segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Onde há fumaça há fogo!

A matéria do Jornal Diário do Pará deste domingo (27) apresenta suspeição sobre o grupo Leolar de sonegação de impostos.

Mais uma guerra de bastidores contra o órgão fazendário para os próximos dias. Isso, se o carnaval não abafar!

Téte a téte!

Para completar a forte bancada de oposição ao governo Mutran há vinte anos atrás só falta Lêda Bezerra. Amanhã (1/3) toma posse o ex-vereador Raimundo José de Souza - Chefinho, para uns motivo de muitas piadas, para outros além do folclórismo ele é conhecido por meter a mão na massa.

No início da década de 90, Chefinho e as três mulheres coragem: Vanda, Lêda e Julia Rosa, travavam uma guerra na tribuna da CMM contra o desgoverno da família mutran. Depois deste período ainda conseguiu mais dois mandatos. Agora assume na condição de suplente e terá na sua frente presidindo a casa, nada menos do que o seu ex-algoz. Como os tempos mudaram pelo lado de cá e de lá. Na posse será cumprimentos e abraços diplomáticos.

Ao povo da Liberdade, continuarão na mesma: sem saneamento, ruas escuras e esbburacadas, violência sem limite e outras deixas que o poder público se omite.

Bola da vez!

A Democracia Socialista - Tendência interna do PT ( a mesma da ex-governadora), indicou o ex-superintendente do INCRA/SR-27 Raimundo Oliveira (PT) para assumir o cargo de Delgado do MDA no Pará. O cargo equivale a representação máxima do ministério no estado.

Raimundo Oliveira aguarda anciosamente a publicação da portaria nomeando para o cargo.

Para quem gosta de acompanhar o Diário Oficial da União - Acesse o link: http://www.portal.in.gov.br/

LIVRO: Acesso democratizado (iii)

Basta clicar e baixar - tenha uma boa leitura!
Odisséia -Homero
Quincas Borba -Machado de Assis
A Mulher de Preto -Machado de Assis
A Senhora do Galvão -Machado de Assis
O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
Capítulos de História Colonial (1500-1800) -João Capistrano de Abreu
Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
A Parasita Azul -Machado de Assis
Utopia -Thomas

Unifesspa em debate!

Está previsto par ao dia 25/03 grande evento na UFPA/Campus de Marabá em prol a criação da Unifesspa _ Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. O evento será promovido pela coordenação local do campus e terá a participação de várias autoridades, entre elas a da senadora Marinor Brito (PSOL) que levantará a bandeira da nova universidade.

Abaixo segue o link para leitura do projeto enviado ao MEC
Boa leitura!

http://www.ufpa.br/campusmaraba/index/cache/documentos/UNIFESSPA_2011.pdf

Imagem do dia na blogosfera!

Capiturado do Lingua Ferina


Ensino Técnico Profissionalizante para juventude camponesa em Marabá


Fotos: Sanderlei Cruz e Ribamar Ribeiro Junior


Iniciou hoje (28) na chácara da Diocese de Marabá o ano letivo do Curso Promover o Ensino Médio Integrado com o Técnico em Agropecuária com ênfase em Agroecologia do Campus Rural de Marabá.
O curso que é voltado para  assentados/as da reforma agrária, prioritariamente jovens, através de processos formativos integrados, articulando áreas de conhecimento, saberes popular e científico, formação humana e profissional, diferentes práticas, tempos e espaços pedagógicos, visando contribuir para a sustentabilidade da Agricultura Familiar e Camponesa no sul e sudeste paraense, considerando as dimensões econômica, sociocultural, ambiental e político institucional.


Cuidado com a cerca elétrica!

Escola Estadual de Ensino Médio Acy Barros




Cadê os médicos?

A falta de médicos continua sendo um dos principais problemas da saúde pública em Marabá. No Brasil uma pesquisa feita pelo IPEA e divulgada recentemente levantou que 51,8% da população apontam a falta de médicos como o maior problema do SUS, a demora no atendimento foi a segunda maior 35,4%. A terceira ficou com a demora para conseguir uma consulta com especialista 33, 8%.

No último sábado o foi um verdadeiro pandemônio a situação no HMM, pacientes acionaram vereadores que aciounou até o promotor. Dos quatro palantonista, nenhum compareceu para o trabalho. Só depois de muita intervenção extra-hospitalar.

O reflexo da pesquisa do IPEA que caracteriza os municípios braisleiros e castiga cada cidadão que necessita de um atendimento médico deve ser repensando, afinal o curso de medicina o mais caro do pais e que de certa forma, formam todo ano um grande número de profissionais que de imediato querem ganhar muito dinheiro. E em muitos casos os salároos até que são altos, mas mesmo assim os tais profissionais da saúde preferem a mordonia dos grandes centros urbanos, do que o desafio de atender em situações precárias do interior.

Por aqui ainda tem um agravante os caras querem tudo virar fazendeiros!

Cadê os médicos????

Concurso Público da Prefeitura de Marabá

Resultado preliminar da prova subjetiva já disponível, acesse AQUI

BENEDITO NUNES VIVE!

Benedito Nunes (1929-2011)
Aos 81 anos de idade, morreu, na manhã deste domingo (27), o filósofo e escritor paraense, Benedito Nunes.
Autodidata, foi um dos fundadores da Faculdade de Filosofia do Pará, que depois foi incorporada à UFPA (Universidade Federal do Pará). Foi também um dos intelectuais mais respeitados no Brasil com projeção no exterior.
O corpo de Benedito Nunes esta sendo velado na Igreja de Santo Alexandre, na Cidade Velha e o horário do enterro ainda não foi divulgado e na manhã desta segunda-feira (28), será realizada uma missa de corpo presente na mesma igreja.

O filósofo - Benedito José Viana da Costa Nunes, nasceu em Belém do Pará, no dia 21 de novembro de 1929. Definia-se como um: “Eterno aprendiz e autodidata” e descrevia sua obra como “um tipo mestiço das duas espécies, a filosofia e a literatura”. Professor, filósofo, crítico e ensaísta, especializou-se em analisar obras de grandes escritores brasileiros como Clarice Lispector, João Cabral de Melo Neto e Guimarães Rosa..
Benedito Nunes também recebeu o Prêmio Jabuti de Literatura (1987) e o Prêmio Machado de Assis (2010).
Ensinou literatura e filosofia em universidades brasileiras, francesas e americanas. Escreveu artigos e ensaios para jornais e publicações locais, nacionais e internacionais. Aposentou-se como professor titular de Filosofia pela UFPA, tendo recebido o título de Professor Emérito, em 1998. Neste ano, foi um dos ganhadores do prêmio multicultural Estadão.

