sábado, 28 de fevereiro de 2015

Educação em debate

Ocorreu ontem 27 de fevereiro  mais uma audiência pública na Assembleia Legislativa de SP para dar continuidade à luta pelo reconhecimento do trabalho dos professores ‘Categoria O’ da rede estadual de ensino.
...
O debate foi às 19 horas no Plenário José Bonifácio e, na opinião do parlamentar — membro titular da Comissão de Educação e Cultura —, serviu para dar voz e reforçar os pleitos destes profissionais da Educação, cobrar do governo estadual dignidade no tratamento dado à categoria, respeito às leis trabalhistas, melhores salários e condições de trabalho, fim da quarentena, acesso ao Hospital do Servidor Público Estadual e ao SPPrev.
Participaram da audiência grupos organizados de luta pelos professores ‘categoria O’ e docentes da rede, e estão sendo convidados a Secretaria da Educação e a APEOESP. “Não é mais possível manter afastados da rede estadual professores que trabalham tanto quanto os das demais categorias por conta de quarentena, muito menos alijar destes os direitos trabalhistas aos quais os demais profissionais da Educação têm. Temos que continuar a luta para que os professores ‘Categoria O’ sejam, de fato e de direito, reconhecidos como docentes do ensino público, com direitos trabalhistas, remuneração, carreira e dignidade no exercício da profissão, como todos os professores também devem ter”, diz Giannazi.

Só pra não esquecer: FHC e a compra da reeleição!

Testemunhos de jornalistas e deputados revelam como o presidente Fernando Henrique comprou sua reeleição: 'Ele pagava propina em 

Campanha em defesa dos moradores de rua!

A população em situação de rua possui em comum a pobreza, os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e a inexistência de moradia convencional regular,... utilizando os logradouros públicos como espaço de moradia e de sustento, de forma temporária ou permanente, bem como as unidades de acolhimento para pernoite temporário ou como moradia provisória.
Essas pessoas sofrem com o preconceito, a violência e a invisibilidade. A SDH desenvolve ações para a prevenção da violência contra a população em situação de rua, divulgando e incentivando a criação de serviços, programas e canais de comunicação para denúncias de maus tratos e para o recebimento de sugestões para políticas voltadas à população em situação de rua, garantindo o anonimato dos denunciantes. O Disque 100, serviço de utilidade pública da SDH, recebeu aproximadamente 500 denúncias de violações de direitos humanos contra a população de rua em 2014

O que é a Operação Lava Jato?

A operação Lava Jato é a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve. Estima-se que o volume de recursos desviados dos cofres da Petrobras, maior estatal do país, esteja na casa de bilhões de reais. Soma-se a isso a expressão econômica e política dos suspeitos de participar do esquema de corrupção que envolve a companhia.

Lei com detalhe AQUI

PCB não participa de atos governistas


Está sendo convocado, na internet, para o dia 13 de março, um conjunto de atos públicos, com extensa pauta. Entre as diversas entidades e partidos políticos que assinam a convocação, na versão que vem sendo veiculada, consta, ao lado do PT e outras agremiações que se situam no campo governista, o Partido Comunista Brasileiro.
Nesse sentido, a Comissão Política Nacional do PCB vem a público comunicar que o partido não participará desse at...o e, portanto, não autoriza a inclusão de nossa sigla na lista de entidades promotoras.
Nos próximos dias estaremos divulgando uma nota política sobre as razões de nossa não participação nesses atos e sobre os temas neles referidos.
PCB – Comissão Política Nacional
Rio, 27 de fevereiro de 2015

CPI do HSBC

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) conseguiu o apoio de 31 colegas para abrir uma CPI para investigar suspeitas de sonegação fiscal por meio de contas no HS...BC, na Suíça. São quatro assinaturas a mais que o mínimo necessário para instalação de uma comissão parlamentar de inquérito.
Saiba mais http://bit.ly/18pBr8y

