quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Temporada de Cassação de prefeitos foi aberta

Começa a temporada de cassação de  prefeitos no Pará.

A prefeita de Nova Ipixuna Dra Graça (PMDB) teve representação do MPE por arrecadação e gastos ilícitos durante a campanha.

Para a promotoria há uma clara configuração a gravidade,  pois o montante arrecadado apresenta uma relevância jurídica sobre a irregularidade.


Resultado do ENEM 2016




Veja o resultado do #Enem: www.inep.gov.br e marque aqui quem fez a prova.

NOTAS DO ENEN 2016


As notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 foram divulgadas nesta quarta-feira (18). (consulte a nota na plataforma do MEC)

Clic AQUI

domingo, 15 de janeiro de 2017

EQUIPE DA EFA, SEMED E EMATER VISITAM IFPA - CAMPUS RURAL DE MARABÁ


A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Equipe da EFA: Educadores - Rafael - Coordenador da Equipe, Glecia, Vanalda, Antonio e Damião. Alunos - Railan, Sérgio e Lala; SEMED: Diretora de Ensino do Campo Lorena Bogea e a Coordenadora do Projovem Campo - Maria Antonia; EMATER - Carlos Eduardo supervisor adjunto do Regional. Foram recebidos pela Diretora em exercício do IFPA Suely Gomes, Claudínisio Araújo - Diretor Adjunto e Carlinhos - Diretor de Extensão.
Ficou acertada a participação do IFPA no Encontro da EFA: no Ato Político dia 20 através da Diretora Suely; Dia 21 com um grupo de alunos/as representantes de turmas e uma equipe de professores/as participarão do Encontro de Jovens, onde será apresentado o curso técnico em agropecuária com ênfase em agroecologia, informado sobre a possibilidade de implantação do curso na EFA.
No seminário de pesquisa ocorrerá a socialização do livro “Rompendo as cercas e construindo saberes: a juventude na construção da educação profissional do campo no Sudeste do Pará” de Dalcione Marinho. Trabalho de outros professores que pesquisa sobre a Pedagogia da Alternância.
O IFPA participará também da Feira e do Sarau da EFA eventos dentro da programação do encontro das famílias e parceiros/as.
Aproveitando a presença da SEMED foi levantado as condições para implantação do Ensino Médio na EFA, estabelecimento de um convênio com a Prefeitura de Marabá através da Secretaria Municipal de Educação. Ficou um indicativo de uma reunião com Secretário Luciano Dias. Ainda foi retomada a parceria SEMED IFPA em relação a oferta da EJA Saberes da Terra.
Carlos Eduardo supervisor adjunto do Regional da EMATER disponibilizou a empresa pública para realização de estágios dos estudantes do IFPA e da EFA.
A Equipe do IFPA apresentou as instalações do campus. Encontramos o egresso da primeira turma da EFA Rildvan que estuda no IFPA.

sábado, 14 de janeiro de 2017

Sindicatos reúne com vice
















Aconteceu ontem, dia 12/01 reunião da Mesa de Negociação com a presença do vice-prefeito Tony Cunha, Secretários e Representantes do SINTEPP, SINTESP e SERVIMAR, no gabinete do Prefeito, onde se debateu uma extensa pauta de 16 pontos, entre elas as principais eram: Restabelecimento da Mesa de Negociação Permanente; Salários atrasados do mês de dezembro; Plantões atrasados; Horas extras atrasadas; Vale Alimentação atrasado, Pagamento do Retroativo do reajuste dos servidores de nível médio entre outras. 
A reunião iniciou com uma breve exposição do governo acerca do relatório da Comissão de Transição sobre as dívidas deixadas pelo Governo João Salame (PMDB), que superou a casa dos 145 milhões, isso sem contar com as dívidas dos fornecedores que também ainda estão em fase de levantamento. As dívidas não são somente com pessoal, fornecedores, consignados, visa vale, mas também com a Rede Celpa, que com o acordo com a empresa de energia bate na casa dos 724.111,20 mil/ mês de parcelas negociadas, restando 16 a vencer.
Ainda há também, o caso de vários precatórios que o gestor é obrigado a pagar com um passivo de 14 milhões.
O Governo atual de Tião Miranda (PTB) e Tony Cunha (REDE) inicia ainda meio perdido a tantas confusões deixadas pelo governo anterior. Durante a reunião, enfatizou que precisa de mais tempo para ver como se comporta a máquina pública à medida que os recursos vão entrando nos cofres.
A única proposta apresentada pelo governo atual é a dos vencimentos referentes ao seu governo do inicio de janeiro de 2017, que estarão na conta do servidor no dia 30/01. E, as outras pautas não houve avanço de nenhuma, sob a justificativa dos recursos.
Sintepp destacou que ainda há recurso do Fundeb para cair na conta até o final de Janeiro, referente ao ano de 2016, e com isso daria para sanar o salário de dezembro dos servidores da educação, além do governo complementar o restante com recurso próprio.
A próxima rodada de reunião da Mesa de Negociação será dia 27/01 para novamente debater e encaminhar as pautas que voltarão a serem discutidas, principalmente os salários de dezembro, horas-extras, visa vale e transporte atrasados.
#VAMOS FICAR EM ALERTA#
#INICIANDO A NOSSA CAMPANHA SALARIAL 2017#
A COORDENAÇÃO
-----------------
Fonte: Site do Sintepp

