segunda-feira, 31 de agosto de 2009

QUEM BANCA A VALE?

Em resposta a reportagem da revista Veja que ataca o MST, aqui fazemos também uma provocação.


Não há nenhuma novidade na postura política e ideológica desses veículos, que fazem parte da classe dominante e defendem os interesses do capital financeiro, dos bancos, do agronegócio e do latifúndio, virando de costas para os problemas estruturais da sociedade e para as dificuldades do povo brasileiro. Desesperados, tentam requentar velhas teses de que o movimento vive às custas de dinheiro público. Aliás, esses ataques vêm justamente de empresas que vivem de propaganda e recursos públicos ou que são suspeitas de benefícios em licitações do governo de São Paulo, como a Editora Abril.
E os empreendimentos que Vale vai instalar na região, quem paga???

Nota de Agradecimento

Vitima de um acidente de motocicleta ocorrido no dia 12/06, tendo consequencia algumas escoriações e uma perna quebrada (fratura na tibia obliqua). Foram 83 de imobilidade, a maioria se locomovendo com auxílio de muletas. Nestes dias de dores e dificuldades de se locomover, além de outros sofrimentos obtive ajuda de vários amigos e amigas que de várias formas dispuseram de seus tempos para prestar apoio, e ajuda que amenizou as dificuldades nos momentos mais dificéis. Neste sentido. quero agradecer publicamente a todos: Rogério Ribeiro; Ludimila Martins; Ismael Lima Ribeiro; Israel Lima Ribeiro; Maria dos Remédios. Ranaeely Viana; Renatinha; Francisco José Macedo; Marlúcia Silva, Aline, Popó; Fabiano (Laion); Gê Leite; Sandrelli Passos; Antonio Araujo; Emivagno Montel; Adailton Mototaxi; Nubia Ribeiro;Mauriza Gomes; Dalva; Dorilene Noleto; Paula Lana.

Eleição 2010: Mulheres na disputa!



Talvez nenhuma! Heloisa vem aí....

sábado, 29 de agosto de 2009

Tragédia anunciada!

TRAGÉDIA
A sabedoria popular de nossa gente ensina que o passado é lição de vida para trilhar o futuro de um povo. Quem não lembra, por exemplo, quandoo DIM se implantou aqui em Marabá? Eram muita promessas de empregos, solução para todos os problemas do nosso povo, dinheiro circulando no comércio com facilidade, entretanto muito pouco do que foi prometido se cumpriu.

Até quando a sede de trabalho e a necessidade de sobrevivência manterão o povo refém desse modelo de desenvolvimento que destrói o meio ambiente?
Será que não é possível um modelo de produção industrial em que trabalho e respeito à vida caminhem juntos, mesmo se fosse necessário reduzir de um pouco os enormes patamares de lucro alcançados até agora pelos donos das empresas?
Para nós, progresso é quando todos e todas ganham, quando o direito a uma vida saudável e digna é respeitado, quando o ser humano é posto em primeiro lugar e, harmonizado com o meio ambiente, é capaz de repassar às gerações presentes e futuras valores éticos e morais.
Depois de vinte anos de difícil convivência com as siderúrgicas (ainda sem filtros de manga nem tratamento das águas de defluxo), chega agora a notícia de que a goverandora e o prefeito estiveram visitando esta semana uma aciaria no Rio de Janeiro nos mesmos moldes da que deve ser implantada em Marabá.
Que bom! Verticalizar a produção, valorizar nosso trabalho e nossos recursos sempre foi um objetivo comum.

Minha casa, Minha Dívida!!

Se o programa "Minha Casa, Minha Vida" pudesse ser resumido em uma metáfora futebolística, ele foi um "golaço" para tirar o setor da crise. Golaço que estar sendo comemorado pelo setor imobiliário. Passados quatro meses de seu anúncio, só as grandes empresas imobiliárias tem se credenciado para vender seus imóveis.

A cosntrução de unidades habitacionais aind anão saiu do papel e tem sido apenas foco de propaganda. Está parecendo o programa Fome Zero!! Cadê ele? Ninguem viu?

Amazônia sem folêgo!

O satélite Aqua, da Nasa, a agência espacial americana, conseguiu captar no último dia 19 centenas de pequenas nuvens em cima da Amazônia. Como a região está no seu período de seca, que vai de junho a agosto, é pouco provável que as nuvens tenham sido trazidas do Oceano Atlântico por correntes de vento. Os pesquisadores afirmam que elas são resultado da “transpiração da floresta”.

Enquanto isso o deputado Asrubal Bentes (PMDB) faz a defesa dos que sempre destruiram a Amazônia: os fazendeiros!!!

Senador visita Bairro da Paz

O Senador José Nery (PSOL) esteve ontem (28) participando de uma audiência pública no Bairro da Paz, palco do recente assassinato do presidente da associação dos moradores Manoel Moura. O senador veio a convite dos membros da associação e dos militantes do PSOL da qual o Manoel Moura era filiado.



Durante a audiência o senador recebeu uma série de reivindicações, segundo Nery todas serão analisadas e se comprometeu em reunir com autoridades para miniminizar os probelams que afetam os moradores daquela comunidade.



Com relação ao assassinato do lider da ocupação, o senador Nery entrou em contato com a delegada do caso Dr Bruna Pallouci, que garantiu que as investigações estão sendo feitas.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Escola Pública!!

Projeto obriga políticos a matricularem seus filhos em escolas públicas..Uma idéia muito boa do Senador Cristovam Buarque.
Ele apresentou um projeto de lei propondo que todo político eleito(vereador, prefeito, Deputado, etc.) seja obrigado a colocar os filhosna escola pública. As conseqüências seriam as melhores possíveis.Quando os políticos se virem obrigados a colocar seus filhos na escolapública, a qualidade do ensino no país irá melhorar. E todos sabem dasimplicações decorrentes do ensino público que temos no Brasil.

Enquanto isso...


Greve na UEPA!!!

EM APENAS TRÊS MESES DE GESTÃO: A PRIMEIRA CRISE COM O DECRETO 31405 DE CONTIGENCIAMENTO DE VERBAS PARA A EDUCAÇÃO NA UEPA.

Para entendermos a atual crise da UEPA e o porquê da organização do Movimento Estudantil que estão eclodindo nos Campi da UEPA, contrários ao corte drástico de vagas para o processo seletivo PRISE E PROSEL que serão ofertados em 2010 é preciso compreender a atual política do Governo do Estado, à frente Ana Júlia Carepa, que anunciou no período das eleições para Reitor o contingenciamento e corte de verbas de 20% nas Administrações Diretas e Indireta. Afetando diretamente o funcionamento da UEPA como uma autarquia que deveria gozar de autonomia. Esta estratégia para amenizar a Crise Econômica provocada pelos burocratas do mercado financeiro, pela corrupção dos cofres públicos tem como propósito reduzir os custos da máquina pública a custa do sacrifício do povo.
Os estudantes estão indignados com este corte de vagas por não terem sido ouvidos sobre esta decisão. Afinal de contas as candidatas foram eleitas prometendo que a interiorização seria ouvida pelos principais interessados, esta foi uma promessa de campanha. O Movimento Estudantil está de parabéns pela iniciativa, na luta pelos interesses da sociedade civil, que necessita da formação gratuita e de qualidade, visando às melhorias das condições de vida da população, na busca do desenvolvimento dos municípios que vivem em péssimas condições. A presença da UEPA nesses municípios é fundamental, é a possibilidade de uma esperança de futuro para milhares de jovens que lá estão sem perspectiva de vida. A educação é a única possibilidade para os devaneios que se tornou um vício de origem por parte de Governos e Gestores do passado e do presente, que hoje são refletidos nas políticas públicas nos diversos Campi da UEPA.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Assassinado líder de ocupação urbana

O presidente da Associação dos Moradores do Bairro da Paz (área da Lucinha) Manoel Moura foi a assassinado hoje (26) pela manhã próximo de sua casa. Manoel Moura caminhava pela rua principal do bairro deslocava-se da sede da associação rumo a sua casa, quando de repente foi abordado por dois individuos numa moto, que sacaram de uma arma e atiraram sem piedade.
Manoel Moura era filiado recentemente no PSOL, e tinha uma grande atuação junto ao movimento das ocupações urbanas. Foi eleito presidente da associação no início do ano e vinha desempenhando seu papel como articulador com as demais entidades da luta por moradia.
Este caso requer atenção da policia para o desvendamento do seu assassinato, pois a impunidade não pode permanecer como um elemento de banalização da vida.