Os federais do Pará que são réus em processos



Três deputados federais paraenses aparecem como réus em processos que tramitam em várias instâncias do Judiciário, segundo levantamento feito pelo portal G1.
Éder Mauro, que é parlamentar em primeiro mandato, eleito pelo PSD, responde pelo crime de tortura, conforme o Processo nº 0017859-70.2009.8.14.0401, que tramita na Justiça Estadual.
José Bengtson, reeleito pelo PTB, é acusado de formação de quadrilha, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e fraude em licitação, em processo que tramita sob segredo de Justiça no Supremo Tribunal Federal (STF).
Wladimir Costa, do Solidariedade, figura como réu no Processo nº 686.2015.614.0000, que tramita no Tribunal Regional Eleitoral e apura o crime de captação ou gasto ilícito em campanha eleitoral.
Éder Mauro disse ao G1 que o caso se refere a uma quadrilha que praticava crime de extorsão contra um juiz e que, após serem presos, denunciaram ter sofrido tortura na polícia. Segundo ele, outros policiais foram absolvidos em primeira instância. O Ministério Público recorreu.
O petebista Josué Bengtson mencionou casos de escândalos com parlamentares que foram ‘massacrados’ e depois absolvidos e disse que não vive pautado pela Imprensa. “Eu fui reeleito e estou reeleito para fazer o meu trabalho”, afirmou. “Deixa a Justiça apurar, está na mão da Justiça. Eu não vou fazer pré-julgamento nem você.”
Por meio de seu advogado, Bruno Guedes, o deputado Wladimir Costa disse que ainda não houve notificação e que a prestação de contas do deputado ainda aguarda decisão do relator.

Fonte original: Blog Espaço Aberto (03/02/2015)

Delegado no DETRAN PA: Jatene policia órgãos!

Abaixo, o decreto publicado de nomeação do novo diretor do Detran, Nilton Atayde.

Menores de seis anos não podem estudar no ensino fundamental

A Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reformou acórdão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) que admitiu o acesso de crianças menores de seis anos de idade ao ensino fundamental em Pernambuco.
A decisão que admitiu a matrícula de menores de seis anos, mediante comprovação de capacidade intelectual por meio de avaliação psicopedagógica, foi tomada em julgamento de ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal contra os critérios fixados nas Resoluções 1 e 6 do Conselho Nacional de Educação (CNE).
Os dispositivos estabelecem que, para ingressar na primeira série do ensino fundamental, a criança deverá contar com seis anos de idade completos até o dia 31 de março do ano a ser cursado. (Fonte STJ)

Penalidade pra quem vender Bebida Alcoólica

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (24), o Projeto de Lei 5502/13, do Senado, que tipifica como crime, no Estatuto da Criança e do Adolescente (8.069/90), a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.
O texto prevê detenção de dois a quatro anos e multa de R$ 3 mil a R$ 10 mil pelo descumprimento da proibição. A matéria será enviada à sanção presidencial

DÍVIDA ILEGÍTMA E IMPAGÁVEL


Dívida Pública pode chegar a 2,6 trilhões em 2015

Os números da dívida pública federal brasileira confirmam que o esforço para o seu pagamento se assemelha ao esforço de enxugar gelo. Apesar dos sucessivos superávits primários, obtidos por meio de arrochos fiscais e corte de gastos públicos, a dívida continua sendo impagável.
...
De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional, a dívida pública pode chegar ao patamar máximo de R$ 2,6 trilhões no fim deste ano – R$ 305 bilhões a mais em relação ao fechamento de 2014. Ano passado a dívida cresceu 3,94%, mesmo após o país ter pagado R$ 251 bilhões somente de juros – o equivalente a dez anos do gasto com o programa Bolsa Família – o mais extenso programa social brasileiro.
Estes números reforçam a necessidade de o país promover uma auditoria de sua dívida pública, com o intuito de identificar os contratos fraudulentos e reduzir seu valor bruto e o impacto dos altos juros.
O povo brasileiro não pode continuar pagando uma dívida ilegítima, à custa do empobrecimento do país e da piora das condições de vida.
Mandato Ivan Valente.
Infográfico: Felipe Plauska
Ver mais
·