Tião ataca professores!

 Com exclusividade o blog Sol de Carajás trás o desespero do novo gestor contra os educadores

 ----------------------------

Marabá vive a depressão de TIÃO - professores entram na mira do prefeito

Os professores são atacados covardemente por TIÃO MIRANDA

Segundo TIÃO MIRANDA, os direitos dos professores são "privilégios de uma casta" que ameaça o futuro de MARABÁ

Nunca os professores sofreram ataque tão virulento

O lenga lenga depressivo tenta jogar a população contra os professores.
A depressão do perfeito TIÃO MIRANDA faz a sua primeira vítima - O DIREITO DOS PROFESSORES, a quem chama de "casta", jogando a categoria contra a população de MARABÁ, inclusive, em certo trecho do "lenga lenga depressivo", chamando os educadores de "privilegiados", afirmando que caso assim continue, MARABÁ será desintegrada.

A entrevista de TIÃO MIRANDA e os seus agentes depressivos foi de uma violência contra os professores nunca vista em Marabá.

Só a esquizofrenia ou um depressão profunda pode aceitar que os professores da rede pública municipal de Marabá sejam membros de "uma casta de privilegiados".

O Sintepp Marabá, com seus protótipos de sindicalistas, por enquanto, silencia, estão deitados numa rede.

(...)
 
Fonte: Sol de Carajás (postado originalmente AQUI)

Nota Pública


Recuar jamais na defesa dos direitos conquistados.
A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB, diante das indicações à presidência e cargos de diretoria na Funai, preenchidas como parte da cota do Partido Social Cristão (PSC) decorrente das articulações do golpe parlamentar que levou Temer à Presidência da República, reafirma publicamente as suas anteriores manifestações nas quais repudiou as tentativas de militarizar e desmontar o órgão indigenista, com a nomeação de militares para presidi-lo, a redução drástica do orçamento e do quadro de servidores, a paralisação das demarcações das terras indígenas, as mudanças por meio de iniciativas legislativas ou medidas administrativas do procedimento de demarcação, a crescente criminalização de lideranças indígenas.
A decisão da Casa Civil de efetivar indicações do PSC não poderia ser diferente, pois esse é o perfil e a cara do ilegítimo Governo Temer, alavancado pelas bancadas ruralista, evangélica, da mineração, do boi, da bala, e assim por diante. Contrariando o entendimento do movimento indígena e de seus aliados, apoiado por amplos setores da opinião pública nacional e internacional, o governo manteve a decisão confrontar os povos indígenas, nomeando para compor a equipe da Funai um diretor militar, o general Franklinberg, rotundamente contestado pelas mobilizações indígenas quando pretendia ser presidente do órgão.
O movimento indígena não pode esquecer que o PSC é parte do batalhão de parlamentares que perseguem suprimir os direitos constitucionais dos povos indígenas: votou a favor da PEC 215, compõe a CPI da Funai / Incra por meio do deputado Bolsonaro filho, e é postulador do projeto de lei do infanticídio voltado a criminalizar os povos indígenas. Ou seja, trata-se de um partido antiindígena. Será que o novo presidente, Antônio Costa, vai conseguir re-erguer a Funai, se contrapondo às diretrizes do seu partido, assegurando a implementação de todas as reivindicações publicamente conhecidas dos povos e organizações indígenas?
A APIB chama a suas bases a estarem vigilantes, fortemente unidos, e a não recuarem jamais na defesa de seus direitos conquistados.
Brasília – DF, 13 de janeiro de 2017.
Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB
Mobilização Nacional