A obra - É autor de: Encenação de Morte e Vida Severina, no 1º Festival Nacional de Teatro Amador (1958), no Recife, o que lhe valeu o prêmio de melhor adaptação teatral; O Mundo de Clarice Lispector (1966); Poesia de Mário Faustino (1966); Farias Brito: Trovas Escolhidas (1967); O Dorso do Tigre (1969); Leitura de Clarice Lispector (1973); Oswald Canibal (1978); O Livro do Seminário (1983); Passagem para o Poético: Filosofia e Poesia em Heidegger (1986); O Tempo na Narrativa (1988); A Paixão Segundo GH/ Clarice Lispector (1988); O Drama da Linguagem: uma Leitura de Clarice Lispector (1989); O Crivo de Papel (1999) e Hermenêutica e Poesia — O Pensamento Poético (1999).

A Homenagem, o Legado - A senadora Marinor Brito, líder do PSOL no senado federal e o deputado Edmilson Rodrigues lamentaram a perda. Marinor ressaltou a importância do professor Benedito Monteiro para a produção intelectual brasileira nas últimas décadas. “É sempre lamentável quando um grande brasileiro da importância de Benedito Nunes nos deixa”. E ressaltou: “o legado de um homem que dedicou sua vida toda a produzir conhecimento que avançassem o desenvolvimento humano do nosso povo é merecedor de toda homenagem e o que tenho a dizer é muito obrigada”, disse consternada.
O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL) disse que: “Benedito Nunes compõe um grupo seleto de pensadores contemporâneos da humanidade e sua importância equivale a de Martin Heidegger, Edgar Morín, Hegel e Karl Marx, cada um ao seu tempo”. E ainda: “Ele – Benedito - é um dos mais importantes críticos literários contemporâneos, de forma que sua morte significa uma perda irreparável para todos nós”, disse.
Foto: Portal UFPA / Blog da Senadora Marinor Brito (PSOL)

Assim não Vale!

Deputado do MA pede audiência para a Vale reparar seus danos
“A Vale do Rio Doce deveria mudar para Vale do Rio Azedo”, a frase foi pronunciada pelo deputado Domingos Dutra (PT-MA) durante discurso na manhã de hoje (24), em plenário. De acordo com o deputado, “a Vale está duplicando sua ferrovia São Luís-Carajás. Assim, está invadindo territórios indígenas, territórios de comunidades quilombolas, de forma autoritária, sem garantir a contraprestação necessária e sem respeitar esses demarcações que são sagrados de acordo com a Constituição”.

Os outros quinhentos da Vale

Quem acompanha o noticiário da Globo produzido no Maranhão deve ter ficado surpreendido com um furioso ataque dos blogues do Sistema Mirante de Comunicação à Vale.
A Vale sempre teve boas relações com os governos Sarney no Maranhão. Agora, a mineradora está sob fogo cerrado no portal Imirante. Motivo: a empresa teria cometido irregularidades que levaram várias empresas maranhenses à “quebradeira”.

"A Vale já quebrou muitas empresas no Maranhão"

“A Vale já quebrou muitas empresas no Maranhão. Eu sou uma das vítimas.” A afirmação foi dada pelo presidente do Sinduscon, João Batista Mota. Mota conta que a mineradora fecha contrato com a empresa em concorrência, após esta apresentar uma planilha de serviços e custos. A firma contrata os trabalhadores, que têm de fazer um curso de 60 dias antes de começar o serviço. “O primeiro problema começa aí porque a Vale se recusa a cobrir estes dois meses de salários”, explica o presidente do Sinduscon.

(Fonte: Justiça nos Trilhos)

Vai mau!

O deputado federal Tiririca (PR-SP) foi escolhido para integrar a Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados. Com Marabá tendo Maurino Magalhães (PR) na prefeitura, uma "boa" dupla!!

Justiça suspende licença parcial da Usina de Belo Monte na Amazônia


Um juiz do Tribunal Federal do Pará ordenou nesta sexta-feira a suspensão imediata da licença que autorizava o início das obras da gigantesca central hidroelétrica de Belo Monte na floresta amazônica.
A construção da represa, que será a terceira maior do mundo com uma capacidade máxima de 11.233 megawatts, gerou diversas críticas de ecologistas, camponeses e indígenas, que temem pela degradação do rio Xingu, um dos principais afluentes do Amazonas.
A sentença também proíbe a transferência de fundos às construtoras por parte do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que fornecerá 80% dos recursos, informou o Tribunal em comunicado.
O juiz Ronald Desterro argumentou que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) concedeu licença prévia para a montagem do canteiro de obras no dia 26 de janeiro sem que se tivessem cumprido 29 condições e sem que as construtoras tivessem fornecido informação sobre outras 33 questões às que teriam que ter respondido.(Fonte:    Renanp )
Enviado por E-mail

domingo, 27 de fevereiro de 2011

4 anos: No mundo!


Pelos dados estatísticos registrados pelo blog (tabela acima) mostram a quantidade de pontos que somos acessados pelo mundo. No Brasil são 1.282 pontos de acesso.

4 anos com você!

Hoje faz quatro (4) anos de jornada. Desde 27 de fevereiro de 2007, o Contraponto & Reflexão está no ar, espargindo sementes, cavando trincheiras, buscando - dentro de suas múltiplas limitações - travar o bom (e indispensável) combate.
É sempre hora de recomeçar. Recomecemos, pois.
Durante este tempo, a atualização diária deste espaço tem se constituído em uma mistura de prazer e obrigação, aliás, as vezes nem sempre cumprida, como serve de prova o silêncio dos dias em que estou de viagem e não há um sinal de internet e outros que com ausência de uma banda larga nos deixa irritado pela lentidão). E mais importante, a própria razão de ser deste blog, é a participação dos leitores. E por sinal muitos e bastante fiéis.
Nesta nova fase, novos e enormes desafios serão compartilhados. Que se abram os caminhos e se derrubem cercas que tentam aprisionar o debate no emparedamento da não-escolha, na falta de alternativas reais para abrir novos (e promissores) horizontes.
Espero continuar contando com a presença dos leitores e da sempre bem-vinda crítica dos que se acostumaram a buscar, de vez em quando, alguma novidade neste território vocacionado à reflexão e à polêmica. Quanto aos que ficam inquietos e atormentados pelo desejo da CENSURA, só lamento, por que se forem meus adversários vão continuar no ostracismo da vergonha e da insanidade.