Imagem da semana




30 HORAS PARA OS PSICÓLOGOS E PSICÓLOGAS!


O deputado Edmilson Rodrigues e os demais parlamentares da bancada do PSOL receberam um grupo de psicólogos na tarde de hoje (24), em Brasília. Eles pedem a derrubada do veto nº 31/2014 que barrou o projeto de Lei 3338/08 que fixa a carga horária máxima de trabalho destes profissionais em 30 horas semanais, proibindo a redução de salário. 
Ontem pela redes sociais, Edmilson manifestou publicamente o seu voto: "O direito a trabalhar 30 horas semanais sem redução de remuneração é inalienável e já garantido às várias categorias da área da saúde. Em respeito ao povo e em respeito aos profissionais, vamos dizer não ao veto presidencial que tenta tirar desta importante categoria, esse direito", afirmou o deputado.

DERROTAR A PEC 215 É QUESTÃO DE HONRA PARA O POVO BRASILEIRO


O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL/PA) ocupou a tribuna da Câmara para reafirmar o seu posicionamento contra a PEC 215, na tarde desta quarta (25). Trata-se de mais uma tentativa de violação dos direitos dos os povos indígenas, pois pretende transferir do Executivo para o Congresso a prerrogativa de criar e modificar demarcações de terras indígenas, quilombolas e de áreas de proteção ambiental.
"Em 2014, tivemos uma vitória: a PEC 215, que passa do Poder Executivo para o Legislativo a competência para demarcação de terras indígenas foi arquivada. Mal começou o ano legislativo e logo foi desarquivada. Mas não permitiremos essa violência contra os povos indígenas. Essa PEC coloca em risco a possibilidade de um futuro justo, democrático e feliz a esses povos. Aqui na Câmara, há uma força opressiva para que seja aprovada. Contamos com a força da sociedade civil e com os povos indígenas para que enfrentemos essa guerra", afirmou Edmilson.

COMBATE AO TRÁFICO HUMANO

 O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL/PA), pronunciou-se sobre a importância do PL 7370-14, aprovado na sessão desta quinta (26), que traz várias mudanças na legislação para coibir o tráfico nacional ou internacional de pessoas, como o acesso facilitado a dados de telefonia e internet. A matéria será analisada ainda pelo Senado. "Fui proponente de uma CPI no Pará. Aqui se trata de tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, de exploração do trabalho, trafico de crianças, de pessoas de vários sexos, é um crime atroz. A dimensão deste crime, já mapeado pela ONU é o crime de tráfico de órgãos. Crianças estão sendo mortas como chegamos a indicar no Pará", afirmou Edmilson.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Deputados da CPI da Petrobras foram financiados pelas empresas investigadas



Dos 15 deputados já indicados para apurar desvios na Petrobras, ao menos 10 tiveram suas campanhas eleitorais financiadas por empresas que estão sob suspeita. Segundo matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo, deste domingo (22), deputados escolhidos pelos partidos para apurar, na Câmara, o esquema de corrupção envolvendo a Petrobras receberam, em 2014, R$ 1,9 milhão em doações eleitorais de empresas citadas na Operação Lava Jato.
O levantamento do jornal considerou a prestação de contas dos candidatos disponibilizada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Empreiteiras como a Andrade Gutierrez, Odebrecht, OAS, UTC, Carioca Engenharia, Galvão Engenharia e empresas do Grupo Queiroz Galvão estão entre as grandes doadoras. Elas são apontadas pelo Ministério Público e já foram citadas pelos delatores como integrantes de um cartel.
O presidente da CPI, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), teve 60% de sua última campanha paga com recursos dessas empresas, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (25), na Folha de São Paulo. Em 2014, Motta recebeu R$ 451 mil da Andrade Gutierrez e da Odebrecht. Ele arrecadou um total de R$ 742 mil para sua campanha.
O relator, deputado Luiz Sérgio (PT/RJ), cuja indicação ainda será aprovada pela Comissão, recebeu R$ 962,5 mil das empresas Queiroz Galvão, OAS, Toyo Setal e UTC, o que representa 39,6% da receita de sua campanha.
“O PSOL se orgulha de ser o único partido, dos que elegeram representantes no Congresso Nacional, que não recebeu dinheiro de nenhuma empreiteira. Há muito estamos denunciando que o financiamento privado de campanha é a raiz da corrupção no Brasil. É inadmissível que parlamentares que tenham recebido recursos das empresas investigadas possam continuar como membros da CPI para apurar os desvios denunciados”, explica Ivan Valente.
Mandato Ivan Valente PSOL-SP