Educação: Escola fornece água contaminada!

Rebuliço na Escola de Ensino Fundamental e Médio Jonatas Atias, os alunos se organizaram e cobraram providências junto a direção da escola fornecimento de água de qualidade pra beberem.
Desde que retornaram as aulas no inicio de agosto os alunos estão submetidos a beber uma água suja, tudo porque o bebedouro estar quebrado e a água distribuída vem direto da caixa (amarela, suja, emporcalhada).Um grupo de alunos atiçados resolveu denunciar através de abaixo assinado a situação caótica da escola. O caso foi bater na Semed – o secretário agora cobra providências da secretaria de obras no sentido de amenizar a situação.

Grave!

A Escola Jonatas Atias foi uma das contempladas no pacote de obras “financiadas” com recursos do Projeto Salobo, ainda no Governo Tião Miranda (PTB). Acontece que a reforma teve inicio há dois anos e até agora anda a passo de jaboti, tartaruga e andarilhos de muletas. A situação pra quem estuda na escola não estar nada fácil, os estudantes tem que conciliar seus estudos junto com o barulho da “reforma” jabotiniana. Por outro lado, os professores às vezes são obrigados a dispensar os alunos pro que a situação é mais grave do que está escrito aqui!!

O Tocantins é aqui! 1

Aos poucos vai ganhando força em Marabá o grupo “político e econômico” do Tocantins, aquele mesmo que deve ter financiado a eleição do atual prefeito. São universidades particulares que estão se instalando, fábrica de asfalto, empresas de alimentação escolar e de coleta de lixo, secretário e assessores importados. Dizem também que empresas de consultorias prestam serviços em várias áreas e a publicidade tem a marca tocantinense. Mesmo as que não tem registro em Palmas, e que são de outros estados, elas tem um cheirinho do grupo tocantinense. È o circulo fechando em torno de quem detém o poder!!

O Tocantins é aqui! 2

Este fim de semana o prefeito MAUrino Magalhães (PR) recebeu o senador João Ribeiro (PR) do Tocantins, acompanhados de políticos e correligionários o senador do Tocantins promete trazer uma grande universidade da qual é sócio para Marabá.O também senador Leomar Quintanilha (PMDB) é autor do decreto que solicita o plebiscito para emancipação do Sul e Sudeste do Pará (Criação do Estado de Carajás). Já a senadora Kátia Abreu (DEM) também do Tocantins, já fez suas peripécias por aqui, defendendo os latifundiários e pedindo intervenção federal no estado. Qualquer semelhança com essas atuações “deve” ser mera coincidência.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

IBAMA e Governo MAUrino


Acontece que foram presos pelo IBAMA sete caminhões e duas pás-carregadeiras que faziam extração ilegal de aterro para uma obra da Prefeitura Municipal de Marabá. Segundo uma planilha de controle recolhida dos trabalhadores, só em um dia foram retirados cerca de 150 caminhões cheios com terra e cascalho do local, em uma área da antiga fazenda bandeira, joje parte ocupada por sem-teto, denominado de bairro Nossa Senhora Aparecida.

Além da apreensão dos veículos, que foram lacrados pelos fiscais da Gerência-Executiva do órgão em Marabá, até o julgamento final do processo, a prefeitura será multada em até R$ 3 mil para cada hectare de terreno explorado irregularmente.

Crime - O crime ambiental foi denunciado ao serviço Linha Verde do Ibama, e ao chegar à invasão, os agentes encontraram as máquinas em pleno funcionamento. Todas tinham adesivos com a marca da prefeitura que, de acordo com os operários, extraía o minério há cerca de uma semana.

A JUSTIFICATIVA DO SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE

Após a chegada da fiscalização, o secretÁrio municipal de Meio Ambiente, José Scherer (PR), esteve na área. Ele disse que a prefeitura nivelava o terreno elevado, para facilitar a construção das casas dos sem-teto, e utilizava o material para aterrar o vão central de três avenidas recentemente duplicadas na cidade.

Fonte: Quaradouro e (Diário do Pará, 21.08.09)

CPI da Pedofilia em Parauapebas

No próximo sábado (29) a CPI de Combate a Pedofilia comanda pelos senadores Magno Malta (PR) e José Nery (PSOL) estará em Paraupebas para acompanhar os trabalhos do Encontro de Conselhos Tutelares da Região Sul e Sudeste do Pará.
NOVA AGENDA
Fomos informado agora a pouco que apenas o senador José Nery (PSOL) se fará presente no encontro dos conselheiros e ex-conselheiros tutelares em Parauapebas.
O senador deve chegar na tarde desta quinta feira, onde reunirá com representantes dos garimpeiros e membros do PSOL. A noite participa da abertura do encontro.

II Congresso do PSOL

Num acordo construído entre a maioria das forças do partido, o 2º Congresso Nacional do PSOL aprovou a realização de uma convenção eleitoral dentro de 60 dias para definir o nome do partido que concorrerá à Presidência da República nas eleições 2010. O nome de Heloísa Helena segue como principal opção, mas ela defende que o partido construa antes o programa que pretende apresentar para a disputa eleitoral do próximo ano.

Treme-treme

È assim que a passarela de pedestre em frente o Mangueirão em Belém fica quando as pessoas passam por ela.
Segundo, os "especialistas" o tremor chega a determinados graus na escala "rister" (claro que não é assim que se escreve, mais o que vale é a gozação com o governo do pará que nada faz!!!!).

No Maranhão Juiz escravagista é acusado de comandar despejo violento

Segundo famílias que ocupavam fazenda de Marcelo Testa Baldochi, o próprio magistrado desferiu agressões verbais e físicas contra os sem-terra em despejo (com 50 policiais e sem oficial de justiça) ocorrido em 5 de agosto

juiz estadual Marcelo Testa Baldochi, da Comarca de Pastos Bons (MA), terá de responder também à acusação de comandar pessoalmente uma ação truculenta de reintegração de posse. Relatos graves de dezenas de famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) que ocupavam a Fazenda Pôr do Sol, que fica em Bom Jardim (MA) e pertence ao juiz, fazem parte da representação apresentada contra o magistrado na Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Maranhão no início deste mês.

Veja mais neste link:

Flagrado pela exploração de 25 pessoas em condições de escravidão em 2007, o


"O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) tem uma longa e larga tradição de corporativismo, de proteger os magistrados denunciados e invetsigados. O processo contra desembargadores não anda, isso é um fato público e comprovado pela própria corregedoria do CNJ. Contraditoriamente, o TJ-MA tem uma prática de banalizar processos administrativos disciplinares contra os servidores para intimidar a organização independente dos trabalhadores, um verdadeiro assédio moral institucionalizado", ressalta Aníbal.

O MST entrou com um pedido de desapropriação da Fazenda Pôr do Sol no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária do Maranhão (Incra/MA). Segundo assessoria do Incra-MA, o órgão fica impedido de realizar a vistoria na área para desapropriação do imóvel para fins de reforma agrária pelo prazo de dois anos após a ocupação. O impedimento foi imposto por Medida Provisória (MP 2.109-47), de 27 de dezembro de 2000, assinada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Fonte: Reporter Brasil

domingo, 23 de agosto de 2009

Merenda Escolar: tercerirização e precarização

Privatizaram os espaços e os equipamentos de trabalho nas escolas públicas de Marabá.

Com a terceirização da merenda escola em Marabá, as escolas tiveram que entregar as cozinhas e os seus equipamentos para empresa EB Alimentação Escolar, que já estar utilizando na produção da "refeição escolar" novo nome da merenda.
Enquanto isso as antigas merendeiras e demais profissionais da escola não podem mais entrar na cozinha. Teve escola que diretor retirou os equipamentos, porque nao aceita que instrumentos de trabalhos seja repassado para uma empresa privada.
Precarização:
Os funcionários contrados pela empresa privada recebem um salário minímo e tem uma longa carga horária de serviço. Atenção Ministério do Trabalho!!!!!!!!!!!

