizam no período de 25 a 29 de maio de 2015, na cidade de Bacabal - MA, uma oficina de formação sobre histórias digitais, para um público composto por agentes multiplicadores (educadores/as e educandos/as).
A formação pretende fazer com que os participantes se motivem a contar histórias digitais através do uso criativo das novas tecnologias de informação e comunicação (TIC´s) num contexto de aprendizagem dentro e fora da sala de aula. A oficina será assessorada pelo educador Bart Vetsuypens, da DISOP Belga e Comundos.
Neste evento está prevista a participação de representações vindas das Associações Regionais das EFA´s integrantes da rede UNEFAB, a saber: Associação das Escolas Famílias Agrícolas de Rondônia (AEFARO), Rede das Associações das Escolas Famílias do Amapá (RAEFAP), Associação Regional das Escolas Família Agrícola do Piauí (AEFAPI), EFA Professor Jean Hébette (Marabá/Pará), EFA Dom Fragoso (Independência/Ceará), EFA´s do Tocantins e Maranhão.

           Histórias digitais é um conjunto de metodologias, que com um novo jeito simples, fácil de usar e acessível para todos/as para darem ampla visibilidade a um fato, movimento social, acontecimento ou fenômeno da vida de uma pessoa e/ou de uma comunidade. Através de uma história digital se pode contar - por meio de montagem de fotos, sons, músicas, intertítulos ou através da própria voz - uma história individual ou coletiva, expressar um ponto de vista crítico ou exaltatório sobre um tema, problema ou fato específico. A técnica é fácil de ser assimilada e usada por pessoas de diferentes idades, níveis de educação e condições sociais. Não requer muito conhecimento anterior, educação formal ou habilidade técnica.

sábado, 23 de maio de 2015

Processo Seletivo Campus Parauapebas

O DIRETOR-GERAL PRÓ TEMPORE DO CAMPUS PARAUAPEBAS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ – IFPA, nomeado pela Portaria nº 792/2015/REITORIA do IFPA, de 15 de maio de 2015, no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público o presente Edital com as informações referentes ao Processo Seletivo para ingresso nos cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio na Forma de Oferta de Ensino Subsequente do IFPA Campus Parauapebas, para ocupação de 80 vagas no 1° semestre de 2015.

Concurso IFPA: Edital com retificação


O edital do concurso do IFPA foi retificado, caíram as exigências de mestrado, permanecendo os diferenciais na prova de títulos.

Acesse o NOVO EDITAL AQUI

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Seleção de profissionais para ATER

A AGROATINS CARAJÁS estará selecionando profissionais: Técnicos em Agropecuária, Sociólogo, Pedagogo, Téc. em Enfermagem, Eng° Agrônomo, Eng° Ambiental, para atuar no Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural - ATER, Zona Rural de Marabá e Itupiranga. A seleção esta prevista para ocorrer no final de Maio/2015.
Os interessados devem encaminhar currículo por e-mail para:
pernambucompa@hotmail.com ou ilker.moraes@hotmail.com.

Àgua: Campanha do Greenpeace!

Lançamos hoje o segundo vídeo da expedição Sem Floresta Não Tem Água, que percorreu principais reservatórios de água da região sudeste. Registramos por terra e pelo ar – com drones - o nível do reservatório e quantidade de floresta do principal símbolo da seca: O Sistema Cantareira.
Salve as Florestas
Ao passar por diversos pontos do principal manancial que abastece a Grande São Paulo vimos muitas nascentes esgotadas, erosão e rios agonizantes. Vimos muito pouca floresta. Sem a mata ao redor, esses corpos d’água ficam desprotegidos e suscetíveis ao assoreamento e a poluição. O Cantareira abastece atualmente 5.6 milhões de pessoas e está operando no volume morto (o restinho do reservatório que fica abaixo do nível de captação e cujo uso pode acarretar risco de saúde à população e a própria sobrevivência do manancial) desde maio de 2014.
Pior: o Cantareira entra na estação seca com nível de água muito abaixo do registrado há um ano. Ou seja, a crise da água não acabou...
Sem floresta não tem água de qualidade. Já estamos pagando a conta por tantos anos praticando o desmatamento. Precisamos acabar com isso e garantir nosso futuro! Quer participar desse movimento? Assine pelo desmatamento zero!
Faça sua parte
Faça parte desse time e juntos vamos impedir que as florestas continuem sendo desmatadas, levando embora a nossa maior garantia de futuro. Junte-se a nós.
Faça sua parte