O que o PMDB não disse no dia 26?

O presidente da Câmara, EduardoCunha (PMDB-RJ), anunciou um pacote de bondades para os colegas que, apenas este ano, vai custar R$ 112,7 milhões. Você pagará até o passeio de mulher de deputado http://www.correiobraziliense.com.br/

CPI DA PROPINA NA PETROBRAS COMEÇA EM ÁGUAS PROFUNDAS E OBSCURAS


Foi rejeitada a Questão de Ordem do PSOL, apresentada por Ivan Valente, exigindo que não participassem da CPI deputados que tiveram campanhas financiadas por empreiteiras investigadas na Lava Jato.
Apenas o PPS apoiou a nossa iniciativa. Todos os outros partidos, do PT ao PSDB, defenderam a "isenção" e "independência" dos seus membros indicados, mesmo reconhecendo que receberam alta grana das empreiteiras propineiras.
Juram que vampiro pode gerenciar banco de sangue. Pelo que aqui foi dito, muitos receberam "ajuda" da OAS, Camargo Correa, Sanko, Engevix, Galvão Engenharia, Mendes Junior, UTC e Toyo Setal. Dá para acreditar numa CPI em que "inquisidores" e "inquiridos" têm relações tão carnais?

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Trabalhadores da empresa Transbrasiliana entram em Greve


Depois de varias negociações com objetivo de não atrapalhar o usuário interestadual e buscando o direito do trabalhador a categoria de trabalhadores da empresa Transbrasiliana Setor Marabá decidiu entrar em greve nesta terça feira dia 24 de Fevereiro por tempo indeterminado até que a empresa possa resolver as reivindicações do trabalhador que são: Reativação do plano de saúde que foi cancelado pela empresa; Cesta básica... de alguns trabalhadores que foi cortada; Trabalhador que foi demitido a mais de 40 dias e nunca recebeu seus direitos; Melhoria da Frota que hoje se encontra sucateada o que traz enorme perigo para os passageiros e o trabalhador rodoviário. Gostaria de pedir desculpa pelo transtorno aos passageiros que precisam viajar mais a greve foi á ultima alternativa para a solução desses problemas que se arrastão há vários meses. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Sul e Sudeste do Pará (Sintrarsul) apoia integralmente a reivindicação dos trabalhadores. - Texto José Sidney
Ver mais
Foto de José Sidney.
Foto de José Sidney.


Concurso para professores UNIFESSPA


A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) abriu inscrições para o concurso público que se destina ao preenchimento de 55 vagas de professor da Carreira do Magistério Superior do seu quadro permanente. O concurso será de Provas e Títulos definidos pelas normais do Edital nº 04/2015 já publicado no Diário Oficial da União. O concurso será coordenado pela Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoal e pelo Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) da Unifesspa.
As vagas do concurso de professor estão distribuídas nos campus de Marabá no Instituto de Estudos em Saúde e Biológicas (IESB), no Instituto de Geociências e Engenharias (IGE), no Instituto de Ciências Exatas (ICE), no Instituto de Linguística, Letras e Artes (ILLA), no Instituto de Ciências Humanas (ICH), no Instituto de Estudos em Desenvolvimento Agrário e Regional (IEDAR) e para os Campi de Santana do Araguaia (Instituto de Engenharia do Araguaia - IEA), Xinguara (Instituto de Estudos do Trópico Úmido-IETU), São Félix do Xingu (Instituto de Estudos do Xingu -IEX) e Rondon do Pará (Instituto de Ciências Sociais Aplicada - ICSA).
Os professores terão que ter dedicação exclusiva (40 horas). No caso de Professor Adjunto Classe A (Doutor) o vencimento bruto é de R$ 8.639,50. No caso de Professor Assistente Classe A (Mestre) o vencimento bruto é de R$ 5.945,98. Nos dois casos estão inclusos o vencimento básico e a retribuição por titularização, previstos em lei.