Estamos no
Blog do Zé Marcos  http://www.blogdozemarcos.com/
Paránoticias.com /Belém
Blog do Waldir – Parauapebas http://www.paginacriticapara.blogspot.com/
Blog do Pedro Reis – Tucuruí =http://www.paginacriticapara.blogspot.com/
Espaço Mensaleiro- Eliana  Alves  Rio de Janeiro http://www.paginacriticapara.blogspot.com/
Blog do Wanterlor – Parauapebas=http://www.paginacriticapara.blogspot.com/
Blog do Zé Dudu – Parauapebas= http://www.zedudu.com/
Corpo Social  - Eldan Nato – Parauapebas= http://corposocialpebas.blogspot.com/
Blog do João Carlos – Marabá= www.suldopara.blogspot.com/
Blog do Laércio Ribeiro – Marabá= http://www.laercioribeiro700.blogspot.com/
Quaradouro - Ademir Braz – Marabá= http://www.quaradouro.blogspot.com/
Furo – Rogério Almeida = http://www.rogerioalmeida.blogspot.com/
 CIA dos Blogues - http://ciadosblogueiros.blogspot.com/
Blog do Fabio Castro          http://hupomnemata.blogspot.com/

4 anos: Informação critica e propositiva!


Com 92 seguidores e mais de vintes blogs linkados o Contraponto & Reflexão entra numa nova fase.

4 anos: Credibilidade!

LINKS COM MATÉRIA PUBLICADAS EM OUTROS BLOGS QUE CITAM O CONTRAPONTO




sábado, 26 de fevereiro de 2011

Às aguas aceleram!


Todo ano a mesma coisa, mas os que já aguardam sabem que não vai fazer muita diferênça, até por que enchente também é cultura. Uns se atrepam, outros se acomodam da forma como podem. A indústria das cheias fazem suas vitimas e deformam as caracteríticas que se construiram ao longo dos anos.

As enchentes em Marabá tem um diferencial, as pessoas esperam a cada centímetro de água e acompanham atentamente o nível e desnível do rio. Para uns é diversão, mas para a grande maioria que ainda não sabem pra onde será o destino dos dias de alagamento, apenas o sofrimento atenuado com os parcos do assistencialismo da municipalidade.

Ano que vem tem mais!!!!

Mapa da Violência: Analisando os objetivos (1)

Os dados também indicam que ainda nos encontramos em uma situação de equilíbrio instável. Esses notórios avanços na contenção da violência homicida estão sendo contrabalançados por fortes crescimentos em outras áreas, num movimento rumo às cidades do interior, que o estudo identifica como
 interiorizar e espalhar as políticas de contenção e enfrentamento da violência.
É inegável que essa situação de equilíbrio instável vai exigir esforços redobrados tanto dos Governos quanto da sociedade civil, no sentido de também

Contrapondo

Que situação de equilíbrio? Onde estão os avanços no combate a violência? È apenas no Gavião 4 ( Helicóptero da PM) ?

Podemos reconhecer que as autoridades expôe suas preocupações. No entanto, há um limite entre o combate real a criminalidade e os feitos concretos pelos que devem cumprir essa tarefa.

A corrupção cancerigêna no seio dos órgãos do Estado tem  efeito dominó. Em determinado momentos se trabalham com os dados em outros com suposição, enquanto os fatos não são devidamente esclarecidos. Dos assassinatos em 2010 ocorridos em Marabá, quantos foram solucionados? Quais os casos que estãos endo investigados? Como este Estudo do Mapa da Violência pode se transformar num instrumento de catalisador para as politicas públicas e novos métodos de apuração dos casos já ocorridos?

Na nossa região ( Sul e Sudeste do Pará) pela sua dinãmica de ocupação e reordenamento do espaço, o processo de violência semrpe foi interiorista - na perspectiva de consideramos que os grandes centros urbanos dessa região se foca em apenas 4 cidades ( Marabá, Parauapebas, Tucuruí e Redenção). E levando em consideração também os conflitos ocorridos pela disputa da terra e a conformação em áreas de assentamentos.

Os dados do Mapa da Violência nos revela o que todos nós já sabemos, mas não nos importamos. Seja as autoridades que não cumpre com seu papel, seja a sociedade que vive anestesiada por também ser vitima deste processo.

Vamos ao debate!

interiorização. Ou também rumo a Estados até o momento considerados de baixo ou médio potencial, num processo que o trabalho denomina espalhamento. Em ambos os casos, a resultante foi um deslocamento dos pólos dinâmicos da violência rumo a locais com menor presença do Estado na área de segurança pública.

Mapa da Violência: Analisando os objetivos (2)

Há diferentes iniciativas articulando esforços de diversos níveis e estruturas de Governo – Federal, Estadual e Municipal – e da sociedade civil voltadas para o enfrentamento da violência em geral e da violência entre jovens em particular. São essas iniciativas que conseguiram estagnar nossos níveis de violência homicida a partir de 2003 e, em várias Unidades Federadas, fazer os índices retrocederem de forma significativa.

São iniciativas que, de forma original em cada caso, aliaram componentes repressivos – como a retomada de territórios dominados pela criminalidade, a melhoria da eficiência e a depuração e articulação das estruturas da segurança pública – com ações preventivas, como a campanha do desarmamento, ou as propostas para dar aos jovens alternativas às drogas, à exclusão educacional, cultural e laboral.

Contrapondo


Onde estão essas iniciativas? O Bolsa Trabalho da Ana Júlia, qualificou a juventude? O Projovem Urbano tem igualmente preparado os jovens?

A criminalidade tem crescido assustadoramente - e o viés está nas drogas! Essa é a alternativa encontrada pela juventude na vacância das politicas que deveria ser implementadas pelo Estado. Mas também temos que considerar que o Capitalismo como força motriz do consumo desenfreado, tem propiciado através de seus mecanismos a violência em todos os sentidos. Provocando o colapso moral e ético numa sociedade que vivência transformações.

Marabá na rota da produção de produtos especulativos tem gerado expectativas e aglutinado os vícios da corrupção no coração dos três poderes.

Então, a sociedade fica em estado de normose???

Mapa da Violência: Analisando os objetivos (3)

da violência homicida que se vinha alastrando, desde 1980, sem solução de continuidade;As políticas desenvolvidas a partir de 2003 conseguiram estancar o íngreme crescimento nossos indicadores com os de outros países do mundo quanto na percepção e temores da população sobre sua própria insegurança;Nossos índices permanecem ainda extremamente elevados, tanto quando comparamos ator e vítima a nossa juventude. É nessa faixa etária, a dos jovens, que duas em cada três mortes se originam numa violência, seja ela homicídio, suicídio ou acidente de transporte;
O Mapa da Violência como estudo tem a tentativa de contribuir para a compreensão de um dos maiores desafios que hoje enfrenta nosso país: o da violência irrompendo e transformando o cotidiano da sociedade.
Apesar da grande precariedade nas informações disponíveis, as fontes são coincidentes em afirmar que:

Contrapondo

Como o estudo é resultado de uma parceria entre o Ministério da Justiça e o Instutuo Sangari, que apresenta a informação de que a violência estancou a partir do Governo Lula (2003), em relação a proporcionalidade dos períodos anteriores, entendemos que  os próprios dados do estudo não coincidem. Exemplo maior é o que tem sido divulgado, pois Marabá aparece três anos consecutivos nos estudos como uma das cidades mais violêntas.