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

EFA articula com Seagri

Articulado pela coordenação da FETRAF na pessoa do Tião Branco (PT) e com a participação do Chico da Cib reunirmos com o Secretário de Agricultura Dr. Adailton Sá (PSDB), testemunharam a conversa Carlito ligado ao senador Paulo Rocha (PT) e do assessor da SEAGRI Silvio Silva (primo do poster). Ficou acertado os seguintes apoios: disponibilizar trator/equipamentos/operador para realizar mecanização de área de cultivo na propriedade da EFA; disponibilizar uma roçadeira com operador para roço em geral nas instalações da EFA; fornecer uma retroescavadeira/operador para execução de serviços de perfuração de um buraco para a instalação do biodigestor e tanques de criação de peixes; fornecimento de mudas diversas para plantio e distribuição na EFA; utilização do caminhão do peixe na Feira na EFA.
Comentar

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

SEMMA SEGUE PROCESSO PARA INCLUIR MARABÁ NO PROGRAMA MUNICÍPIOS VERDES


Segundo o secretário Válber Araújo (PSB), os serviços da secretaria ainda estão em fase de reformulação. A fiscalização de fim de semana, incluindo aí o defeso da piracema e combate a poluição sonora devem recomeçar até o fim do mês, quando a secretaria vai apresentar um novo plano de trabalho ao prefeito Sebastião Miranda. .Algumas atividades funcionam dentro da normalidade a exemplo do licenciamento ambiental e atendimento ao consumidor.
MUNICÍPIO VERDE - A consolidação de Marabá dentro do Programa Municípios Verdes, que visa prevenir, monitorar e controlar o desmatamento ilegal no bioma Amazônia está em andamento e ainda no próximo mês, acontece reunião para assinatura do pacto. Também até fevereiro deve sair o relatório de percentual de desmatamento e queimadas, que não deve ultrapassar 30 Km² para que o município continue dentro da meta exigida pelo programa.
Quanto às demais metas da Semma, estão àquelas relacionadas à Educação Ambiental para 2017, que incluem o Pesque e Solte, datas comemorativas (semana da Árvore, Dia da Água, etc.) e Calendário Ambiental.
ASCOM -PMM


---------------------------









Este blog tem feito alguns debates com relação a temática ambiental, e para dizer que não ficamos só na critica, também sugerimos: Em postagem realizada em 18 de junho de 2016 - leia AQUI

Falamos sobre a implantação do Parque Ambiental


Imagem CT On line

Na mesma postagem um texto de Ulisses Pompel relata que "Empresários da cidade estão cada vez mais de olhos esbugalhados em terrenos públicos na cidade de Marabá. O chamado varjão na entrada da Marabá Pioneira – dos dois lados da Avenida dos Bambuzais – já foi alvo de vários pedidos de doação e outro grande número de pessoas se dizendo donos da área. (...)

Então senhor secretário de Meio Ambiente, mãos a obra!!!