Nesta quinta tem Audiência Pública: “meninos do trem”


Data:
  25 de fevereiro (quarta-feira)
Hora:  13h
Local: Câmara Municipal de Marabá
Assunto: Audiência Pública “Meninos do Trem”
Sugestão de Entrevista: Promotora de Justiça Lilian Freire


O Ministério Público do Estado do Pará, por meio da 9ª e 10ª Promotorias de Justiça da Infância e Juventude de Marabá (PJIJ), realizará nesta quarta (25), à partir das 13 horas, a Audiência Pública “Meninos do Trem”, no plenário da Câmara municipal de Marabá.

O principal objetivo da audiência: Expor a problemática dos “meninos do trem” e provocar um debate público sobre o assunto.

O engenheiro ferroviário canadense, James R. Bertrand exibirá suas impressões e sugestões acerca do assunto, considerando a a auditoria e inspeção “in loco” que realizou ao longo da Estrada de Ferro Carajás (EFC) no período de 8 a 21 de fevereiro de 2014.

O feito conhecido como “Meninos do Trem” constitui-se na prática de embarques e desembarques clandestinos realizados por crianças e adolescentes nos vagões dos trens de minério da Empresa Vale S.A. Trem que comporta 330 vagões considerado o maior trem do mundo.

Estes se deslocam de cidade para outra, atravessando os Estados Pará e Maranhão, submetendo-se a riscos como contaminação pelo minério, sufocamento, atropelamentos, entre outros.

Clique AQUI para ler mais sobre o assunto.

Programação da Audiência

~ 25/02/2015 ~



13h – Credenciamento
14h – Cerimônia de Abertura
14h15 – Exposição do Fenômeno Meninos do Trem
15h – Apresentação do Plano de Segurança da EFC pelo representante da Vale S/A
16h – Participação do Engenheiro Ferroviário James R. Bertrand
17h – Manifestação dos Representantes da Sociedade
19h – Encaminhamentos Finais
20h – Encerramento

Clique AQUI para acessar o Folder, Edital e Regimento da Audiência.



Assessoria de Imprensa
Ministério Público do Estado do Pará

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Trajetórias das Mulheres Negras no Brasil

  • Abertas as inscrições para o curso gratuito “Trajetórias das Mulheres Negras no Brasil”: Estão abertas as inscrições para o curso "Produção Intelectual de Mulheres Negras – Trajetórias das Mulheres Negras no Brasil", organizado pela Associação Mulheres de Odun (AMO). Realizado no âmbito das ações do Prêmio Lélia Gonzalez, o curso trata das produções de mulheres negras em vários períodos da história brasileira, relacionando com a trajetória geral das mulheres no Brasil. As inscrições vão até o dia 28 de fevereiro e podem ser feitas pelo site www.amoead.com.br . O curso tem início no dia 9 de março e será realizado na modalidade à distância, gratuitamente. http://www.seppir.gov.br/…/abertas-as-inscricoes-para-o-cur


Água cara!

A VISCOFAN PAGA R$ 3,47, NAO FALTA ÁGUA, GASTA O SUFICIENTE PARA ABASTECER 5000 FAMÍLIAS E VOCE PAGA R$ 13,97 E FICA SEM ÁGUA? 