quarta-feira, 20 de maio de 2015

SEMINÁRIO DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA

O presente seminário fora idealizado com a proposta de articular e promover críticas e debates acerca dos Direitos Humanos e Cidadania na seara acadêmica, social, jurídica, familiar e dentre muitas outras. Vivemos em um mundo globalizado e predominantemente capitalista, onde o império patronal, opressor, machista e sectarista ainda vigora. Neste contexto é que se construiu este Seminário como fruto do Programa de Extensão denominado DIREITOS HUMANOS DA MULHER E JUSTIÇA RESTAURATIVA, coordenado pela Professora Doutora Lorena Santiago Fabeni que tem como fim último oferecer na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, em parceria com Centro de Assessoria Jurídica Popular – CEAJUP, que já é um programa de extensão; e o Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade de Direito - NPJ, atendimento à mulher em situação de violência doméstica. 
O Evento tem como finalidade levar à seara acadêmica e social discussões  e debates para esclarecimentos e apropriação temática em torno dos Direitos Humanos e Cidadania. Acreditamos que a melhor maneira para o alcance de fato de uma sociedade justa, fraterna e organizada é o debate e a reflexão dialética acerca das mazelas sociais que nos atingem. O Seminário contará com a participação massiva da Comunidade Acadêmica, Sociedade Civil Organizada, membros da Defensoria Pública,   docentes da UNIFESSPA—Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará em parceria com o PPGD/ Programa de PÓS graduação em Direito vinculado a UFPA—Universidade Federal do Pará.
Entre os temas abordados estarão:  
“Intervenção Penal, Segurança Pública e Direitos Humanos”, “Violência Doméstica Contemporânea”, “Meio Ambiente do Trabalho e Saúde do Trabalhador”, “Diálogo Judicial como Forma de Proteção de Direitos Humanos”, “Aspectos Importantes Sobre a Redução da Maioridade Penal” e “Desafio do Direito Ambiental na Era dos Direitos Humanos”

Programação do dia 21 de maio

21/05/2015 (1° Dia)
12:00 h às 14:00 h—Credenciamento    
Local: Auditório do Fórum de Marabá—PA

14:30 h às  16:15 h— Mesa I:  
“Intervenção Penal, Segurança Pública e Direitos Humanos”
Facilitadores:
Ana Célia Bentes Hamoy (UFPA/PPGD)
Verena Holanda de Mendonça Alves (UFPA/PPGD)
Debatedor: José Erickson Rodrigues (Defensoria Pública do Estado do Pará)

16:30 h às  18:15 h-Mesa II:  
“Violência Doméstica Contemporânea”
Facilitadora:
Lorena S. Fabeni (UNIFESSPA/FADIR)
Debatedoras:  Ana Célia Bentes Hamoy (UFPA/PPGD)        
Verena Holanda de Mendonça Alves (UFPA/PPGD)

18:30 h às  20:15 h-Mesa III:  
“Meio Ambiente do Trabalho e Saúde do Trabalhador”
Facilitadores:  
Haroldo Gaia (Pres. da Subseção da OAB Marabá )
Rejane Pessoa de Lima (UNIFESSPA/FADIR)
Debatedor: Prof ª. Andreia Vilhena

Programação do 22 de maio

22/05/2015 (2° Dia)

14:30 h às  16:15 h— Mesa IV:  
“Diálogo Judicial como Forma de Proteção de Direitos Humanos”
Facilitadores:  
Lígia Chiari Albuquerque (UFPA/PPGD)
Neiylton Oliveira  (UFPA/PPGD)
Raimunda Regina F. Barros (UNIFESSPA/FADIR)