PREFEITO DECRETA ESTADO DE CALAMIDADE FINANCEIRA


O decreto de nº 4/2017 assinado pelo prefeito Sebastião Miranda no dia 3 de janeiro de 2017 e publicado nesta segunda, dia 9 no diário oficial do município, coloca a administração pública municipal sob estado de calamidade financeira.
No conteúdo, o decreto faz 11 considerações pertinentes à situação financeira do município, dentre elas, a extrema urgência dos serviços essenciais, a obrigatoriedade dos Gestores públicos de zelarem pela predominância dos princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade, publicidade e, sobretudo pela moralidade, eficiência e efetividade, além da necessidade de zelar pela correta aplicação de recursos públicos, a urgência no equilíbrio das contas públicas, a resolução do passivo da folha de pagamento deixada pela gestão anterior e ainda em função do estado de precariedade física e administrativa encontrada pela gestão.
O prefeito Sebastião Miranda (PTB) e toda equipe técnica administrativa, justificam o decreto em função das sérias divergências administrativas e financeiras encontradas nas secretarias bem como na precariedade dos serviços de saúde, limpeza pública, e no pagamento de fornecedores e funcionários concursados e contratados, alguns com atrasos desde novembro de 2016.
O prefeito cria o gabinete de crise, formado pelo próprio Sebastião Miranda, pelo vice-prefeito, Toni Cunha, pelo procurador geral do município, Dr. Absolon Souza Santos, e o secretário de planejamento Karan El Hajjar.
Durante o período de calamidade fica vedada a realização de quaisquer despesas que dependam de recursos próprios no âmbito do Poder Executivo sem a anuência do Gabinete de Crise, salvo a decorrente de determinação judicial.
Vale lembrar que a decretação de estado de calamidade não dispensa o regular processo licitatório para a contratação de bens e serviços ou alienação de patrimônios, ressalvados os casos excepcionais por decretação de emergência, devidamente fundamentada.
ASCOM- PMM

Link do Diário Oficial: http://www.diariomunicipal.com.br/famep/


È importante que venha a tona para a população dados, informações sobre o que costumamos falar sobre "herança maldita", e como a gestão vai fazer par apunir os culpados pelo desastroso uso do dinheiro público

VICE-PREFEITO E SECRETÁRIO DE SAÚDE VISITAM OBRAS DO HMM

VICE-PREFEITO E SECRETÁRIO DE SAÚDE VISITAM OBRAS DO HMM

Nesta segunda-feira, 09 de janeiro, o vice-prefeito de Marabá Toni Cunha (REDE), acompanhado do secretário de Saúde Marcone Leite e do juiz do Trabalho Jônatas Andrade, visitaram as instalações do Hospital Municipal de Marabá (HMM), especialmente para acompanhar o andamento das obras de recuperação do primeiro bloco, onde funciona o Pronto Socorro.
A reforma já se encontra em estágio avançado e próximo a sua finalização. Vale lembrar que as obras tem previsão de entrega ainda esta semana. A reforma compreende toda a área de recepção de pacientes, ambulatório, Pronto Socorro e Unidade de Cuidados Especiais (UCE).
A secretaria de Saúde também está normalizando a escala de médicos do HMM. Hoje, o hospital conta com 7 ortopedistas, 15 clínicos gerais, 6 cirurgiões, um infectologista, um cirurgião plástico, um pediatra e um radiologista. A SMS também informa que não está medindo esforços para normalizar o atendimento nos postos de saúde e no HMI. O Materno Infantil já tem escala fixa com 5 pediatras, 10 ginecologistas, um cardiologista e 7 cirurgiões.
ASCOM - PMM

--------------------------------------






Vale ressaltar que a tal reforma só ta acontecendo graças ao empenho do Juíz Jonatas Andrade
 

Morre Bauman

Aos 91 anos, morre o sociólogo da "Modernidade liquida". Zygmunt Bauman​ era a lucidez em pessoa na hora de falar das nossas relação pós mídias digitais.



Fonte: Carcará Polaco


Viva Bauma!

Boletim ISA Digital

O tradicional boletim de atividades agora tem uma versão digital! A publicação resume nosso trabalho no segundo semestre de 2016. Confira aqui a edição #63 do boletim!
Contamos ali as novidades dos nossos projetos de apoio à comunidades indígenas e tradicionais para proteção territorial, fortalecimento cultural e geração de renda, além do que de mais importante aconteceu no trabalho de resistência em Brasília para garantir os direitos dos povos e do meio ambiente. Também trazemos as atividades institucionais mais importantes do ISA para você ficar por dentro.
Esperamos que goste deste resumo e junte-se a nós para fortalecer e continuar com esse trabalho!
Quero me juntar ao ISA!
Vamos fazer a diferença,
Socioambiental se escreve junto!