Divulgado parte dos 500 contratos de privilégio chamados de DEMANDA FIRME que a Sabesp tem com "clientes especiais". Neles, quanto mais esses usuários gastam, menos eles pagam. Para se ter ideia, a VISCOFAN, fábrica de celulose, consome por mês o suficiente para abastece...r 5000 famílias e no lugar de pagar R$ 13,97 reais por metro cúbico de água, paga menos de 1/4, ou seja, R$ 3,41. O SHOPPING ELDORADO, que consome o suficiente para abastecer 1500 famílias, paga R$ 6,27. Para esses lugares, nunca falta água.

São fábricas de celulose, shoppings, hotéis, clubes de golf, indústrias, igrejas, condomínios de luxo que consomem, em média, 713 milhões de litros de água por mês, com preços bem inferiores aos praticados para a população/empresas nos contratos convencionais (http://goo.gl/HHlxsa). 

Patrocínio da ditadura africana à escola de samba Beija-Flor

Queridos cariocas:
Lemos através de certo meio de informação do Sudão do Sul que o ditador-presidente da Guiné Equatorial fez uma doação de USD 3,5 milhões a uma associação carnavalesca da vossa cidade, em concreto, à da Beija-Flor. Uma doação tão oportuna que a afortunada associação carnavalesca arrecadou o primeiro prémio.
Como engenheiro em letras que somos, os números representados não davam muita informação e resolvemos traduzi-los a francos CFA, a unidade monetária vigente no país que o mencionado ditador controla totalmente desde 3 de Agosto de 1979. Num câmbio rápido, USD 3.500.000×575=2.012.500.000 Francos CFA. Uma quantidade que, por agora, e como mostra do escândalo, superior ao que gastou o mesmo nos últimos dez anos no ensino médio e superior do seu país, que por coincidência é o mesmo dos equato-guineenses.
Como sabemos que em dez longos anos o sátrapa guineense não gastou essa quantidade no ensino médio e superior do seu país se não temos dados?
Porque no seu país apesar do medo aos números, para este caso não são precisos dados. Conhecemos o estado das escolas do país, sabemos que as bibliotecas da sua única universidade carecem de fundos bibliográficos e vimos como todas têm até falta de lâmpadas, que no seu país custam um dólar cada, tão somente um, e não cremos que seja barato, apenas acessível.
Das escolas primárias da Guiné Equatorial não falaremos porque, sinceramente, o aluvião de lágrimas que inundariam os nossos olhos nos impediriam de continuar a escrever.
Para que percebam que este lamento não é novo, vejam este link.
E que coincidência impressionante que o clamor tenha aparecido, há bastantes meses, em torno do nome de um filho predilecto do Brasil.
Se nesse artigo mencionamos o gosto doentio que todos os membros da família Obiang têm por rabos, entenderão os cariocas que há um intento escondido de debilitar a vossa muito colorida cultura, reduzindo-a a uma mostra de nalgas que põe em pé os abastados do mundo inteiro e aviva as paixões apagadas do mundo puritano. Não vamos fazê-lo.
Porém, temos de dizer duas coisas para que tenham ideia do furor que causa este acontecimento no corpo político do país: se o ditador-em-chefe tivesse dado uma quinta parte desse dinheiro a qualquer associação já teria sido um desperdício enorme. Saibam que aos jogos carnavalescos robustecidos pelo dinheiro guineense acudiu uma delegação de 30 membros, todos eles altos funcionários que não estavam de férias, encabeçada pelo segundo vice-presidente, a pessoa que, hoje, e por ser o filho mimado do casal governante, tem mais papéis para lhe suceder e assim perpetuar as desgraças que nos assaltam, sendo nós apenas uns 900 mil habitantes.
Então, não é a obsessão doentia que faz mover o ditador guineense, o que o faz mover é o espírito do mecenato de que fica possuído cada vez que vislumbra a possibilidade de ajudar os negros espalhados pelo mundo, esses negros que sofrem a pobreza e a opressão do mundo colonial, branco, racista e xenófobo. Houve aqui algum interesse em destacar o país onde lemos a notícia? Porque qualquer alma mais ingénua acreditaria que a entrega de um décimo do que a Guiné Equatorial gastou em danças seria suficiente para salvar centenas de vidas no maltratado Sudão do Sul, um país que também é de negros.
Francamente, cariocas, são as múltiplas necessidades das pessoas mais próximas de Obiang que fazem com que o facto de terem aceitado este patrocínio implica que para sempre tenham o vosso nome ligado a esta demência.
México DF, 19 de Fevereiro de 2015