Este fato tem se agravado principalmente nos últimos 5 anos. Basta fazer uma pesquisa nos dois jornais escritos de Marabá, e verão que os crimes praticados contra a juventude e pela juventude tem sido os principais destaques.

Neste caso, as politicas do governo Lula não conseguirão atingir os jovens. Tanto o Bolsa Trabalho, quanto o Projovem foram incipientes na  possibilidade de obter êxito.

Politicas Públicas para a juventude: Qualificação e educação de qualidade; Lazer  e inserção em programas de motivação; Capacitação e envolvimento nas questões de cidadania.

A juventude padece de politicas específicas e de participação social.

Então, o crack vai vencer essa guerra???

Planejando o mandato popular!

A equipe da senadora Marinor Brito (PSOL) está reunida neste fim de semana em Belém, para planejar as ações do mandato para o ano de 2011.

Maiores informações no decorrer do dia.

Parauapebas vai ganhar Campus Universitário da UFPA!

A prefeitura já disponibilizou uma área de 50 hectares para que a Universaidade Federal do Pará implante o Campus Universitário de Parauapebas. As negociações agora segue com a Vale, para que a empresa possa construir os prédios e outras obras de infra-estrutura.

O novo campus será parte integrante da futura Universidade Federal do sul e sudeste do Pará. (Unifespa).

Novo Mapa da Violência: Itupiranga e Marabá na liderança

Estudo apresenta radiografia das mortes violentas de nossos jovens - Marabá é destaque!

Foi lançado nesta quinta (24) o novo Mapa da Violência - Como a violência tem levado à morte os jovens brasileiros nas capitais, Estados, grandes conglomerados urbanos e municípios? 

Ajudar a encontrar resposta a essa pergunta é uma das propostas do Mapa da Violência 2011 – Os Jovens do Brasil, lançamento conjunto do Ministério da Justiça e do Instituto Sangari, braço social da Sangari Brasil.

Os dados completos deste estudo você terá acesso AQUI

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Edital com Bolsas aberto pela Fapespa

 A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa) acaba de lançar o edital em parceria com a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac). O edital prevê a concessão de 35 bolsas, com aporte financeiro da Ceplac. O conteúdo do edital está disponível no site da Fapespa (http://www.fapespa.pa.gov.br/), no item Editais Abertos.

Dia 27: 4 anos do Contraponto & Reflexão

As comemorações dos 4 anos deste blog inicia hoje (25) e vai até domingo (27).
Uma nova formatação está sendo preparada para esta nova etapa do blog, com muito mais interatividade e dinâmica de leitura contextualizada. Nossos links ganharão novos direcionamentos e será propiciado novos temas para o debate.

Att: Poster



Novo presidente do INCRA é do Pará!

O PT pra Valer emplacou Cássio Pereira, ex-secretário de Agricultura do governo Ana Júlia, como presidente nacional do Incra.
Aqui

Vale lucra 30 bi em 2010


Superada a crise que derrubou seu lucro à metade em 2009 (R$ 10,3 bilhões), a Vale viveu o melhor ano de sua história em 2010. O resultado da companhia cresceu 192% e atingiu o recorde de R$ 30,1 bilhões no ano passado, impulsionado pelo aumento dos preços do minério de ferro, que dobraram em 2010 e devem seguir em alta.
Sob influência também do crescimento de produção de 29,5% em 2010, o faturamento da Vale ficou em R$ 85,4 bilhões em 2010 --alta de 71% e recorde.
desempenho foi puxado pela maior demanda, principalmente da China --que respondeu por 32% das vendas da empresa.
Foi também graças ao país asiático que os preços do minério saltaram. É que, sob pressão chinesa, a Vale e outras mineradoras abandoaram em 2010 o sistema de reajuste anual válido havia 40 anos e passaram a corrigir seus preços trimestralmente com base no mercado "spot" (à vista e para entrega no curto prazo) da China.
Com a crise, o preço do "spot" despencou no final de 2008, mas rapidamente se recuperou, na mesma velocidade da retomada chinesa --motor da demanda por minério. Diante disso, o preço trimestral de venda das mineradoras subiu e seus lucros foram na mesma toada.
"Estamos vivendo nossos melhores dias'', disse, em nota, o presidente da Vale, Roger Agnelli.
A Vale registrou exportações recordes de US$ 29,1 bilhões. "O ano de 2010 foi excepcional, e o cenário de preço para 2011 é bastante promissor, apesar da freada nas cotações no quatro trimestre", disse Pedro Galdi, analista da corretora SLW.
No quatro trimestre, sazonalmente de menor demanda por minério de ferro, o lucro da companhia atingiu R$ 10 bilhões, com queda de 5% ante o terceiro trimestre.
Sobre o mesmo trimestre de 2009, a alta foi de 290%.

(Fonte: Folha de S. Paulo)
------------------------

Enquanto isso, o buraco cresce e  miséria aumenta! Quem ganha com isso?

Descompromisso!

Estudantes, pais, servidores e comunidade da Folha 20 estão indignados com o descompromisso do governo MAUrino Magalhães (PR) com a Escola Municipal de Ensino Fundamental Augusto Morbach. Que depois de uma ampla reforma  e instalação de laboratório de informática, até agora não instalaram o novo transformador para abastecer a escola e seus novos equipamentos.

CRMB inicia discussão do Regimento Interno

Inicia hoje (25) o proceso de discussão do Regimento Interno do Campus Rural de Marabá, onde educadores e servidores encararão a democratização como o desenvolvimento de processos pedagógicos que permitam a ampliação de nmovos espaços de debates e decisões.

Para Arroyo: a democratização da administração da educação não significa eliminar a presença do Estado dos serviços públicos, mas buscar mecanismos para submeter as decisões de Estado ao debate e ao controle pela opinião pública, pais, grupos e partidos (1979, 4).*

Neste sentido, é fácil entender que a consolidação de uma gestão democrática no interior da escola não é um processo espotâneo e fácil. A dinâmica de relações d epoder poderá entravar o avanço do processo, sendo necessário que o permanente esforço humano seja coletivo e encaminhado em função de decisões de grupos e na de individuos.