EFA promove encontro das famílias

 
 
Objetivando assegurar e garantir através da EFA o direito a Educação do Campo para jovens rurais, suas famílias e comunidades acontece de 20 à 22 de janeiro em Marabá.
O vento será aberto com primeiro Ato Político: com participação do Prefeito, vice-prefeito, Secretários, Vereadores, deputados estaduais e federais e representantes dos órgãos públicos e entidades. Elaboração de Carta Compromisso e anúncios de parcerias.

Neste primeiro dia, no sábado, a partir das 8h00, acontece o ‘Encontro de Jovens Rurais’ com relatos de experiências e histórias de vida, elaboração de propostas de políticas públicas para a juventude. Organização e Participação os atuais e novos alunos da EFA (Ensino Fundamental e Ensino Médio e Educação Profissional – EMEP), egressos e jovens.

Às 14h00, é aberto o 1º Seminário de Pesquisas: socialização das pesquisas realizadas ou em andamento em cursos de graduação e pós-graduação, que tem a EFA como objeto de estudo.

Também acontecerá o 2º  Sarau da EFA: poesia, manifestações culturais, com animação musical, fogueira, licores.


APRESENTAÇÃO DA EFA DE MARABÁ
A Escola Família Agrícola (EFA) é uma Instituição Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) integrada a Rede Ensino da Secretaria Municipal de Educação de Marabá (SEMED), localizada no km 23, da Rodovia BR 230 - Transamazônica (sentido Itupiranga), Município de Marabá, Estado do Pará.

Objetivo geral da EFA proporcionar uma Educação Integral para jovens agricultores/as, de forma participativa e integrada com as famílias e as comunidades, fundamentada na Pedagogia da Alternância e nos princípios da Educação do Campo.

A EFA tem como principal mantenedora a Prefeitura Municipal de Marabá (PMM) através da SEMED. Conta com apoio das Secretarias de Urbanismo e Agricultura. É filiada a União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas (UNEFAB).

Mantém parcerias com outros órgãos públicos: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (EMATER), Núcleo de Educação Ambiental (NEAm) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Do Estado do Pará (UEPA),  Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará (IFPA), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Repórter Brasil, Grupo de Articulação Interinstitucional de Enfretamento do Trabalho Escravo (GAETE), Ministério Público do Estado do Pará, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).  Estamos buscando mais parcerias, é um dos objetivos deste encontro, inclusive com empresas privadas

Nesta nova fase a EFA tem como organização gestora a Associação dos Agricultores do Projeto de Assentamento Grande Vitória, contando ainda com participação das Associações dos Agricultores dos Assentamentos de Marabá, e o apoio também pela Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado do Pará (FETRAF). Atualmente EFA está estruturando sua própria Associação.

Estamos Caminhando para cinco anos de retomada da atual EFA, e o terceiro ano de funcionamento (data de renascimento 19 de maio de 2014). Este ano completa 24  anos de surgimento da idéia e 21 (marços) da primeira experiência educativa em Alternância (EFA da Região de Marabá).

Fonte: AQUI

domingo, 8 de janeiro de 2017

Pepeca caiu!!

 Franssinete Florenzano é a melhor blogueira do Estado do Pará, e ela acaba de noticiar em seu perfil da rede social a queda do Pepeca


"O ex-senador Luiz Otavio Oliveira Campos(PMDB), que é unha-e-cutícula com o senador Jader Barbalho, já foi deputado estadual e presidente da ALEPA, secretário-executivo da Secretaria Especial de Portos e secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional, acaba de ser exonerado do cargo de assessor especial do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, que ocupava desde 23 de junho do ano passado. Será que caiu para cima e vai enfim emplacar na ANTAQ - Agência Nacional de Transportes Aquaviários, para onde está indicado desde o governo Dilma Rousseff, ou seguirá a lei da gravidade?"

sábado, 7 de janeiro de 2017

Alerta!

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Ministro do Planejamento veio a Marabá na informalidade


 Quem esteve essa semana em Marabá caladinho foi o ministro de planejamento do governo golpista, que foi recebido pelo prefeito Tião Miranda (PTB).