domingo, 22 de fevereiro de 2015

30 horas semanais de trabalho para psicólogos

A bancada do PSOL é inteiramente favorável às 30 horas semanais para os profissionais da saúde por entender que esta proposta visa a qualidade de atendimento e melhor formação profissional. É em defesa da saúde, que é um direito do cidadão e um dever do Estado.

Nesta terça-feira (24), está prevista pelo Congresso Nacional a votação do Veto nº 31/2014, que barrou o Projeto de Lei que institui as 30 horas semanais de trabalho para psicólogos (as) sem redução salarial.
Agora é a hora de demonstrarmos união e nos posicionarmos pela derrubada deste veto!
Junte-se à campanha nas redes sociais alterando as imagens dos seus perfis e, na próxima segunda (23), participe do tuitaço e facebucaço publicando a hashtag‪#‎Derruba31Já‬ em mensagens de apoio.
A ideia é demonstrarmos à opinião pública e aos congressistas que o veto interrompe, entre outras políticas de trabalho, a de assegurar e proteger a saúde física e mental da categoria.
O CFP criou um modelo de e-mail a ser enviado e preparou uma lista completa com dados dos congressistas >> http://bit.ly/enviecarta30h
Acompanhe as novidades sobre o PL por aqui >> http://bit.ly/187ReIQ

Pela reestatização da Vale, já!

O governo federal, na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), vendeu 41% das ações da Companhia Vale do Rio Doce para investidores do setor privado, em 1997. Eles pagaram R$3,3 bilhões por uma empresa que valia perto de R$100 bilhões.
Depois da venda da Vale, muitas ações populares foram abertas para questionar o processo. O Ministério Público entrou com um recurso junto ao TRF de Brasília, que foi julgado em 2005. A sentença determinou a realização de uma perícia para reavaliar a venda da Vale. Além disso, a justiça determinou que as ações populares retornem para o Pará e sejam novamente julgadas. Novas provas poderão ser apresentadas e os réus terão que se defender.

Edmilson provoca o MPE contra a retirada de árvores pelo BRT O deputado Federal


O deputado Federal Edmilson Rodrigues (PSOL/PA) entrou com representação junto ao Ministério Público do Estado, na última quinta-feira, 19, para que seja verificado o extenso impacto ambiental que as obras do BRT causarão na rodovia Augusto Montenegro. A retirada de 800 árvores existentes no percurso do projeto vem sendo denunciada pelos movimentos sociais na internet e na imprensa, sem que a Prefeitura de Belém preste qualquer esclarecimento público sobre o assunto.
Edmilson defende a conciliação entre a melhoria do transporte urbano e a manutenção ou recomposição do sítio arbóreo. Ele requer ao MPE que verifique o impacto previsto para a obra e, se for confirmada a retirada de um volume tão grande de vegetais, que seja apresentado um estudo de impedimento ou mitigação para minimizar os efeitos nocivos por meio do replantio de mudas ou a readequação do projeto.
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) não respondeu questionamentos relevantes formalizados pela ONG NoOlhar no último dia 10, junto à pasta. O documento da organização questiona se existe um cadastro dos vegetais que serão retirados; se a Semma integra o rol de órgãos responsáveis pela obra do BRT; e quantas árvores serão retiradas e se serão replantadas.
Falta “transparência” no projeto, observa Edmilson na representação, apesar do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado junto ao MPE e ao Ministério Público Federal, em 23 de março de 2013, obrigar a prefeitura a apresentar o projeto básico de paisagismo da área da obra do BRT em consonância com o Plano Municipal de Arborização de Belém.