Para uma instituição que está em procesos de construção, o debate em torno do Regimento Interno, é apenas mais um avanço na conquista de novos espaços para participação efetiva dos seus servidores e da comunidade. Isso é resultado do novo panorama de mobilização na sociedade brasileira, que vem alcançando novos avanços a medida que se impulsiona mudanças significativas nas relações de poder em todas as áreas de ação politica no país.

*ARROYO, Miguel. Administrção da educação, poder e participação". In: Educação e Sociedade, 4 reimp. São Paulo, Cortez, 1979.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Juiz do Pará determina prisão e multa caso jornalista publique informações sobre desvios da Sudam

O jornalista paraense Lúcio Flávio Pinto, responsável pelo Jornal Pessoal, foi proibido de publicar, sob pena de prisão e multa de R$ 200 mil, quaisquer informações sobre alguns dos acusados de desviar dinheiro da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) no estado. 

Divulgação
Lúcio Flávio Pinto

Conforme determinação do juiz Antônio Carlos Almeida Campelo, titular da 4ª Vara Cível Federal do Pará, o jornalista não pode mais citar os irmãos Romulo Maiorana Júnior e Ronaldo Maiorana, principais executivos do grupo Liberal de comunicação, além de outros dirigentes da corporação, que estão envolvidos na investigação. A razão, segundo o magistrado, é que o processo corre em segredo de justiça. 

O grupo Liberal de comunicação controla dois jornais diários, o Liberal e o Amazônia, uma rede de emissoras afiliadas à Rede Globo, além de emissoras de rádio e um portal de notícias. 

Em entrevista ao Portal IMPRENSA, Flávio Pinto afirmou que irá acatar a determinação, mas que pretende recorrer alegando que sua matéria se sobrepõe ao sigilo, uma vez que a acusação de fraudes contra o sistema financeiro é de interesse público. 

"Esse segredo de justiça é indevido, porque o direito a informação é constitucional", sublinhou o jornalista. Ele afirmou, ainda, que o curioso da determinação é que o sigilo alegado pelo juiz não foi pedido por nenhuma das partes do processo, tampouco consta nos autos. "É uma decisão arbitrária, não teve ofício". 

Sobre a penalização em R$ 200, Flávio Pinto comentou que a "multa é desproporcional", uma vez que ele "está defendendo o interesse público. 

O portal Yahoo! lembra que, em 2008, o Ministério Público Federal denunciou os proprietários do conglomerado - o maior do Pará - por fraude para obtenção de recursos de incentivos fiscais da Sudam. Até 1999, os desvios somavam R$ 3,3 milhões. 

O caso do jornalista paraense se assemelha ao do jornal O Estado de S. Paulo, proibido desde 31 de julho de 2009 de publicar informações sobre a "Operação Boi Barrica",que apura supostas irregularidades cometidas pelo empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

No entanto, a principal diferença entre os dois casos é que, na censura ao Estadão, a parte citada, no caso Fernando Sarney, requisitou que o processo corresse em segredo de justiça e, em consequência, de forma sigilosa. (Veja aqui a matéria de Lúcio Flávio Pinto sobre os desvios da Sudam no Pará)

fonte:
Por Eduardo Neco/Redação Portal IMPRENSA

Ás aguas de fevereiro


Fraco!!


A onda da fraqueza anista carepa ainda circula pelas bordas e no centro do governo do Simão. Até agora o pescador, ainda não disse à que veio?
Não apresentou nenhum projeto concreto? Só fala da tal da herança maudita, a mesma que deixou quatro anos atrás.
Simão, mas parece perdido do que um governante com a perspectiva e de grandes desafios a vencer.

Agroecologia em debate!

Seminário de Apresentação e Planejamento dos Núcleos: “Interdisciplinar de Agroecologia e Educação do Campo: Sistemas Familiares de Produção, Movimentos Sociais e Questão Agrária Amazônica” (NAEC/UFPA/LPEC) e Núcleo de Estudos Agroecológicos do Sudeste Paraense: Diálogos entre Ensino, Pesquisa e Extensão” (IFPA/CRMB)”
O evento é uma realização conjunta da UFPA/Licenciatura Plena em Educação do
Campo e do IFPA/Campus Rural de Marabá.
Os objetivos do Seminário são:
(i) Apresentar experiências em curso em nossa região que articulem em seus
objetivos e estratégias centrais de atuação às temáticas da “Agroecologia e
Educação do Campo,” como prioritárias;
(ii) Apresentar os projetos dos “Núcleos de Agroecolgia e Educação do Campo”
da UFPA/LPEC e do IFPA/CRMB;
(iii) Elaborar um Planejamento Coletivo para as ações dos “Núcleos” no ano
de 2011 e
(iv) Formalizar e Constituir o Comitê Gestor do NAEC/LPEC/UFPA
O seminário acontecerá no dia 02 de Março de 2011 (quarta-feira) no
auditório do Campus II/UFPA/Marabá, situado na Folha 17; Quadra Especial e
Lote Especial – Nova Marabá/Marabá/PA.

Edmilson na luta com os servidores do IFPA

Apoio também à luta dos servidores do IFPA

Professor por atuação e vocação, o deputado estadual Edmilson Rodrigues, também protocolou requerimento, nesta quinta-feira, 24, solicitando que a Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) vote a aprove votos de solidariedade à luta dos servidores dos Institutos Federais de Ciência, Educação e Tecnologia, como é o caso do IFPA, no Estado do Pará. Os servidores dessas instituições fizeram uma grande mobilização, em Brasília, reivindicando melhores condições de trabalho e salário.
No requerimento, Edmilson ressalta a importância de instituições de ensino profissionalizante como o IFPA, que ao lado da Universidade Federal do Pará (UFPA) e de outras universidades, “são importantíssimas para a diminuição das desigualdades regionais, presentes no Pará e da flagrante desigualdade social que impõe restrições à população”. Mandato do Deputado Edmilson Rodrigues

A nova voz da oposição?

O senador mineiro Itamar Franco (PPS) se transformou no principal destaque da oposição durante a votação do salário mínimo por fazer sucessivos questionamentos a senadores da base de apoio ao governo federal.

Itamar protestou contra Sarney, que colocou em votação ontem requerimento para votação com urgência do projeto do salário mínimo.

------------------

Em defesa dos servidores do IFPA!

Minguado!

Jogo do Àguia contra Brasiliense na noite desta quarta feira no Estádio Zinho Oliveira, não passou de um empate de 1X1. Seguindo na temporada  com uma atuação minguada diante dos seus adversários, torcedores já manifestação sua instisfação diante dos tenebrosos resultados.
Enquanto isso, a torcida pede: Fora Galvão!!!!!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

FALA ELKA!!!!

 A vereadora afastada Elka Queiroz devia fazer um favor a moralização do Poder Legislativo, para isso bastaria falar o que sabe: Fala Elka.............