Leia abaixo:


 ---------------------------------
Na manhã desta quarta feira, dia 4 , o prefeito Sebastião Miranda recebeu a visita do Ministro do Planejamento Dyogo Henrique de Oliveira.  No encontro estavam presentes, além do prefeito e do vice Toni cunha, os secretários de Planejamento do Município Karan El Hajjar, de Indústria e Comércio Ricardo Pugliese, do Procurador Geral do Município Absolon Mateus, do chefe de Gabinete, Walmor Costa e do presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, Ítalo Ipojucan.
O encontro, que teve caráter informal, objetivou alinhar as ações futuras entre prefeitura e ministério para atração de projetos de desenvolvimento da economia regional. O ministro Dyogo Henrique de Oliveira é natural de Araguaína no Tocantins e conhece de perto a realidade da força econômica da região.
Fonte: Zeca News (aqui
--------------------------------------

SEGFAZ do III Governo TM



O prefeito Tião 'eterno" Miranda (PTB) nomeou como novo secretario de gestão fazendária da (Segfaz) o advogado Aldo Maranhão (PSC) que já assumiu  com o grande desafio de articular medidas de aumento da arrecadação. Ao assumir Aldo Maranhão tem identificado alguns efeitos da queda da arrecadação em Marabá, segundo Maranhão é a falta de um programa regular que distribua os carnês do IPTU, e a não implementação do novo (PRO REFIS) Plano de Recuperação Fiscal pela gestão Salame (PMDB).

Seleção de temporários é criticada por servidores




O governo tucano do Pará cada vez mais assume a preferência por temporários, que não têm estabilidade, em vez de servidores concursados. Agora foi a vez da Universidade do Estado do Pará (Uepa) lançar edital de contratação, com salários que deixam a desejar, já prevendo o período eleitoral de 2018. Enquanto isso, centenas de concursados aguardam nomeação aos cargos aos quais foram aprovados. Saiba mais: https://goo.gl/VdDy7x

NÃO FOI ACIDENTE




NÃO FOI ACIDENTE
Novo massacre de presos, agora em Roraima. Provando que o que ocorreu em Manaus não foi um acidente, mas sim o resultado de uma política deliberada de descaso com os direitos constitucionais de seres humanos que estão encarcerados.
Sim, eles cometeram crimes, e pela lei devem ter uma pena de privação de liberdade, mas não de privação de dignidade, de humanidade. É esta situação, explícita na superlotação dos presídios e na barbárie neles instalada, que alimenta as facções como o PCC.
Milhares de homens encarcerados, sem direitos básicos, são alvos fáceis do recrutamento do crime organizado. Quem chega em um presídio sem facção pode não sobreviver se não se aliar a uma delas. É o crime organizado quem controla os presídios.
A matança entre os presos pode agradar aos que são defensores da ideia de que bandido bom é bandido morto. Mas é bom lembrar que dirigir embriagado e causar um acidente de carro pode levar um hoje "cidadão de bem" para a cadeia. É bom lembrar também que os que estão presos serão um dia soltos, e soltos voltarão ao convívio com todos.
Que pessoa será essa quando ela sair da prisão depende também do tipo de prisão em que ela foi mantida. A violência interna nos presídios se volta contra toda a sociedade.
Solidariedade às famílias das vítimas. Vamos seguir exigindo JUSTIÇA de verdade, ESTADO DE DIREITO para todos neste país!
Luciana Genro

Dito e feito!

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, terno e texto

Em defesa de Direitos Sociais




Luiza Erundina (PSOL-SP) apresentou à Câmara dos Deputados em dezembro de 2016 uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pode tornar os direitos sociais  cláusula pétrea da Constituição. Nestes direitos estão incluídos o acesso a saúde, educação, previdência social e lazer. Caso a PEC 299/16 seja aprovada, esses direitos não poderiam ser suprimidos nem mesmo com votação favorável da maioria do Congresso Nacional. 

A PEC de Erundina é uma resposta clara à ofensiva que Temer e sua base aliada executam contra a população, com a reforma da previdência e a PEC do Fim do Mundo, dentre outros projetos. Enquanto a proposta de reforma da previdência exige 49 anos de contribuição para recebimento integral do benefício, o que só permite a aposentadoria por volta dos 70 anos de idade, a já aprovada PEC 55/2016 limita os investimentos públicos por 20 anos, incluindo saúde e educação. Em nenhum país do mundo propostas semelhantes foram aprovadas.