16:30 h às  18:30 h— Mesa V:  
“Aspectos relevantes Sobre a Redução da Maioridade Penal”
Facilitadores:  
Jorge Ribeiro (UNIFESSPA/FADIR)
Debatedores:  Eduardo Antonio Teixeira (Juiz de Direito da Vara da  Infância e Juventude)      
Francisco Vilarins (Advogado)

18:45 h às  20:30 h— Mesa VI:  
“Desafio do Direito Ambiental na Era dos Direitos Humanos”
Facilitadores:  
João Olégario (UFPA/PPGD)
Maurício Nunes (UFPA/PPGD)
Yã Góes (UFPA/PPGD)

PROEX LANÇA EDITAL PARA CONCURSO DE SELEÇÃO DA LOGOTIPO/MARCA DA UNIFESSPA


A Pró-Reitora de Extensão e Assuntos Estudantis (PROEX) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – UNIFESSPA, através da Portaria Reitoria No 110/2014, DOU - Seção 2, No 65 de 04 de Abril de 2014 e no uso de suas atribuições, torna público a abertura das inscrições e estabelece normas para a realização do Concurso de Seleção de marca/Logotipo que represente a identidade institucional da UNIFESSPA, o qual será utilizado como símbolo oficial desta Universidade.
Na última sexta-feira, 03 de abril de 2015, a PROEX - Pró-Reitora de Extensão e Assuntos Estudantis, lançou Edital nº 001/2015 - PROEX - CONCURSO, para submissão de propostas
 e seleção do logotipo a ser adotado como identidade visual pela UNIFESSPA. 
Poderão participar do Concurso qualquer pessoa física ou jurídica, sendo que cada candidato
 poderá participar com a inscrição de até 02 (duas) proposições que devem ser originais
 e inéditas, de autoria ou coautoria do responsável pela inscrição. A proposta vencedora
 receberá o prêmio no valor de R$20.000,00 (vinte mil reais).
As inscrições das propostas deverão ser realizadas no período de 18/05/2015 a 10/07/2015.


Saiba mais e conheça as condições de participação acessando o  Edital N° 001/2015 (CONCURSO) - PROEX em Editais

Nota Oficial sobre o Incêndio no Prédio do Arquivo Público


20 de maio de 2015
A respeito do incêndio que destruiu documentos do Arquivo Municipal na noite desta terça-feira (19), a Prefeitura Municipal de Marabá tem a declarar:
1) O prédio atingido pelas chamas guardava papéis de administrações passadas, como documentos funcionais; informações de assentos de funcionários antigos falecidos, demitidos ou aposentados; atas de reuniões, livros de ponto antigos, frequências; e prestações de contas. Nenhum, porém do atual governo.
2) No início do atual Governo, a Secretaria Municipal de Administração solicitou ao Corpo de Bombeiros um laudo sobre a situação do prédio do Arquivo Público. Porém, o órgão não pode emitir o laudo porque na Secretaria de Obras não foram encontradas as plantas da edificação, muito menos os projetos hidráulico e elétrico.
3) Diante disso, tendo em vista que os demais prédios daquele Centro Administrativo em que estavam localizadas várias secretarias também apresentavam condições precárias, o Governo Municipal ficou preocupado com a segurança de servidores e documentos e tomou a decisão de retirar daquele local os órgãos e pastas que ali funcionavam. Transferiu para o antigo prédio da Caixa, na Marabá Pioneira, o Serviço de Atendimento ao Cidadão (Saci) e a Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Semac), além da Secretaria Municipal de Comércio, Indústria, Ciência, Tecnologia e Mineração (Sicom) e Procon. E também transferiu para a Velha Marabá o Sistema Nacional de Emprego (Sine).
4) Mais recentemente, retirou do antigo Centro Administrativo a Secretaria Municipal de Gestão Fazendária (Segfaz), que mudou para o mesmo prédio em que funciona a SDU, na VP-08, Folha 26, e para onde irão, nos próximos dias, a Secretaria Municipal de Administração (Semad), a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin), a Controladoria Geral do Município (Congem), Comissão Permanente de Licitação e Comissão Processante.
5) Quase a totalidade da documentação referente à Secretaria Municipal de Educação (Semed) já havia sido retirada do prédio do Arquivo Municipal e transferida para local seguro.
6) As causas do incêndio serão apuradas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Centro de Perícias Científicas (CPC), que emitirão laudos revelando o que causou o fogo.
7) A Prefeitura de Marabá agradece o esforço do Corpo de Bombeiros em debelar as chamas, assim com a imediata colaboração do Exército, Infraero e empresas parceiras da administração que enviaram caminhões-pipa para ajudar a combater o incêndio, que, infelizmente, consumiu valiosa documentação.
ASCOM/PMM