Telefonema do Dirceu

O STR de Xinguara junto com o Movimento Próterra organizaram e ocuparam recentemente uma área da fazenda do publicitário Duda Mendonça, entre o município de Xinguara e Agiua Azul do Norte.
Mais foi rapidamente desarticulado através da mobilização do ex-dep José Dirceu (PT) que ligou para o prefeito de Xinguara e solicitou intervenção deste com o sindicato.
Um grupo de fazendeiros da cidade chegou a pressionar o prefeito, pedindo a "cabeça" do secretário de desenvolvimento rural, pela sua participação efetiva no processo de organização da ocupação.
Por outro lado, partidários da deputada Berdadete em Xinguara estão em crise com a deputada, pela forma de intervenção feita pelo lider da tendencia nacional José Dirceu em favor de Duda.

Conferência Municipal de Educação 1

Durante dois dias (21 e 22) mais de 350 educadores estiveream reunidos para discutir sobre o sisteam nacional articvulado de educação.

Na abertura do evento a ausência do prefeito MAUrino Magalhães (PR), e nos bastidores as criticas a privatização da merenda escolar e a farta propaganda sobre "refeição escolar". Com a presença do representante do MEC professor Arlindo Queiroz e a coordenadora do Campus da UFPA professora Hildete dos Anjos a conferência teve um tom diferenciado, pela qualidade do debate e das apresentações.

Conferência Municipal de Educação 2

No sábado a plenária discutiu as propostas dos grupos de trabalhos, aprovando e elegendo os delegados para a conferência regional que deve acontecer no final de setembro.
Durante o evento a participação efetiva da coordenação do Sintepp, na pessoa do educador Wendel Lima fez uma grande diferença ao apresentar propostas em defesa dos edcucadores e denunciar a forma como o governo MAUrino vem trantando os recursos do FUBDEB. Na oportunidade foi apresentada uma proposta de criação de um portal de transparencia dos recursos do fundo com sua devida aplicação.

E o Pit Bul deu uma rápída passada por lá!!

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

PT perde dois senadores em apenas um dia

Ontem (19) foi dia de baixa no partido mensaleiro, pela manhâ a senadora verde Marina Silva e pela tarde, foi a vez do senador Flávio Arns (PT-PR) anunciar o rompimento com o PT.
A motivação do senador, que já foi tucano, foi a orientação do presidente nacional do PT, deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), para que os membros petistas no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar votassem pela manutenção do arquivamento das denúncias contra José Sarney.

Marina é verde desde criancinha!

Senadora Marina Silva deixa PT e se prepara para a corrida presidencial como alternativa á Dilma e Serra

Trecho da carta de despedida

Hoje lhe comunico minha decisão de deixar o Partido dos Trabalhadores. É uma decisão que exigiu de mim coragem para sair daquela que foi até agora a minha casa política e pela qual tenho tanto respeito, mas estou certa de que o faço numa inflexão necessária à coerência com o que acredito ser necessário alcançar como novo patamar de conquistas para os brasileiros e para a humanidade.

Colonização Africana implementada na Amazônia

A Lei 11.952/09 (MP da Grilagem) oficializa partilha territorial entre corporações é assim que o governo LULA e Dilma (PT) vem implementando aos mesmos moldes do que fopi feito na Africa.

Fenícios, gregos e romanos dominaram tribos autóctones africanas de formas semelhantes às quais ingleses, espanhóis e portugueses dominaram aldeias ameríndias. A expansão do capitalismo industrial, no século 19, impulsionou o neocolonialismo africano e desenhou seu mapa atual, cuja partilha territorial foi regulamentada na Conferência de Berlim (1884) entre países europeus.

Agora o governo brasileiro implementa a mesma política, com as mesmas caracteristicas.

Capital X Trabalho

Uma possível aliança com o representante máximo do latifúndio de Xinguara estaria sendo costurada nos bastidores, segundo a coluna coisas da politica do Jornal Opinião:



Dobradinha
Conforme se falou aqui há dois dias, José Davi Passos (PT), prefeito de Xinguara, nega categoricamente que seja candidato a deputado federal no ano que vem. Mas, nos bastidores, já se fala até em possível dobradinha dele com o empresário Osvaldo Assunção (PMDB).
Ex-adversários
Conta-se que Assunção, que foi derrotado por Passos na disputa da prefeitura em 2004, poderá tentar uma cadeira na Assembléia Legislativa. E uma chapa com Davi Passos e Assunção teria, na visão de observadores da política xinguarense, a força de unir o eleitorado local.

Oficializando!!

Acaba de chegar oficialmente no Conselho Gestor do Plano Diretor, as documentações de pedido de aprovação de vários empreendimentos novos que serão construídos em Marabá. Entre eles, o Loteamento Vale do Tocantins; Supermercado Yamada; Residencial Ipiranga Ecoville Premium e o Loteamento Leolar.
Na reunião de ontem (19) foram escolhidos os relatores para os referidos empreendimentos, o papel dps relatores é analisar toda documentação e emitir um parecer para que o conselho possa decidir se aprova ou não. A documentação tem que estar de acordo com a legislação urbanística e demais leis municipais.

Aprovado!!

O Conselho Gestor Gestor do Plano Diretor de Marabá aprovou ontem (19) depois de longo debate, dois novos empreendimentos a serem construídos nos próximos meses. São eles: o Hospital da Unimed e o Residencial Flamboyant, este será erguido com duas torres de 21 andares. Ambos serão constrúidos no Bairro Belo Horizonte.
Na pauta de discussão os impactos negativos que tais empreendimentos podem causar na vizinhança, como aumento do fluxo nas vias, pressão imobiliária, aumento da produção de resíduos sólidos, sistema de esgotamento sanitário. Tendo sido apreciado o relatório os conselheiros fizeram algumas sugestões e inidacaram ao empreendedor as devidas mudanças.

Clandestino lotação!

Ainda não fez efeito a operação desencadeada pelo DMTU na caça aos carros particulares que estão fazendo o serviço de “táxi lotação”. Agora pouco pelo menos três destes tentaram me persuadir para usar o serviço. Desde o início do ano (vide Governo Azulino) este serviço entrou em operação, são pessoas que se aproveitaram da situação para ajudar a bagunçar ainda mais o transito da cidade.
A prefeitura que até agora ainda não abriu concessão para novas empresas de transporte coletivos possam explorar o serviço, nada faz para melhoria do transporte público em Marabá.

Chega ao senado o caso das desapropriações milionárias

Durante discurso do senador Flexa Ribeiro (PSDB) - que também é aliado da Vale -denunciou a governadora que não investe na saúde, mas em compensação tem dinheiro para os representantes do grupo Revemar.


Veja o discurso taquigrafado:

O SR. FLEXA RIBEIRO (PSDB – PA) – Ele próprio diz que o Ministério Público está investigando e já chegou a essa conclusão. E não para por aí. Por que não há dinheiro para ser utilizado no atendimento do povo do Pará? Aí vem outra trapalhada da Governadora. Jornal Folha de S. Paulo, sábado, 15 de agosto: “Desapropriação no Pará beneficia dois empresários”. Quero pedir a V. Exª, Senador Eduardo Suplicy, que transcreva na íntegra matéria da Folha de S.Paulo do dia 15 de agosto, e a matéria do jornal Opinião, de Marabá: “Disparidade de preço gera polêmica”, tratando do mesmo assunto. O que quer dizer isso, Senador? Quer dizer que a Governadora Ana Júlia desapropriou 26 propriedades na área de Marabá, num total – eu não tenho aqui o número hectares, mas, a 568 quilômetros de Belém, desapropriou 26 propriedades –, num valor de R$60,3 milhões. Até aí, o fato da desapropriação mereceria até aplausos do paraense, porque, nessa área desapropriada, era para ser instalada uma siderúrgica da Vale, que é o anseio de todos os paraenses há muito tempo: verticalizar a nossa ação na área mineral. Em vez de nós exportarmos os nossos minérios em bruto, nós temos de agregar valores, como faz São Paulo, como fazem os Estados industrializados. E aí precisamos fazer uma siderúrgica. A Vale, que é a maior mineradora do Brasil e a segunda do mundo, que tem 50% do seu faturamento no Estado do Pará, tem um compromisso com os paraenses, há muito tempo, de lá instalar uma siderúrgica. E agora ela se propôs a fazê-lo.