Alguns direitos e garantias individuais já estão incluídos nos art. 5º da Constituição, como igualdade perante a lei e liberdade de crença, mas o mesmo não ocorre com direitos sociais. No caso dos direitos sociais, o texto está no art. 6º da Constituição, que não é cláusula pétrea e, portanto, não conta com essa proteção. A PEC pauta-se nesse descuido redacional e, segundo o texto, é “juridicamente inválido suprimir direitos fundamentais por via de novas normas constitucionais ou convenções internacionais”.

Postagem de divulgação do mandato

Campus Rural de Marabá realiza melhoramento genético

O Instituto Federal de Educação do Pará (IFPA) Campus Rural Marabá (CRMB), através da Diretoria de Extensão em parceria com a empresa Multivet (representante da ABS Pecplan), sediada na cidade de Marabá, no dia 29 de setembro de 2016 iniciou o projeto de melhoramento genético do rebanho leiteiro do campus. O projeto é coordenado pelos professores e Médicos Veterinários do IFPA CRMB Danillo Henrique e Wagner Marcelo e conta com a participação de oito alunos do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio.
Os objetivos do projeto são melhorar geneticamente o rebanho do campus visando maior produtividade de leite dos animais, demonstrar a eficácia e custo benefício da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), biotecnologia bastante utilizada atualmente tanto em produções de gado de corte quanto de leite, a qual pode ser uma alternativa viável aos pequenos, médio e grandes produtores.
Na primeira atividade realizada no projeto, verificou-se um bom índice de taxa de prenhez (66,66%) através da IATF, onde se realiza aplicação de medicamentos que induzem o cio sincronizado nas matrizes pré-selecionadas e todas são inseminadas no mesmo dia. Na ocasião, foram utilizados sêmens de touros das raças Holandesa, Jersey e Girolando, haja vista que o rebanho da escola apresenta predominância de animais zebuínos. Os sêmens foram gentilmente doados pelo proprietário da Multivet, Waldemar Rickli, parceiro do IFPA CRMB neste projeto.

Fonte: IFPA/CRMB 

------------------------------------------------

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Na folha 33 mobilização surte efeito












Depois de uma ampla mobilização dos moradores da FL, 33 que cobraram melhorias nas ruas do entorno do Supermercado Mateus. Tendo em vista que o trafego de caminhões que abastecem aquele supermercado é intenso e tem causado inúmeros prejuízos aos transeuntes. Os moradotes cobraram diretamente a direção do supermercado para  que fosse arrumada e empiçarrada as ruas. 
Mobilização que surtiu efeito, durante o dia de hoje (06/01) foi realizado o que ficou acordado na reunião de ontem, o supermercado está arrumando as rua. Isso sim, é chamar pra responsabilidade os investidores privado, já que lucram bastante e as vezes termina causando problema na cidade. 

Emídio Nunes



Nova equipe da Semed do III governo TM



Com a posse do novo secretário de educação Luciano Lopes  (ex-presidente da COSANPA), foi designado para assumir como secretário adjunto Orlando Moraes (PRB), foi candidato a vereador por três vezes (pelo PT em 2008, pelo PDT em 2012 e em 2016 pelo partido da Igreja Universal, o PRB). Orlando Moraes atuou como Diretor de Ensino do secretário Ney Calandrinhe no governo do prefeito Maurino Magalhães (PR)
A DRH ficou Weslley Nascimento, que começou atuar na Semed na gestão passada pelo Ensino Rural atual Diretoria da Educação do Campo na época ligado ao então vereador Pedro Souza (PSL), chegou a ser Secretário de Educação por alguns meses, rompeu com Pedro Souza antes das eleições de 2016. E conseguiu abrigar no grupo do vereador Beto Miranda (PSDB), a quem banca a sua indicação. Já, Lorena Bogea assume a Diretoria da Educação do Campo e o professor Itamar Setor de  transporte escolar.
O Diretor Financeiro é Walmir que já foi Diretor da SESPA é homem da confiança de Tião Miranda.
O Diretor de Ensino é o mestre Fábio até então  Diretor da Escola Acy Barros.
Os demais departamentos estão sendo definidos.