terça-feira, 19 de maio de 2015

Arquivo Municipal de Marabá em chamas: Tragédia

Informações dão conta de que neste momento (21:40) o Arquivo Municipal de Marabá está em chamas.

Um descaso do atual governo que não soube zelar pelo patrimônio público

Foto Wendel Bezerra

Deixa nosso Rio passar!


Através de dança, percussão e teatro, 12 jovens artistas de Cabelo Seco afirmam o poder de suas raízes afro-indígenas para resistir a sedução dos gigantes e dramatizar sua opção de permanecer na sua comunidade para preservar uma Amazônia livre de ganância.

Venha celebrar o Dia da África e a coragem de defender a Mãe Terra nessa apresentação inspiradora!
Participe!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Novo livro do Airton Souza

Dia 21 de Maio Lançamento Livro Airton Souza em Marabá.
Olá amigos Dia 21 de maio em Marabá a partir das 19 Horas Coquetel de Lançamento do Livro do escritor Airton Souza.
Local: Biblioteca das Artes - Arma.
Rua Aquilino Sanches nº 110 Novo Horizonte 

Trabalhadores rurais nos trilhos

Trabalhadores Rurais ligados a Fetraf Pará realizam manifestação interditando trilhos da ferrovia no km 06 e impedindo o trânsito do trem que escoa o minério de ferro explorado pela Vale.
Não há previsão de saída do local e os manifestantes convocam os demais movimentos sociais para ocuparem a ferrovia.

Sobre a Vale


Maior produtora mundial de minério de ferro e segunda no mundo quanto ao níquel, a Vale extrai e vende muitos outros minérios, além de escoar outros preciosos recursos da natureza. Possui um poderoso sistema de logística, pelo qual comercia com dezenas de países no mundo.
“Segunda maior mineradora do mundo, uma das 30 maiores companhias públicas negociadas no mundo e a maior empresa privada na América Latina”. É assim que a própria Vale se apresenta.
Um gigante, que pisa porém em cima dos direitos e da vida de comunidades e territórios no mundo inteiro.
A privatização da Vale, em 1997, subavaliou de até 74% o valor de suas reservas, com prejuízos de bilhões para o patrimônio público.
Nas próprias palavras do administrador executivo da época, a empresa valia 40 bilhões de dólares, mas foi vendida a um preço 28 vezes inferior! (Texto Justiça nos Trilho)

domingo, 17 de maio de 2015

TERRENO DA ALPA É OCUPADO!



Área do Distrtio Industrial III que seria utilizado para as instalações do projeto Aços Laminados do Pará (Alpa) e da ALINE, foi ocupado na madrugada deste domingo (17) por mais de 300 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto.
A área de aproximadamente 1.035 hectares fica localizado as margens da Rodovia BR 230 sentido Itupiranga. Os ocupantes ja começaram a demarcar os lotes para a construção de moradias.
As famílias necessitadas decidiram ocupar o terreno que não tinha qualquer função social, pois além de ter sido uma desapropriação feita pelo Estado para uma empresa particular, a área estava sem serventia, 
Os trabalhadores sem teto dizem que vão continuar no local e construir suas casas e lutar junto ao governo do Estado e Federal para que toda área seja doada para moradia.