E já começa com uma confusão, uma trapalhada do Governo do Estado, que, ao desapropriar essa área, como eu disse, de 26 proprietários, em duas propriedades, melhor dizendo, ela fez superfaturamento. Uma área menor. E aqui está: “Médico diz que suas terras foram depreciadas.” Está aqui no jornal Opinião. “Disparidade de preço gera polêmica”. O que é isso? Das 26 propriedades, 24 foram avaliadas na faixa de um milhão, um milhão e meio, cada uma. Duas propriedades com área menor do que essas de um milhão, um milhão e meio de reais, foram desapropriadas a custo de quase quarenta...

Eu tenho o valor aqui, mas não estou encontrando na matéria, mas uma na faixa de R$30 milhões, e outra na faixa de R$20 milhões. As duas áreas. Senador Suplicy, as duas áreas! E as outras 24 somam o total para chegar aos R$60 milhões. Ora, houve uma grita por parte desses 24 proprietários que tiveram as suas terras desapropriadas com valores não condizentes, nem com a realidade, mas não condizentes com as outras duas propriedades que tiveram superavaliação.

Então, a Governadora, face ao clamor da sociedade, face à mídia, que divulgou em âmbito nacional essa questão, resolveu rever as avaliações. Então, quero aqui parabenizar a Governadora Ana Júlia. Ela cometeu um erro ao desapropriar com esses valores astronômicos, mas, reconhecendo e não assumindo mais uma atrapalhada no seu Governo, ela mandou rever para valores de mercado. Que eu tenho absoluta certeza que a Companhia Vale do Rio Doce, hoje a Vale, não vai aceitar desapropriações por esses valores que estão aqui definidos (...)

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Desapropriação 1: Àrea da siderúrgica supervalorizada

Uma ampla matéria do Jornal Folha de S. Paulo publicada na edição do dia 15 de agosto, denuncia a supervalorização das desapropriações da área para ser construida a siderirgica feitas pelo governo Ana Julia (PT)


O governo Ana Julia (PT) que quando vem a Marabá é recebido por Gilberto Leite, gastará R$ 60,1 milhões para desapropriar 26 propriedades da área em Marabá onde será construída uma siderúrgica da Vale. Segundo a Folha estimativas do governo estadual indicam que, deste custo, 59% (R$ 35,4 milhões) se referem a dois terrenos que ocupam apenas 87,2 hectares (7,6%) dos 1.135 desapropriados.

Eles pertencem a Winston Diamantino, um dos maiores empresários da cidade, e a um de seus funcionários, Gilberto Leite, que, como presidente da Associação Comercial e Industrial do município, participou das negociações para que a Vale levasse a usina a Marabá.

Em 2006, o grupo empresarial de Diamantino doou R$ 38 mil a candidatos a deputado estadual. Desse total, R$ 18 mil foram para a hoje deputada Bernadete ten Caten (PT).

Os valores calculados para as terras de Diamantino e Leite (R$ 23,9 milhões e R$ 11,5 milhões, respectivamente) superam, em alguns casos, em 1.700% os estimados por terras contíguas às deles, pertencentes a outros proprietários, segundo as 16 estimativas a que a reportagem teve acesso.

Exemplo1: a indenização de um terreno chamado de lote 06 (85 hectares) está estipulada em R$ 3,8 milhões. Proporcionalmente, isso representa mais de 860% de diferença em relação aos R$ 23,9 milhões pelos 55,3 hectares de terra de Diamantino contíguos a esse lote.
Exemplo 2: Cada um dos 33,2 hectares do dito lote 02 valem, segundo o governo paraense, R$ 30,7 mil. Diferença de mais de 1.000% em relação à área de Leite, da qual é uma continuação, e de cerca de 1.300% em relação à de Diamantino.

A maior disparidade, porém, se dá em relação ao pagamento por terras sem benfeitorias. A diferença entre o valor da "terra nua" no lote 06 e na área de Leite é de 1.700% -R$ 19,8 mil por hectare contra R$ 357,6 mil. Se comparada com à de Diamantino (R$ 278,1 mil por hectare de "terra nua"), a diferença é de mais de 1.300%.


No dia 6 de agosto, três semanas após o primeiro contato da Folha questionando as desigualdades, o governo do Pará disse que iria refazer os laudos. A Procuradoria Geral do Estado, que negocia com os proprietários, nega irregularidades.

Fonte: F. São Paulo

Desapropriação 2: MP exige documentos

A reportagem da Folha de S. Paulo ouviu cinco dos que foram desapropriados pelo decreto da governadora Ana Júlia Carepa (PT). Nenhum disse que as terras de Diamantino e Leite estão supervalorizadas. Um deles disse que o governo avaliou corretamente só os terrenos dos dois. Para ele, os preços elevados se justificam pela localização das áreas, próxima ao rio Tocantins e à rodovia Transamazônica.

O Ministério Público Estadual pediu ao governo do Pará documentos para esclarecer a desigualdade. Surgiram também ações na Justiça por parte dos que se dizem injustiçados.
Em uma das ações foi concedida liminar para paralisar o processo de desapropriação, mas ela acabou sendo derrubada pelo Tribunal de Justiça. As ações também contestam o interesse público da desapropriação, visto que quem se beneficiará diretamente com o processo será a mineradora, uma empresa privada.

A Vale afirmou que ainda não foi definido se ela reembolsará o governo pela quantia que vier a ser paga aos desapropriados ou se receberá os 1.135 hectares como doação. O imbróglio pode atrapalhar a construção da siderúrgica, na qual devem ser gastos aproximadamente R$ 6 bilhões.

Desapropriação 3: Governo tenta responder

Em nota o governo responde, mas os empresários se escondem
Governo diz que serão feitas novas avaliações

DA AGÊNCIA FOLHA, EM MARABÁ

DA AGÊNCIA FOLHA

Em nota, Maurílio Monteiro, secretário de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia do Pará, afirmou que, devido às discrepâncias entre os valores das áreas desapropriadas, serão feitas novas avaliações.
Segundo ele, a decisão foi tomada pela governadora Ana Júlia Carepa (PT) há quatro semanas, depois de receber questionamentos de proprietários de terras que teriam sido subavaliadas. A data coincide com o início da apuração da Folha.
De acordo com Monteiro, os laudos feitos até aqui levaram em consideração benfeitorias e acessibilidade -ou seja, se as propriedades são "servidas ou não por rodovia federal, com acessibilidade ou não pelo rio Tocantins, [o que as deixaria] mais valorizadas, pois o rio será alvo de uma hidrovia e da construção de um porto público". Os terrenos que a Folha comparou têm acesso à rodovia, ao rio ou a ambos.
O procurador-geral do Pará, Ibrahim Rocha, condutor das negociações com os desapropriados, afirmou não ter conhecimento técnico suficiente para explicar as disparidades.
Gilberto Leite, um dos proprietários que teve o terreno avaliado com valores acima dos demais, não soube dizer que qualidades sua área teria para justificar as diferenças.
A Folha deixou recados para Winston Diamantino, cuja terra também foi bem avaliada. Até a conclusão desta edição, ele não havia ligado de volta.
Na sexta-feira, a reportagem ligou para a assessoria e para a casa da deputada estadual Bernadete ten Caten (PT), mas não conseguiu localizá-la.
Por meio de sua assessoria de imprensa, a mineradora Vale afirmou que o processo de desapropriação é responsabilidade do governo do Estado do Pará. (JCM e JPG)

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Lei Kandir 1: O que é?