A semana

Clipping analítico da grande imprensa
 
                                                    Por Eder Casagrande, analista de mídia do Cafezinho


A chacina ocorrida no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, e na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista, além de ganhar repercussão internacional, trouxe à tona a questão sobre o sistema carcerário brasileiro. A demora em se pronunciar a respeito, e o conteúdo da fala de Temer e do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, deixaram claro duas coisas: abandono e descaso em relação à população carcerária; ausência de política pública de segurança que atenda as demandas efetivamente.
Até segunda.
  • JN
Presidente do STF, Cármen Lúcia, vai a Manaus discutir crise penitenciária
Tempo da matéria: 1:50 min
A ministra Cármen Lúcia determinou levantamento da população de presos do Amazonas com divisão por crimes e situação dos processos por detento. o Tribunal de Justiça do Amazonas informou que o Conselho Nacional de Justiça vai criar um grupo de trabalho para acompanhar e fiscalizar as medidas adotadas pelo governo do Amazonas para tentar resolver a crise penitenciária no estado.
Tempo da matéria: 4:55 min
Matéria mostrou pronunciamento de Temer e do ministro da Justiça Alexandre de Moraes. Ambos culparam a empresa privada que administrava o presídio no Amazonas. Contrário a este discurso, JN exibiu nota da Secretaria de Direitos Humanos, do Ministério da Justiça, que relembrou um alerta de janeiro de 2016 sobre o risco de rebeliões em Manaus. O termo 'acidente pavoroso', usado por Temer, também foi questionado pelo jornal.
Tempo da matéria: 33 seg
Maduro trocou 10 ministros e nomeeou vice-presidente que cuidará da pasta de economia e finanças. A ideia é contornar a crise econômica e política.
Tempo da matéria: 3:08 min
Esse foi o caminho da propina:
  • TV UOL
[vídeo] - Mais um prefeito entrega a cidade para Deus  (Estado laico manda lembranças!)
  • Folha de São Paulo
Safatle é incisivo na questão de como o governo brasileiro trata sua população (prisional ou não): "Não, não foi uma luta de gangues o que produziu o massacre em Manaus, mas uma política deliberada e pensada de administração da morte, feita nas pranchetas da omissão, do descaso, da perpetuação de condições medievais e da cumplicidade".
Editorial da Folha desarticula postura do governo diante da crise do sistema prisional. Diz que as medidas anunciadas depois do massacre em Manaus, como a criação de 5 novos presídios, não passa de uma lista emergencial e não um plano de segurança. Critica diretamente a apatia de Temer e a negligência do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.
  • Estadão
Eliana Cantanhêde - Acidentes pavorosos
Eliana comenta os deslizes do presidente no uso do termo 'acidente pavoroso', mas sai em defesa do Plano Nacional de Segurança. Expõe as duas vertentes contidas no Plano, argumentando ser algo positivo e acertado do ponto de vista do governo.
  • O Globo
Miriam comenta os massacres ocorridos na prisão de Manaus e Roraima. Diz que as facções espalharam-se Brasil afora, e que possuem poder crescente. Demonstrou simpatia pelo Plano Nacional de Segurança, e destacou a produção de um censo carcerário, de responsabilidade do STF e IBGE, previsto para fevereiro.
Panorama Político - As visitas ao presidente Temer
Em seus quase oito meses de governo, parlamentares peemedebistas apareceram 62 vezes entre os compromissos dele. O PSDB é o segundo maior visitante do gabinete presidencial, com 19 encontros.
  • DW
A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou nesta quinta-feira (05/01) que vai apurar a situação dos sistemas penitenciários do Amazonas, do Rio Grande do Sul, de Pernambuco e de Rondônia. Com a medida, a entidade poderá propor ao Supremo Tribunal Federal (STF) a intervenção federal na gestão carcerária dos estados.
Objetivo é analisar necessidade de intervenção federal em presídios do AM, RS, PE e RO. Governadores e ministro da Justiça terão que prestar esclarecimentos sobre violações de direitos humanos.

Para sugestões, críticas, elogios ou um "oi"- redacaoestomago@gmail.com
Compartilhe!