Senadora representa contra prefeito de Manaus

Xenofobia: aversão ao estranho, estrangeiro....

O fato desesperado do prefeito Amazonino Mendes, que também já foi governador do Amazonas - de ter agredido uma paraense no município de Manaus, levou a Senadora Marino Brito (PSOL) a entrar com uma representação na Procuradoria Geral da União.

Veja AQUI

44,9% do orçamento é destinado a dívida pública

A senadora Marinor Brito (PSOL-PA) denunciou em Plenário o que chamou de "farsa no debate político". Em pronunciamento nesta quarta-feira (23), ela mostrou estudo elaborado pela assessoria econômica de seu partido, com base em dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi). De acordo com esses dados, 44,9% dos recursos do Orçamento de 2010 foram utilizados para o pagamento de juros, amortizações e refinanciamento da dívida pública.

A senadora afirmou que se trata da rolagem da dívida, ou seja, a contratação de novos empréstimos para pagar empréstimos anteriores.

- É um absurdo que os senadores não se movimentem para cobrar do governo o detalhamento dessa dívida - afirmou, da tribuna.

A parlamentar defendeu a convocação da ministra do Planejamento, Míriam Belchior, ao Senado Federal - convocação proposta por seu partido -, para que detalhe onde serão efetuados os cortes anunciados no Orçamento de 2011, de R$ 50 bilhões. (Fonte: Agencia Senado)

Marabá Terra do Pode!!´(1)



Esta área pública será erguido um Posto de Combustivel.

Parte das margens da rodovia Transamazônica no Distrito Cidade Nova, cuja a área poderia ser destinada a construção de uma via marginal para desafogar o trânsito, foi "regularizada" para fins privados. A área que até a semana passada era protegida pelos bambus que foram retirados para dar início a construção de um posto de combustível é parte integrante de uma longa e tenebrosa disputa judicial. A exemplo de parte do canteiro central da VP-7 que fora doada para o sindicato dos taxistas.

Marabá Terra do Pode!! (2)


Veja o que diz o Art 3 do Plano Diretor Participativo de Marabá ( Lei 17.213/06)

Art. 3º. A propriedade urbana cumpre sua função social quanto atende simultaneamente as necessidades dos cidadãos quanto à 2
qualidade de vida, a justiça social, ao acesso universal aos direitos sociais e desenvolvimento econômico, a compatibilidade no uso da propriedade com a infra-estrutura existente, com os equipamentos e serviços públicos disponíveis, com a preservação da qualidade do ambiente urbano e natural e compatibilizando o uso da propriedade com a segurança, o bem-estar e a saúde de seus usuários e vizinhos de forma a contribuir para a sustentabilidade sócio-ambiental.

Então, percebe-se as incongruências com relação a gestão do território, onde neste caso um área que deveria ser pública e ter como finalidade a contrução de uma via marginal a rodovia, passa a ser regularizada para fins privados.

O vendaval arábe em debate!

Resumo da Revista Outras Palavras

O que Egito e Tunísia dizem sobre o IrãO islamismo de Teerã não pode mais alegar que é o único caminho à revolução. Isso explica por que as autoridades tentam representar os levantes no Egito e Tunísia como parte de uma Despertar Islâmico ampliado

Bahrain: "Fogo!"Os EUA tiveram de apoiar a repressão violenta, para acalmar a Árabia Saudita e outros tiranos árabes, furiosos por Obama não ter defendido Mubarak "até o último homem"

Uma revolução da paz, solução para o Oriente MédioIsrael precisa de paz com os palestinos; paz com as massas que lutam pela democracia em todo o mundo árabe; paz com as forças islâmicas e as novas lideranças políticas que brotarão no Egito e por toda parte

O vendaval árabeNos dossiês de Outras Palavras, pistas para compreender o movimento que está sacudindo a geopolítica do Oriente Médio, questionando velhas concepções de política e renovando a própria ideia de Revolução

Das ditaduras imperiais a uma nova democraciaNossos textos revelam algo que a mídia tenta esconder: o apoio do Ocidente (e do FMI...) às ditaduras "estáveis" agora em xeque. E desvendam aspectos centrais da revolução em curso

A xenofobia europeia, por Ignacio RamonetPor que os imigrantes viram bodes expiatórios. Como a extrema direita se aproxima do poder. Quais as ameaças à democracia

II Mostra Fotográfica de Marabá

II Mostra Fotográfica de Marabá VER-A-CIDADE


Começa a circular hoje (23 de fevereiro) a arte de divulgação da II Mostra Fotográfica de Marabá VER-A-CIDADE, que esse ano tem como tema: 'Marabá Ontem e Hoje: Múltiplos Olhares'. O layout foi assinado pela agência de publicidade de Marabá Aldeia Comunicação. As Inscrições estão abertas à partir do dia 25 de Fevereiro e vai até o dia 25 de Março de 2011. Cada participante pode enviar até três fotos. Os locais de inscrição são os seguintes: Biblioteca Municipal Orlando Lima Lobo, Galpão de Artes de Marabá (GAM), Galeria de Arte Vitória Barros, Biblioteca Comunitária Hozana Lopes de Abreu, Fundação Casa da Cultura de Marabá (FCCM), Secretaria Municipal de Cultura (Secult), Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e Universidade Federal do Pará (UFPA)
(Fonte: Blog Cultura em Movimento - Jairon Gomes)

Cultura: Editais abertos

O Rumos Itaú Cultural lança editais em três áreas de expressão: Artes Visuais; Educação, Cultura e Arte; e Jornalismo Cultural. O texto completo de cada um está no nosso site. A pré-inscrição no processo de seleção já está disponível.

O edital de Artes Visuais 2011/2013 recebe inscrições até 29/5 e é voltado para artistas atuantes no Brasil, com trajetória profissional desde 2000. Educação, Cultura e Arte 2011/2013 aceita, até 30/6, projetos que envolvam cultura e educação não formal. Por fim, Jornalismo Cultural 2011/2012 fica aberto até 15/7, para professores e estudantes de comunicação social.

O lançamento do edital de Educação, Cultura e Arte conta com aula-espetáculo do músico e dançarino Antonio Nóbrega, na sede do instituto, em São Paulo, em 23/2, às 20h.