Aparelho Repressor
A Polícia Militar já vinha monitorando a área através do P2, no entanto, não foram suficientes as informações araponguistas para que os mesmos evitassem a ocupação.
Já a Valer tomar as medidas legais para a reintegração de posse da área junto à justiça nos próximos dias.

18 de Maio a Violência Infanto Juvenil


17 de Maio de combate a Homofobia


sexta-feira, 15 de maio de 2015

ELDORADO DO CARAJÁS: Prefeito afastado!

A juíza da comarca de Curionópolis, Dra. Priscila Mamede Mousinho determinou o afastamento do prefeito de Eldorado dos Carajás, Divino Alves do Campo - DIVINO DO POSTO e do seu secretário de educação Augusto Cesar, por 90 (noventa) dias. A magistrada acatou o pedido do Ministério Público do Pará que solicitou o afastamento das autoridades por improbidade administrativa.

Além do afastamento por 90 dias, a juíza  mandou bloquear todos os bens e as contas do prefeito e do secretário de educação. Determinou também a quebra do sigilo fiscal e bancário da empresa D.A Costa, suspeita de negócios suspeitos com a administração daquele município.

Apelo pelo cumprimento do acordo internacional aos sobreviventes da chacina da Fazenda Ubá


Edmilson Rodrigues deputado federal foto Gustavo Lima Camara dos Deputados (49)
Senhor Presidente,
Senhoras Deputadas,
Senhores Deputados:
Trago ao conhecimento da sociedade brasileira um grave caso de violação aos direitos humanos em nosso país. Um acordo internacional que beneficia familiares das vítimas da chacina na Fazenda Ubá, ocorrido no Pará na década de 1980, não está sendo cumprido pelas autoridades brasileiras, cinco anos depois de assinado perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, cuja sede fica em Washington (EUA), em 2010.
O acordo previa o repasse de lotes a oito famílias sobreviventes e o assentamento delas na própria fazenda, localizada em São João do Araguaia, no sudeste do Pará. Este massacre chocou a opinião pública internacional. Entre 13 e 18 de junho de 1985, pistoleiros armados mataram oito pessoas, incluindo um adolescente e uma mulher grávida, que haviam ocupado um castanhal da família do fazendeiro José Edmundo Ortiz Vergolino, na Fazenda Ubá. As vítimas eram trabalhadores rurais sem terra que reivindicavam inclusão no programa de Reforma Agrária do governo federal.
Venho aqui apelar à presidenta Dilma que expeça ordem de cumprimento do acordo. Não é possível que o Executivo desrespeite um acordo internacional e que assim deixe de reconhecer a gravidade de um crime bárbaro e sua necessidade de urgente reparação. Também endosso pedido do defensor interamericano brasileiro junto a Associação Interamericana de Defensoria Pública (Aidef), o paraense Carlos Eduardo Barros da Silva, para que o relator da deste órgão venha ao Brasil e aqui realize uma audiência pública para que seja discutido o abandono das famílias. Ainda, por ser uma demanda absolutamente justa, apoio a solicitação da Defensoria Pública para que se garanta a participação de representantes dos trabalhadores rurais na comissão nacional de combate à violência no campo, além da reparação material e moral pelas violações sofridas.
Não é admissível que brasileiros sigam sendo vítimas de assassinatos por lutarem por um pedaço de terra para o sustento de suas famílias. Ainda mais inadmissível é que nosso próprio governo seja incapaz de reconhecer essa barbaridade e dar as costas a um acordo que prevê o mínimo de dignidade a oito famílias que já tiveram tantas perdas.
Por tudo isso, apelo com veemência para que a Presidência da República determine o cumprimento imediato e integral dos termos do acordo junto à Comissão Interamericana de Direitos Humanos para a reparação aos sobreviventes da chacina da Fazenda Ubá.
Edmilson Rodrigues
Deputado Federal PSOL/PA

Parauapebas: PSOL - Plenária Municipal


PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE
DIRETÓRIO MUNICIPAL DE PARAUAPEBAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO
O Presidente do Diretório Municipal do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade Parauapebas/Pará), convoca todos os seus filiados para a plenária municipal no dia 23 de Maio de 2015, às 14 horas, no seguinte local: auditório da antiga câmara (frente à praça de eventos), tendo como pautas:
1) Eleição da composição do novo diretório;
2) Debate da conjuntura da política nacional e local;
3) Novas filiações.