Com o argumento de incentivar as exportações e incrementar a produção nacional, ogoverno federal aproveitou a necessidade da regulamentação da cobrança do ICMS (Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação), com as mudanças determinadas pela Constituição de 1988 e, por meio da aprovação da Lei Complementar nº 87 (também chamada Lei Kandir), de 13 de setembro de 1996, utilizou o tributo como instrumento de política econômica nacional.
A Lei Kandir promoveu a exoneração do ICMS nas operações que destinem mercadorias para o exterior, bem como os serviços prestados a tomadores localizados no exterior. A EC nº 42/03 veio constitucionalizar essa exoneação tributária (art. 155, § 2º, X, a da CF). Com isso, Estados e Municípios perderam parcela da arrecadação de seus impostos. Os Municípios foram duplamente prejudicados: pela exoneração direta do ISS e pela redução na partilha do produto de arrecadação do ICMS.
EXEMPLO: A VALE não paga um centavo do que exporta (isenta de ICMS), e você ja olhou sua conta de enrgian pra ver o quento paga de ICMS?????

Lei Kandir 2: Desvio de verba consignada

Juristas detectaram que a Lei Kandir nãopassa de um desvio de verba consignada e por omissão do governo.

Se o Presidente da República promove o desvio de verba consignada na Lei Orçamentária Anual a título de despesa com o repasse do ICMS, ele afronta diretamente o art. 85, VI da CF, incorrendo em crime de responsabilidade. Poderá vir a sofrer processo de impeachment na forma da Lei nº 1.079/50. Qualquer cidadão poderá formular a denúncia, cujo recebimento, entretanto, dependerá da Câmara dos Deputados, competente para a formulação da acusação. Esse desvio, caracteriza também ato de improbidade na forma do art. 11, I da Lei nº 8.429/92.

Se o Presidente da República não cumprir o dever de ofício, consignando na Lei Orçamentária Anual a verba necessária ao cumprimento da obrigação legal de transferir recursos aos Estados e Municípios, ele estará incurso no art. 11, II da Lei nº 8.429/92, cuja pena implica perda do cargo e suspensão de direitos políticos de três a cinco anos, além da multa de até cem vezes o valor de sua remuneração. Qualquer pessoa poderá representar à autoridade administrativa competente para investigar a prática do ato de improbidade. Em se tratando de Presidente da República o investigado, a representação deverá ser formulada ao Ministério Público Federal que, se for o caso, deverá propor a ação de improbidade administrativa pelo rito ordinário.

Fonte:http://jusvi.com/artigos/20717

Reforma Ambiental avança!

Desde o segundo semestre de 2008, foram aprovadas ou editadas uma série de medidas articuladas no pacote de reformas anti-ambientais de Lula. Muitas outras estão tramitando ou prontas para votação em plenário ou nas comissões temáticas do Congresso Nacional. Possuem apensados projetos de lei pertencentes ao pacote de medidas do PAC, como o PLP 12/03 (Sarney Filho) e o PLP 388/07 (do Executivo), que estabelecem novas regras de licenciamento e responsabilidades ambientais e estão juntos na mesa do plenário. Ou ainda o Novo Código Florestal dos ruralistas - PL 5367/09 de Valcir Colatto (PMDB/ SC) - em discussão nas Comissões de Agricultura e de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados.

Perseverança

A Fazenda Perseverança (23º BLog ao Rio Taurizinho) adquirida pelo Grupo Leolar será transformada em um grande loteamento. Recentemente ocupada por famílias sem teto e desocupada com agilidade, a pedido do empresário Leonildo Rocha diretamente a governadora Ana Julia (PT), com a promessa de doar parte da área para UFPA.A estratégia de marketing do grupo foi espalhar out-dor da empresa como uma tentativa para evitar uma nova ocupação, além de contratar uma empresa de “segurança” para “proteger” a área

Incêndios

Este fim de semana pipocou vários focos de incêndios na área urbana. Os bairros mais afetados foram Santa Rosa e Santa Rita, todas as incidências não tiveram a presença do Corpo de Bombeiros

Sorria.......

Que Marabá tem dono! A Praça Duque de Caxias ganhou imensa placa decorativa do grupo Leolar – vereadores espernearam, prefeito prometeu enviar um projeto de lei, blogueiros e jornalistas contestaram, mais o “dono da cidade” conseguiu na maior tranqüilidade emplacar sua PLACA!!!!

PS: Este assunto é o mais comentado neste blog nos ultimos dias. Vamos continuar batendo!!!!

Eleição 2010: Ele vem aí!


segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Sem indenizações

O representante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Roquevam Alves Silva, negou que as famílias do entorno de Tucuruí estivessem representadas nas indenizações pagas em 1995 por determinação do Ministério de Minas e Energia. Ele participou de audiência pública nesta quarta-feira (12) para debater o conflito gerado pela construção da Usina de Tucuruí (PA), em 1981, e ao longo dos últimos 30 anos.

-É impossível dizer quantas pessoas moram nas sobras de terra, a falta de financiamento nas ilhas, onde a única produção era de peixe, e não se pode plantar nada na agricultura porque não se pode desmatar - reclamou Roquevam Alves. Segundo ele, 12 mil famílias vivem nas ilhas formadas pelo lago de Tucuruí e transformadas em Áreas de Proteção Ambiental (APAs) e sem possibilidade de produção agrícola.

O MAB reivindica uma definição do conceito de atingidos pela construção de barragens, o que, segundo o seu representante, teria ficado a cargo do Conselho Superior do Sistema Eletrobrás (Concise) sem a participação dos diretamente interessados. Outra reclamação feita por Roquevam Silva foi o comprometimento de muitas casas na região de Tucuruí em decorrência do uso de dinamite para a construção de eclusas, que recebeu promessa do representante da Eletronorte de serem reparadas.

Canta!

Escolas terão de executar o Hino Nacional uma vez por semana

O Senado aprovou um projeto de lei que determina a execução do Hino Nacionalnas escolas públicas e particulares de ensino fundamental. Segundo o projetode lei da Câmara 29/09, o hino deverá ser tocado uma vez por semana. Aproposta foi aprovada em decisão terminativa na Comissão de Educação,Cultura e Esporte e deve voltar para análise da Câmara.

O relator do projeto na comissão foi o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE). Oprojeto acrescenta parágrafo único ao artigo 39 da Lei 5700/71, que tratados símbolos nacionais. Segundo a lei em vigor, já são obrigatórios o cantoe a interpretação da letra do Hino Nacional em todas as escolas. Não há,porém, menção à frequência de execução do hino, lacuna que o atual projetoprocura preencher.

Marabá tem dono?

Depois de muita polêmica sobre a instalação do imenso Out-dor na praça Duque de Caxias, as autoridades não tiveram como evitar a fixação do trambolho.

Este poster denuncia desde o início do mês a tentativa, a câmara chegou a reunir com o prefeito MAUrino Magalhães (PR) para tentar impedir, mas nada feito. A prefeitura autorizou e a LEOLAR imprimiu sua marca!!

Marabá tem dono?

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Educação Indígena

A educação escolar indígena no Brasil ganhará um importante reforço nos próximos anos. No Amazonas já teve inicio com a realização do primeiro vestibular especial da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) para o curso de licenciatura intercultural indígena. Mais de 28 mil candidatos forão inscritos para participar do concurso que oferece 2,6 mil vagas, sendo 70% dessas destinadas a candidatos (índios ou não índios) que exerçam a docência em escolas indígenas, mas que ainda não têm graduação.

Aqui em Marabá uma equipe de docentes do Campus Rural de Marabá -IFPA está contruindo uma proposta para um curso que deve iniciar ano que vem.

Cadeia nele!!

A Comissão de Direitos Humanos aprovou requerimento do deputado Domingos Dutra (PT-MA) para a realização de uma audiência pública para discussão da abertura dos arquivos da ditadura militar e da Guerrilha do Araguaia, ocorrida entre 1972 e 1975. O requerimento do petista propõe convidar o major reformado do Exército, Sebastião Curió Rodrigues de Moura, conhecido como major Curió, para falar sobre seu arquivo pessoal relativo à guerrilha, que foi duramente reprimida pelas Forças Armadas.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Fidel 83 anos!