Rumos Itaú Cultural - Novos Editais
Artes Visuais 2011/2013 - até 29/5
Educação, Cultura e Arte 2011/2013 - até 30/6
Jornalismo Cultural 2011/2012 - até 15/7
Lançamento: Aula-espetáculo com Antonio Nóbrega
quarta 23 de fevereiro, às 20h

entrada franca - ingressos distribuídos com meia hora de antecedência
Sala Itaú Cultural (247 lugares)

Itaú Cultural | Avenida Paulista 149 - Paraíso [próximo à estação Brigadeiro do metrô] informações 11 2168 1777 | www.twitter.com/itaucultural | http://www.youtube.com/itaucultural | atendimento@itaucultural.org.br

imagem: Renan Magalhães
Esta é uma mensagem automática. Não responda, por favor. Dúvidas, reclamações e sugestões devem ser enviadas para o e-mail atendimento@itaucultural.org.br ou por telefone 11 2168 1777

I Seminário Internacional "Ruralidades, Trabalho e Meio Ambiente"

Temos o prazer de informar sobre o I Seminário Internacional “Ruralidades, Trabalho e Meio Ambiente”, que será realizado nos dias 11 e 12 de maio de 2011, no Departamento de Sociologia da UFSCar, em São Carlos (SP).

O evento contará com mesas redondas e grupos de trabalho girando em torno de três eixos temáticos: “Ruralidades e Meio Ambiente”, “Trabalho Rural e Migrações” e “Questão Agrária e Políticas Públicas”. Haverá apresentação e debate do documentário “Migrantes” (2007), de Francisco José Alves, Beto Novaes e Cleisson Vidal, e uma conferência de encerramento a cargo do professor Afrânio Garcia, da École des Hautes Études de Sciences Sociales de Paris – EHESS.

O seminário aceitará propostas de artigos (em português, inglês e espanhol) de pesquisadores, estudantes de pós-graduação, professores e demais profissionais da Sociologia e áreas afins, para discussão nos Grupos de Trabalho. O prazo para envio dos resumos é até 18/03/2011. Os trabalhos completos posteriormente serão publicados em Anais eletrônicos com ISSN.

Inscrições na categoria “ouvinte” estão abertas até 30/04/2011, pela internet.

A chamada para artigos, ficha de inscrição e o folder do evento constam em anexo e também poderão ser acessados no site: http://www.ppgs.ufscar.br/eventos.html

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

GOIANÉSIA: Ministério Público determina que prefeitura convoque concursados



Fato inédito ocorreu em Goianésia do Pará, onde o Ministério Público do Estado determinou que a prefeitura convoque todos os concursados aprovados no concurso público de 2009 na área da educação.
Após uma tensa reunião provocada pelo Sintep e convocada pelo MPE, com a participação do secretário de administração, a audiência abordou ainda os seguintes pontos:

1-Ajuste de lotação;
2- Permissão apenas de 200h para lotação de professores;
3- Deliberação para que a SEMAD envie ao SINTEPP cópia dos editais de convocção dos recém convocados;

------------------------------

Muitas prefeituras mesmo tendo em seu um quadro de reserva de aprovados em concursos, prefere fazer contratos temporários para beneficiar os afilhados politicos dos fulanos de tais.....
Em Goinésia, o Ministério Públíco deixou claro como é que vais ficar essa situação a partir de agora.

O governo Dilma e os desafios da Esquerda,

O governo Dilma e os desafios da Esquerda, dos Movimentos Sociais e do PSOL.
Debate do Afrânio Boppré

«As eleicões 2010 inauguraram nova fase da disputa política no país, lançando gigantescos desafios para a construção do PSOL e a luta pelo socialismo no Brasil. Enfrentaremos um governo apoiado por grande coalizão partidária, liderada pelo PT e o PMDB, coalizão esta, que tem aplicado políticas econômicas e sociais que reproduzem os interesses do grande capital e a ordem conservadora.»
A militância do PSOL, terá a oportunidade de debater em Belém,  com a presença  de Afrânio Boppré, Presidente Nacional do PSOL, o atual quadro político do país.
Data: 25/02/11(sexta feira)
Local: Câmara Municipal de Belém (Tv. do Chaco entre 25 de Setembro e Almte Barroso) - Hora: 18:30h

ISSO É UMA BRINCANAGEM!!!!


O prefeito de Marabá Maurino Magalhães de Lima receberá esta semana em Recife-PE, o titulo de melhor prefeito do Brasil.

A informação foi repassada pela vereadora Irismar Sampaio, quando esta fazia uso da tribuna da CMM na noite de ontem (15).

Segundo Irismar, o instituto que fez esta avaliação levou em consideração, entre tantas, o numero de obras que vem sendo realizadas no município pela prefeitura.

De varias prefeituras que foram indicadas para o titulo, a de Marabá ficou entre as 20 que mais demonstrou ser atuante e que deu o destaque para o prefeito Maurino.

Mas o que dizem a opinião pública que mora em Marabá, a realidade é outra totalmente diferente. Não é preciso ir longe. Basta andar um pouco pela VP 08 para ver que esse instituto não entende mesmo é de nada ou foi pago para dar esse titulo.

A VP 08 como todos sabem, há dois anos que vem sendo feito obras de reestruturação e até hoje não terminou. Sem contar que nestes 2 anos de governo não foi construído nem uma sala de aula no município. Na folha 28 onde moram 3 vereadores não foi colocado um carrinho de mão de piçarra ou feito terraplanagem nas ruas. Onde foi que esse instituto viu essas obras? Será que o pesquisador tava sonhando?

Fazer um levantamento desses quando não mora em Marabá é muito fácil, só quem sabe onde o sapato aperta é quem calça. Se Maurino foi selecionado entre os 20 melhores prefeitos do País, quem é que foi escolhido como o pior?
-------------------------------------

Quanto foi???

Enchente 2011!

Como já é previsto todos os anos neste período onde as chuvas castigam severamente aqueles que moram nas partes mais baixas da cidade, esta terça feira (22)  amanheceu com as primeiras famílias desabrigadas.

A prefeitura já havia prometido a construção dos abrigos provisórios - onde mantém todos os anos os cidadãos em estado insalubres, porém a informação que foi repassada é que a burocracia (licitação/contratação) tem emperrado o início das obras.

Todos os anos a mesma coisa!

O problema não é a enchente, mas como o poder público trata essa questão. Não deveria industrializar o problema, na tentativa de amenizar o sofrimento com promessas e meia dúzia de cestas básicas.


Marinor Brito ingressará com representação criminal na PGR contra prefeito de Manaus

A senadora Marinor Brito, líder do PSOL no Senado Federal, anunciou hoje que ingressará com uma representação na Procuradoria Geral da República contra o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, pelo suposto crime de preconceito quanto a migrante e discriminação.

O prefeito virou manchete dos principais jornais após discutir com uma moradora, durante visita a uma área de risco na capital amazonense. A moradora questionava como a comunidade poderia ajudar nas ações do Executivo, no que o prefeito respondeu: “não fazendo casa onde não deve”. A mulher rebateu dizendo que as pessoas somente moravam no local por falta de condições e, em resposta, ouviu “então morra, morra”. Ao saber que a moradora era do estado do Pará, o prefeito disse: “então pronto, está explicado”.