Parauapebas - Pa 13 de Maio de 2015.
Afonso Gilberto dos Santos
Presidente do Diretório Municipal de Parauapebas

TV Cultura Digital

A partir de hoje, a TV Cultura passa a ser sintonizada em HD no canal 6 da TV Digital.goo.gl/6zdNxe

Mapa da Violência

Maioria na população brasileira, os negros também são as principais vítimas das mortes provocadas por arma de fogo no país, conforme levantamento mais recente do Mapa da Violência 2015, que será divulgado hoje (14), em Brasília. Das 39.686 vítimas de disparo de qualquer tipo de arma de fogo, em 2012, 28.946 eram negros e 10.632, brancos – a diferença nos números mostra que as vítimas desse tipo de morte foram 2,5 vezes mais de negros do que de brancos. Para cada grupo de 100 mil habitantes, a taxa de vítimas da cor branca ficou em 11,8 óbitos, enquanto a de negros registrou 28,5 mortes para cada 100 mil habitantes, diferença de 142%.
O levantamento usa dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, que registra as declarações de óbito expedidas em todo o país. Para o determinar o recorte racial das vítimas de armas de fogo, o estudo considera as opções dadas pelos entrevistados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – branca, preta, parda, amarela ou indígena – na elaboração dos censos demográficos. Enquanto a série histórica do Mapa da Violência compreende o intervalado entre 1980 e 2012, a classificação das mortes por arma de fogo conforme a cor da pele é feita desde 2002.
Na comparação por unidades da Federação, Alagoas e Paraíba destacam-se pela "seletividade racial" nos homicídios por arma de fogo. Nesses locais, a diferença superou 1.000%. “Para cada branco vítima de arma de fogo nesses estados, morrem proporcionalmente mais de 10 negros, vítimas de homicídio intencional”, informa trecho do levantamento. “Não preocupa só a trágica seletividade de negros e de jovens nesses homicídios, incomoda muito mais verificar a tendência crescente dessa seletividade ao longo dos últimos anos”, destaca o documento. Das 27 unidades federativas, de acordo com o Mapa da Violência 2015, apenas no Paraná o número de brancos vítimas de armas de fogo é maior do que o de negros.
Para o autor do Mapa da Violência, Julio Jacobo Waiselfisz, a prevalência das mortes violentas da população negra está relacionada à falta de políticas públicas de proteção dessa parcela da população e ao recrudescimento das políticas de desarmamento. “[A morte de jovens negros] está associada a várias coisas, à falta de políticas públicas de proteção da população, que são direcionadas  aqueles setores mais ricos que são, majoritariamente, brancos. Ali tem mais policiamento, mais proteção, enquanto nos bairro nos bairros das periferias urbanas não têm segurança pública nem privada. É um salve-se quem puder”, disse o sociólogo à Agência Brasil.
Conforme mostra o Mapa da Violência, enquanto as taxas de homicídios de brancos por arma de fogo caíram de 14,5 para 11,8 em 100 mil brancos, entre 2003 e 2012, os números em relação aos negros no mesmo período subiram de 24,9 para 28,5. “Com esse ritmo marcadamente diferencial, a vitimização negra do país, que em 2003 era de 72,5%, em poucos anos duplica: em 2012 já é de 142%”, destaca o levantamento, elaborado pela Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (FLACSO), em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil.
“São jovens pobre, negros, da periferia urbanas, sujeitos ao arbítrio das polícias, das balas perdidas entre traficantes ou a eles mesmos, em uma das poucas alternativas de trabalho e ocupação que é o próprio tráfico de drogas. Há uma constelação de fatores que está levando que nossa juventude, a juventude negra seja um material de consumo dessa chacina”, disse o sociólogo.

Fonte: Diário do Pará