Fidel Castro completa 83 anos e reflete sobre a crise econômica
Para o ex-presidente cubano, os atuais problemas financeiros no mundo podem significar algo ainda pior do que parecem.

O líder cubano Fidel Castro comemora hoje seu aniversário de 83 anos com uma sombria advertência sobre a crise econômica mundial e a promessa de "seguir adiante". Em texto publicado pelo jornal Granma, Fidel apresenta aos cubanos um obscuro panorama sobre a crise que atinge o mundo e a ilha que governou durante quase meio século.
Viva Fidel e a Revolução!!!

Santa Bárbara na mira do MPF

MPF cobra Santa Bárbara por 51 mil hectares de área desmatada

Empresa de Daniel Dantas injeta investimento bilionário em fazendas com histórico de multas ambientais, trabalho escravo e conflitos fundiários. Nove fazendas do grupo são alvos do MPF, que cobra R$ 686,8 mi por derrubadas ilegais na Amazônia


Agropecuária Santa Bárbara Xinguara, que tem entre seus acionistas o banqueiro Daniel Dantas, está sendo processada pelo Ministério Público Federal do Pará (MPF/PA) por desmatamento ilegal de 51 mil hectares da Floresta Amazônica para a criação de gado bovino. A área total das propriedades - que contabilizam um histórico de casos de trabalho escravo e disputas fundiárias - equivale a um terço da área do município de São Paulo (SP). Os procuradores exigem indenização de R$ 686,8 milhões dos pecuaristas e frigoríficos que comercializaram rebanhos criados nas fazendas do grupo.

Ao todo, a Santa Bárbara é alvo de nove ações civis públicas, que envolvem nove fazendas espalhadas em cinco municípios no Sudeste do Pará: Vale Sereno, Santa Ana e Caracol, em Cumaru do Norte (PA); Espírito Santo e Castanhais, em Xinguara (PA); Vale do Paraíso e Rio Tigre, em Santana do Araguaia (PA); Cedro, em Marabá (PA) e Maria Bonita, em Eldorado dos Carajás (PA), local do massacre que subtraiu a vida de 19 sem-terra em abril de 1996. Dessa relação, apenas a Rio Tigre possui licenciamento ambiental. Todas elas estão embargadas.
(Fonte: Repórter Brasil)

Gado do Bertin é criado em parte de área flagrada com escravos

Trabalhadores viviam em currais. Flagrante se deu nas terras de José de Paula Leão Júnior, em Araguaçu (TO). Pecuarista cedia parte da área em comodato e vendia capim para criação de bois da Comapi, que faz parte do Grupo Bertin


Bois de um dos maiores frigoríficos do país dividiam o mesmo conjunto de propriedades rurais em que trabalhadores eram mantidos em condições análogas à escravidão. O flagrante se deu na Fazenda Santa Luzia, que pertence ao pecuarista José de Paula Leão Júnior, no município de Araguaçu (TO) Estado da senadora Kátia Abreu do DEM, próximo à divisa com Goiás. José de Paula mantinha contrato de comodato com a Comapi - empresa do Grupo Bertin - na Fazenda Santa Maria, contígua ao local onde o grupo móvel de fiscalização encontrou 28 pessoas submetidas à escravidão.

A operação teve início no dia 31 de julho e se estendeu até 7 de agosto. Os libertados, que se dedicavam ao "roço de juquira" (limpeza da área para formar pasto), estavam alojados literalmente em currais, não recebiam salários com regularidade e eram submetidos a jornadas exaustivas. Uma das vítimas tinha apenas 15 anos e aplicava agrotóxicos sem as proteções exigidas. (Fonte: Reporter Brasil)

Ato do PSOL é reprimido com truculência pelas polícias do Congresso

Manifestantes cobram saída de José Sarney da Presidência do Senado

Uma manifestação pacífica, organizada pelo PSOL, para cobrar a saída de José Sarney da Presidência do Senado terminou em agressões por parte da Polícia Militar e Legislativa e duas prisões de militantes do partido. Com uma faixa “Fora Sarney e todos os corruptos”, os manifestantes subiram na marquise das cúpulas do Congresso e cantaram palavras de ordem, cobrando a renúncia de Sarney e a apuração das denúncias.

Os militantes do PSOL foram retirados da marquise do Congresso. Os seguranças confiscaram a faixa, que depois só foi devolvida com a interferência dos parlamentares do PSOL, deputados Ivan Valente, Chico Alencar e José Nery.

Enquanto isso o PT de Lula e seu aliado Collor defendem Sarney!!

Para refletir

“O homem que tenta ser bom o tempo todo está fadado à ruína entre os inúmeros outros que não são bons. Por conseguinte, o príncipe que desejar manter a sua autoridade deve aprender a não ser bom, e usar esse conhecimento, ou abster-se de usá-lo, segundo a necessidade.” O PRÍNCIPE, Nicolau Maquiavel 1469-152 7

Surdina

Na surdina a SEMED prepara já para a próxima semana a I Conferência Municipal de Educação – De certa forma é uma avanço a Educação fazer sua conferência, já que os governos anteriores se limitaram apenas a realização do Fórum. Porém, pela importância do tema é muito estranha a rapidez da organização em tentar fazer da conferência, mas uma vez como um grande evento e que no final não saia com resultados positivos. Afinal de contas, as pré-conferencias seria fundamental para o acumulo do debate e propostas

Nafráuga Pará I



Apesar de ter sido inaugurado na ultima sexta feira (07), o Infocentro instalado nas dependências da SEASP ainda não estar funcionando. Ao tentar ser atendido ontem (12/07) pela tarde, fui informado que os monitores do mesmo, ainda estão em treinamento. Nafráuga Pará!!!!!!!!!!

MP contra-azula

Matéria do Jornal Opinião de terça (11/07) trás a tona a investigação do Ministério Público Estadual contra o Governo Municipal que tem dedicado boa parte do seu material de publicidade para promover pessoalmente o prefeito MAUrino Magalhães (PR). Principal preocupação do MP é quanto à farta utilização da propaganda oficial para promoção pessoal. No entanto, a marca do governo que estampa uma letra “M” em formato de coração e as cores azul e branco também são alvos da investigação.

Já na edição de hoje do "correio do mauritins", uma peça publicitária oficial estampava pelo menos três fotos do prefeito. E agora MP????

Eleição 2010: Entre o “novo” e as raposas!

Nos bastidores esquenta as conversas e articulações dos prováveis candidatos a deputado a estadual. Para reeleição: Bernadete (PT) e João Salame (PPS); pela primeira vez: Engenheiro Válber – (representando os portadores de necessidades especiais), Raimundo Oliveira (PT), Advogado Antonio Francisco –Tony (PSB), Otávio (PSOL); Nomes já conhecidos: Julia Rosa (PDT), Leodato (PP), Nagib Mutran (PMDB) também é apostado como certos na disputa.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Apócrifo!

Um panfleto denominado de "o Grito" foi distribuido recentemente na cidade, no alvo das denúncias está a SEMED -( e um trio, que segundo o panfleto comanda hoje a toda poderosa secretaria de educação).

Sem a assinatura do responsável, "O Grito" apresentou uma enquente, na qual aposta os nomes para substituir o atual secretário de educação. São eles: "o famoso Assessor Especial; O diretor de RH; A amiga o Diretor do RH; ou Melquiades????

Motosserra vibrou!

Acompanhei por acaso na tarde de hoje a derrubada de pelo menos duas árvores dentro da área da SEMMA e SEAGRI - na Agropolis do INCRA.

E o som do motossera vibrou, chamando atenção de quem estava na UEPA, foram duas árvores derrubadas em questão de alguns minutos. O pior!!! todas dentro a área de plantio de mudas as secretarias de meio ambiente e agricultura.

Com a palavra o secretário de meio ambiente José Sherer?????