Nova lista do IDH - 1

Já disponível a nova lista do Índice de Desenvolvimento Humano.


Lista completa AQUI

Nova lista do IDH - 2

Desenvolvimento humano baixo

CATEGORIAPAÍSHDI
NOVOS 2014 ESTIMATIVAS PARA 2013 MUDANÇA NA CLASSIFICAÇÃO ENTRE 2014 A 2013 RELATÓRIO RELATÓRIO NOVOS 2014 ESTIMATIVAS PARA 2013 MUDANÇA COMPARAÇÃO ENTRE 2014 E 2013, RELATÓRIO RELATÓRIO 
145Aumentar (12)   Nepal0.540Aumentar 0,077
146Estável Paquistão0,537Aumentar 0,022
147Diminuir (2) Quênia0,535Aumentar 0,016
148Diminuir (7) Suazilândia0.530Diminuir 0,006
149Diminuir (1) Angola0,526Aumentar 0,018
150Diminuir (1) Birmânia0,524Aumentar 0,026
151Aumentar (16) Ruanda0,506Aumentar 0,072
152Diminuir (2) Camarões0,504Aumentar 0.009
152Aumentar (1) Nigéria0,504Aumentar 0.033
154Aumentar (6) Iémen0.500Aumentar 0,042
155Diminuir (5) Madagáscar0,498Aumentar 0.015
156Aumentar (15) Zimbábue0,492Aumentar 0,095
157Diminuir (1) Papua Nova Guiné0,491Aumentar 0.025
157Diminuir (16) Ilhas Salomão0,491Diminuir 0.039
159Aumentar (10) Comores0,488Aumentar 0,059
159Diminuir (7) Tanzânia0,488Aumentar 0,012
161Diminuir (6) Mauritânia0,487Aumentar 0.020
162Diminuir (4) Lesoto0,486Aumentar 0.025
163Diminuir (9) Senegal0,485Aumentar 0.015
164Diminuir (3) Uganda0,484Aumentar 0,028
165Aumentar (1) Benin0,476Aumentar 0.040
166Aumentar (5) Sudão0,473Aumentar 0,059
CATEGORIAPAÍSHDI
NOVOS 2014 ESTIMATIVAS PARA 2013 MUDANÇA NA CLASSIFICAÇÃO ENTRE 2013 A 2011 RELATÓRIO RELATÓRIO NOVOS 2014 ESTIMATIVAS PARA 2013 MUDANÇA COMPARAÇÃO ENTRE 2014 E 2013, RELATÓRIO RELATÓRIO 
166Diminuir (7) Togo0,473Aumentar 0,014
168Diminuir (7) Haiti0,471Aumentar 0.015
169Aumentar (6) Afeganistão0,468Aumentar 0,094
170Diminuir (6) Djibouti0,467Aumentar 0,014
171Diminuir (3) Côte d'Ivoire0,452Aumentar 0,022
172Diminuir (7) Gâmbia0,441Aumentar 0.002
173Estável Etiópia0,435Aumentar 0.039
174Diminuir (4) Malavi0,414Diminuir 0.004
175Diminuir (1) Libéria0,412Aumentar 0,024
176Aumentar (6) Mali0,407Aumentar 0,063
177Diminuir (1) Guiné-Bissau0,396Aumentar 0,032
178Aumentar (7) Moçambique0,393Aumentar 0,066
179Diminuir (1) Guiné0,392Aumentar 0,037
180Diminuir (2) Burundi0,389Aumentar 0.034
181Aumentar (2) Burkina Faso0,388Aumentar 0.045
182Diminuir (1) Eritreia0,381Aumentar 0.030
183Diminuir (6) Serra Leoa0,374Aumentar 0.015
184Estável Chade0.372Aumentar 0,032
185Diminuir (5) República Centro-Africano0,341Diminuir 0,011
186Estável República Democrática do Congo0,338Aumentar 0.034
187Estável Níger0,337Aumentar 0.033