Segundo a senadora, a suposta atitude preconceituosa do prefeito reforça o preconceito da sociedade com relação aos migrantes, especialmente as pessoas originárias do estado do Pará, colocando-as em situação de inferioridade em relação aos demais brasileiros. (Fonte: Blog da Senadora)

400 mil reais!

Foto: Ribamar Ribeiro Junior

A obra de bloketeamento da calçada do SESI e do canteiro central da Av. Tocantins no Novo Horizonte, realizada no último ano do governo Tião Miranda (PTB) custou R$ 400 mil. Só que agora parte da obra teve que ser removida.

Comentário de Adir Castro

Nosso dinheiro indo pelo esgoto por falta de planejamento Ainda na gestão anterior e às vésperas da eleição de 2008, essa obra de pavimentação de uma área em frente ao SESI, próximo da Praça do Novo Horizonte, foi iniciada e concluída. Não se sabe se a obra era do SESI, da prefeitura de Marabá ou de ambos. A placa, a época, que havia no local informava que a obra era da prefeitura e que o valor da mesma era cerca de R$ 400 mil. Muito dinheiro para tão pouco serviço e ainda por cima mal feito e mal planejado. Pasmem! Não fizeram uma verificação na rede de esgoto antes de fazer a pavimentação do local, como se pode comprovar agora com o seu desmanche para colocação das ditas manilhas, que absorverão aquela lama que fica no canto da Praça do Novo Horizonte e que a cada dia cresce em volume. Tudo isso poderia ter sido evitado se o gestor anterior não tivesse feito apenas uma obra eleitoreira no afã de eleger seu candidato. Pode-se dizer que jogaram no mato cerca de R$ 200 mil, valor equivalente a metade da pavimentação removida. Quiça não removam a outra metade para dobrar o prejuízo e deixem tudo escancarado como é costume fazerem. E agora outra montanha de dinheiro será gasto ali para minimizar o problema que sempre esteve ali para qualquer gestor vê. Quantos equipamentos hospitalares esse dinheiro compraria para melhor atender a população que precisa de atendimento médico?! Mas que cabeça a minha: esqueço sempre que eles não utilizam a saúde pública! Com o nosso dinheiro eles fazem obras que não duram quatro anos. Quando deveriam fazer com mais zelo, mais planejamento e mais duráveis. __________ Adir Castro

Tião vence duelo de Titãs!

Em apenas um rounde Tião Miranda (PTB) garantiu a indicação de seu pupilo na direção do Detran em Marabá. Enquanto Wandenkolk Gonçalves (PSDB) se esperneava para ter o controle político do órgão, venceu o mais forte!

Pedro Corrêa ex-secretário de saúde assumirá o órgão que atualmente é dirigido sob as bençãos do PDT, no ainda resquício do governo anterior.

--------------------

Comentarista provoca: Qual é o grupo político do ex-prefeito Tião Miranda (PTB) além do seu fiel escudeiro Pedrinho???

Essa ponte têm história!

(Foto: Ribamar Ribeiro Junior)

Era um dia nos idos de 1982

(continuarei depois do cumprimento da profecia)

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Um ano sem Neuton!



Sessão na Cãmara Municipal em homenagem ao gestor público e dirigente comunista Neuton Miranda Sobrinho, pela passagem de um ano de seu falecimento, acontecerá nesta terça (22). O pedido da sessão foi protocolado pela vereadora Vanda Américo (PV) e a distribuição do convite está sendo feita pelo presidente do Comitê do PCdoB local, José Edmilson.

------------------------------
Neuton Miranda faleceu por volta das 23 horas do dia 20 de fevereiro de 2010, de um enfarte fulminante, na cidade de Belterra. Neuton estava na cidade a serviço da Superintendência do Patrimônio da União, da qual era o titular, distribuindo autorizações de uso para fins de moradia.

Neuton estava conduzindo o maior programa de regularização fundiária jamais realizado no Pará. Através de sua iniciativa, dezenas de milhares de famílias estavam conquistando o direito de morar. Pude contribuir com este trabalho de Neuton através da Casa Civil, com a contratação de dezenas de trabalhadores e trabalhadores, fazendo o cadastramento das famílias, medindo as propriedades e auxiliando na distribuição dos documentos.

Neuton iniciou sua militância política ainda durante a ditadura militar. Foi dirigente da UNE, foi preso e depois mergulhou na clandestinidade. Sempre no PC do B, com a abertura política Neuton começou a organizar o partido no Pará. Dele foi presidente estadual por vários anos.

Neuton foi também deputado estadual, candidato ao senado federal, presidiu a Cohab no primeiro governo Almir, com quem rompeu de forma digna após o massacre de 17 de abril de 1996. Neuton mostrou dignidade em sua atitude, mostrando que as alianças políticas transcendem o interesse pragmático da ocupação de espaços na máquina do estado.

Concurso Público para o TRF

Salários são de R$ 3.993,09 para técnico e de R$ 6.551,52 para analista
As
inscrições para o concurso público do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que seriam encerradas às 14h desta sexta-feira (18), foram prorrogadas até o dia 22. A seleção é destinada à formação de cadastro de reserva para analista e técnico judiciário para o Distrito Federal, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Atuante!

Mandato Edmilson - De frente para o futuro


Após 16 anos longe da Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), o deputado Edmilson Rodrigues (PSol) volta ao órgão como o deputado estadual mais votado do Pará e preocupado em fazer com que o Poder Legislativo seja de fato exercido. Nessas primeiras semanas de atuação, o parlamentar diz ter observado um clima de acomodação. “Tenho percebido que ela (Alepa) está cada vez mais subserviente às ordens do Executivo e menos disposta a exercer o seu papel de fiscalizadora e propositora de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento do Estado”, avalia.

Edmilson Rodrigues relembra que, em seus dois mandatos anteriores como deputado estadual (à época pelo PT), ele e Valdir Ganzer (PT) eram os únicos parlamentares de oposição ao governo, mas conseguiam criar um clima importante de debate no plenário. Atualmente, PSol e PT, formalmente, são os dois partidos de oposição ao atual governo. No entanto, a bancada do segundo ressalta que fará uma “oposição responsável e construtiva”. Para Edmilson o povo paraense precisa de um partido como o Psol, que se declara como oposição popular e de esquerda ao governo Simão Jatene. “Fazer oposição responsável é colocar o dedo nas feridas, denunciar erros e corrigir distorções, além, é claro, de fazer proposições de políticas públicas que melhorem a vida do povo”, destacou Edmilson.Fonte: Assessoria de Imprensa – Gabinete Deputado Edmilson Rodrigues (PSOL)