Privatização

Em meio a polêmica do projeto de lei do prefeito Duciomar Costa (PTB), que “privatiza” os serviços de distribuição de água em Belém, sobrou para a bancada petista. Durante debate na Câmara Municipal de Belém, uma vereadora do (PDT) fez elogios ao prefeito de Xinguara Davi Passos (PT), por ter privatizado o sistema de água no município. Apesar de ter sido em circunstâncias diferenciada, a SANEATINS é que tem o controle.

Asfalto de Palmas!



Mais uma empresa do "grupo" de Palmas estar prestes a chegar a Marabá, trata-se da Nacional Asfalto, capitaneada pelo empresário Ronaldo Barreto. Segundo informações ela montará uma grande estrutura de fazer inveja e dizer adeus Construfox!!

Anula!

A LDO aprovada na Câmara no final de junho está passiva de anulação. Acontece que o governo municipal, não fez a audiência pública como prevê a LRF. O parecer do Procurador da CMM já sugeria que fosse convocada a Audiência, no entanto, preferiram aprovar com aval do “Dr” Luiz Fernando.

Essa matéria deve ser pauta da próxima reunião do Conselho Gestor do Plano Diretor.

Esvaziamento

A plenária da 5 ª Conferência da Criança e do Adolescente foi esvaziada na tarde de sexta-feira. Os organizadores mobilizaram os conferencistas para participarem do ato de inauguração do “infocentro da seasp”.

A sal de computadores faz parte do Programa Nafráuga Pará!! Prova disso é que tô com 4 dias sem podere postar, porque a net ta lenta, nafraugada!!!!!!!

Eleição 2010

Cresce cada vez mais a possibilidade do prefeito Azulino Magalhães apoiar a reeleição da Governadora Ana Júlia (PT), pelo menos no primeiro turno. Apesar de andar repetindo que é da base de apoio ao governo, Azulino é barbalhista desde criancinha, e um eterno tucano a partir da adolescência.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Os morangos


Uma das primeiras postagens do pauta cidadã foi o anúncio das "uvas" do sitío do professor Darci. Vou apresentar a vocês uma crônica relacionada a aparência e a essencia.
sobre moranguinhos feios escondidos embaixo dos bonitos

Possivelmente você, assim como eu, já comprou aquelas caixas com morangos vermelhos belíssimos vendidos por ambulantes, no centro das cidades, no asfalto das cidades do interior ou até mesmo em feiras e supermercados. Aquela cor vermelha viva, permeada pelas pequenas sementinhas verdes do morango são um verdadeiro ímã ao consumo.Chegamos em casa, largamos nossas mochilas, maletas, sacolas ou bolsas em cima da mesa ou do sofá e vamos direto para a cozinha, experimentar algumas daquelas belezuras. Tiramos cuidadosamente o plástico que as encobre e começamos a tirar um, dois, três morangos da caixa. Quando pegamos o quarto morango, começamos a perceber que o vermelho vivo fresco e saboroso está somente na superfície: logo abaixo da primeira camada de morangos apetitosos encontra-se a camada que dá lucro ao esperto vendedor – morangos amassados, mofados, machucados, em parte apodrecidos e com aparência detestável, muitas vezes impróprios para o consumo.

Se foi nossa primeira vez, ficamos chateados. Se foi a segunda, ou a terceira, baixamos a cabeça e, com um suspiro significando “eu já sabia”, seguimos lavando os morangos que conseguimos salvar e degustamos pedaços de felicidade em um mar de desilusão.

Essa história ilustra muito bem um embate complementar interessante da humanidade: a aparência e a essência.

Existimos – todos, sem exceção – usando máscaras que nos convém em determinados momentos da vida. Alguns, usam máscaras tão grossas que deformam sua essência verdadeira e tudo que podemos conhecer dessa pessoa é sua superfície, representada por aquilo que ela aparenta para nós, aquilo que a máscara que usa nos deixa ver. Outras pessoas, entretanto, usam máscaras extremamente finas, translúcidas, quase transparentes, deixando à mostra seu verdadeiro eu, sua real essência. É dessas pessoas que gosto de me aproximar. Delas só posso esperar boas surpresas, já que estou sempre em busca de boas essências.Estou sempre buscando reduzir o número de morangos mofados na minha caixa de morangos. E você, como é sua caixa de morangos?
Autor Rafael Reinehr

Arquivamento!!

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB/RJ) arquivou duas das três representações do PSOL durante a reunião do colegiado ontem. A ação de suspeição feita pelo partido para que Paulo Duque se considerasse inapto a analisá-las por ter dito à imprensa que os atos secretos eram uma “bobagem” e que o PSOL “não existia” também foi indeferido por ele. As representações do PSOL contra José Sarney e Renan Calheiros pedem a abertura de investigação por quebra de decoro parlamentar por conta dos chamados "atos secretos" do

Senado. O PSOL considera que as decisões Paulo Duque foram antiregimentais e trabalha na definição da melhor maneira de se voltar contra o arquivamento e o indeferimento do ato de suspeição.

Conferência da Criança e do Adolescente

Na tarde hoje o auditório da secretaria de saúde estava lotado, com apresença de várias autoridades e da sociedade civil organizada, o prefeito Azulino declarou aberta a 5ª Conferência Municipal da Criança e do Adolescente.

Este ano uma novidade: Uma adolescente ao ser chamada para compor a mesa e falar, disse tudo o que a platéia gostaira de dizer!! Foi aplaudida por todos e todas.

Por outro lado, o prefeito e seus representantes do governo tentaam amenizar e até aceitar a fala. Mas o Juiz da Infãncia e Adolescencia Dr Eduardo Mendonça, bateu pesado, fazendo inclusive uma análise da concepção histórica, atacando o sistema capitalista e seus valores como o mal para humanidade. Teceu criticas aos gestores que não implementam as leis, não aplicam na prática os instrumentos legais para melhoria das condições de vida das crianças neste Brasil a fora.

Fora da disputa!

Dentro do PT a disputa pelas vagas de candidatos a deputados estaduais já iniciou há bastante tempo. Essa semana foi a vez da desistência do Presidente da Emater, Zuca (AS). Que depois de espalhar out-door de aniversariante, ter rodado pelos quatro cantos deste estado, foi convencido a abrir mão da vaga para o atual secretário da fazenda de Parauapebas, Milton Zirmem (AS). Milton também terá novamente amplo apoio do prefeito Darci Lermen (DS).

Com isso, a corrente Articulação Socialista (AS) já teria a dobradinha pra região: Beto Faro, federal e Milton, estadual. E o apoio emateriano e fetagriano.

Anula! anula!

È febre entre prefeitos iniciantes de gestão, decretar anulação de concursos públicos na região. Além de Curionóplois, a bola da vez será São Geraldo do Araguaia.
Enquanto em outros municípios os gestores ficam enrolando os aprovados.

Normatização Visual

Depois de denúncia neste blog, o fato chegou a Câmara Municipal.

Vereadores exigem do prefeito MAUrino Magalhães (PR) que se proiba a autorização indiscrimidada de out-doors na cidade.

O azulino se comprometeu em enviar a casa de leis, um projeto para disciplinar tal "vandalismo" mercadológico na cidade.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Mais mentira!

O governo do Pará acaba de espalhar na cidade vários out-door, todos com letras garrafais: MAIS CULTURA, MAIS SEGURANÇA, MAIS SAÚDE..., Só na propaganda, pois as escolas estão caindo aos pedaços (basta fazer uma visitinha nas escolas estaduais de Marabá, no Aci Barros a coisa ta feia!!!), as estradas estão com MAIS BURACOS E PONTES QUEBRADAS, a segurança piorou neste governo.

Só nos resta esperar 2010!!

Justiça grileira!

Uma iniciativa da Comissão de Combate à Grilagem identificou milhares de títulos de terras duvidosos no Estado. O pedido de cancelamento desses documentos, entretanto, foi negado pela Justiça do Pará.

A comissão é formada por instituições como o Ministério Público Federal e o Estadual, Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), entre outros. Apesar da constatação, a Comissão ainda não conseguiu cancelar os títulos falsos. Em todo o Estado existem mais de 9 mil registros de terras bloqueados pela Justiça, totalizando mais de 489 milhões de hectares. O problema é que a área total do Pará é de cerca de 124 milhões de hectares, o que significa que, no papel, estão registradas áreas equivalentes a quatro vezes o tamanho do estado.

È assim que a Justiça grila!!

Fonte: amazonia.org

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Mudanças no governo!!

E que mudanças?

Na SEAD – secretaria de administração – saí o PSB e entra o PP (partido de Paulo Maluf, Jarbas Passarinho, Gerson Peres, Miguelito), a troca vai favorecer um melhor desempenho para o governo na Assembléia Legislativa. E por outro lado, é uma demonstração de que o governo já se articula para sua reeleição com aliados dos 12 anos do tucanato. Pois, o novo titular será Wilson Figueiredo (PP), que já foi do governo Almir e Jatene.

Na SEJUDH – secretaria de justiça e direitos humanos – saí o PCdoB e entra o PSB, porém, ainda não está confirmado se com essa mudança o atual titular da SEAD, professor Orlando Bordallo (PSB) continuará no governo. Caso contrário, Ademir Andrade terá que se virá para arrumar um titular para SEJUDH.

E o PCdoB?

Sem representante na AL o partido deve se aninhar com alguns cargos de coordenadorias e assessorias, a exemplo de vários nanicos que já detém cargos sem representação.

Reforma Ambiental

Reforma Agrária neste pais só com ocupaçça de terras mesmo!

Já se encontra no Congresso Nacional uma ampla proposta de Reforma Ambiental, que voltará com força após o recesso parlamentar (PLP 12/03, PLP 388/07, PL 5367/09 e outros).Trata-se de uma série de medidas articuladas entre si (algumas já aprovadas como a MP da grilagem), cujo resultado é o desmonte da legislação ambiental brasileira, consolidada nos anos 1980.

Por outro lado, o Banco Mundial acaba de elaborar um documento que analisa o processo de licenciamento ambiental no Brasil e apresenta diversas recomendações que, em síntese, busca flexibilizar a legislação ambiental brasileira e levantar obstáculos à ação da Justiça Federal e do Ministério Público, a fim de garantir a execução das hidrelétricas na Amazônia.

Àguia depenada!

Depois da derrota do time marabaense ontem (02) no Acre, quem sabe o coordenador do Centro Integração Regional volte a trabalhar.

sábado, 1 de agosto de 2009

O ótimo é inimigo do Bom!

A praia do geladinho será o novo xodó do governo azulista, segundo a secretária veranuza toda estrutura da praia do tucunaré será transferida para o geladinho. A estrada que dá acesso a vila e a praia foi totalmente recuperada, e ainda vai ganhar iluminação pública.
Os banhistas esperam que pelo menos a segurança pública seja garantida!

Se a moda pega!


Violência 1: Marabá no topo

Em vez de liderar o IDH, Marabá lidera IHA

Marabá registra a situação considerada "mais grave" pela pesquisa em termos de vidas perdidas na adolescência, com o IHA de 5,2 mortes em cada grupo de mil. A cidade foi a única da região a registrar média superior a cinco. Macapá (AP) e Porto Velho (RO) ficaram com valores entre três e cinco jovens assassinados.

A pesquisa foi feita em parceria pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, Laboratório de Análise da Violência da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e a ONG Observatório de Favelas. Foram analisados os dados dos 267 municípios do país com mais de 100 mil habitantes.
E aí azulino?
Qualificação profissional!
Esporte e Lazer na periferia!
Programas Sociais permanentes!
Inclusão Digital!
Escola para todos!
Iluminação Pública!
È um bom começo!!

Violência 2: Dibens e o arsenal

Primeiro é bom lembrar que o proprietário da Dibens - sr Divaldo Salvador de Souza, já foi preso pela policia federal por portar em casa ( na sua chacára) um arsenal poderoso de armas de todos os calibres.

Agora sua propriedade acaba se ser ocupada por um grupo de sem tetos - vitimas do governo e da propaganda enganosa do Minha Casa- Minha Vida. Os ocupantes fortam recebidos a bala, mas prometem resistir.

Enquanto isso, o governo azulino e a Vale prometeram 5 mil casas. O governo do PT prometeu mais 5 mil pelo programa do governo federal. Outras ações como a elaboração do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social, a criação de uma comissão coordenada pela SEDURB ( leia-se Suely) até agora não deram resultados concretos para sanar o problema da moradia.

Violência 3: Policia faz o espetáculo!

A Policia Civil comandada por Raimundo Bennasuly orquestrou o espetáculo midiático essa semana em Marabá, só não conseguiu evitar que vários crimes acontecesse.
O mês de julho foi um dos mais violentos na cidade, vários crimes, execuções sem nenhuma resposta concreta. A estatística oficial aponta redução na criminalidade, no entanto a geografia do crime apresentada pelo jornal correio do tocantins edição de quinta feira dia 30/07, desmacara essa realidade.
Na edição de hoje do mesmo jornal, o comandante-mor da policia, torna apresentar dados, dessa vez da "operação verão" desencadeada no mês de julho. Acontece que os resultados das investigações não são satisfatórios, pois os mesmo não apresentam a prisão dos assassinos.

Enquanto durar este modelo de desenvolvimento, Marabá será a cidade atraída para o caos.

COSANPA: Nos bastidores uma guerra de nervo!

A concessão dos serviço de saneamento e distriubição de água é do município. E no caso de Marabá, onde estão havendo grandes investimentos na ampliação dos serviços e melhorias (ampliação da capacidade de produção), na ordem de R$ 160 millhões com financiamento da Caixa Econômica.
No interior da estatal uma verdadeira guerra de nervos, por um lado um grupo ligados a políticos do governo passado (tucanato) e por outro peemedebistas. E no circulo marabaense os que estão fazendo a cabeça do prefeito MAUrino Magalhães (PR), para que não renove a cocessão a estatal do governo do estado.
A idéia que se tem por trás disso seria a criação de uma empresa para assumir os serviços em Marabá. Mesmo que a SANEATINS permaneça de olho neste serviços, seria o plano B dos envolvidos nesta guerra.

Era só o que faltava!

Durante a 4ª Conferência de Educação do Campo em Xinguara no final do mês de maio, os organizadores se preparavam para fazer uma grande caminhada na abertura do evento, com previsão de ato público na praça da Biblia, quando de repente o pastor ligado a o Conselho da Praça "impediu" que não o fizessem.

A coordenação imaginou que a censura era uma forma de evitar uma provocação aos fazendeiros, tendo em vista os aconteciemtnos recentes na Fazenda Espirito Santo.

Acontece que no território do latifúndio nada melhor do que marcar posição, e a caminhada seria um marco significativo. Depois de concordarem com a posição das igrejas, o evento aconteceu apenas limitados aos debates e palestras.

Entretanto, a grande frutração dos participantes que se deslocaram de outros municípios foi a ausência significativa dos membros do governo popular do município. A maioria dos que estavam presentes eram de outras cidades. Que vergonha!!!

Nota do Poster:

Gostarimaos de corrigir a informação passada.

Acontece que quem proinbiu o uso da praça e não da caminhada foi um grupo de pastores, liderado pelo mesmo pastor que em 2008 tentou impedir a manifestação de primeiro de maio. Aliás, o uso da "praça da Biblia" em Xinguara é muito complicado. Poius eles pensam que a praça é de exclusividade para eventos religiosos como se ali fosse a igreja.

Pedimos desculpas ao pároco!!

Improbidade

A informação primeiro do que a notificação

A noticia de que o ex-Secretário de Meio Ambiente Tony Rosa (PDT), foi condenado a devolver aos cofres municipais, a titulo de indenização a quantia de R$ 848.333, 86, caiu como uma bomba no meio político. O que mais chama mais atenção, é que até agora o ex-secretário ainda não foi notificado e a informação já consta nos jornais e blogs da cidade.

Trambolho

O secretário de obras Lucídio Colinetti teria autorizado a fixação da placa em frente a Praça Duque de Caxias. Segundo informações pertence ao empresário Ricardo Xerfan (Papelaria Vips). Com a palavra o Ministério Público, Câmara Municipal, Código de Postura, Plano Diretor e demais autoridades.